VOLTAR FILMES 25

 
   

ACQUARIA
SANDY & JUNIOR

De um ambiente desolador surge uma história exuberante. ACQUARIA mostra um futuro distante, no qual o “Planeta Azul” já não pode ser assim chamado. A Terra está praticamente esgotada, após agressões constantes à natureza.

Restaram apenas cidades em ruínas e alguns grupos de pessoas, sobrevivendo em um cenário devastado. Após anos de exploração e agressões à natureza, a água no planeta Terra chegou ao fim.

Neste ambiente árido, Sarah (Sandy) e Kim (Junior) vivem a saga e a aventura de sobreviver em ACQUARIA, um lugar cheio de perigos e mistérios. Com seus amigos Gaspar e Guili, vivem desafios e emoções em busca do bem mais raro e precioso da Terra: a água.

Cheia de aventura e com muita música, nossos heróis vivem esta história tão atual e fabulosa que alerta crianças e jovens quanto a iminente falta de água no planeta, traz a importância da busca de soluções para que evitemos o colapso dos recursos fundamentais para a vida na Terra.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretora: Flávia Moraes
Escritores: Claudio Galperin & Flavia Moraes

Gênero: Aventura / Sci-Fi / Drama

Site do filme: http://www.acquariaofilme.com.br/br/home/index.asp
Site da Fox: http://foxfilm.terra.com.br/filme.php?id_filme=469

20th Century Fox

Título Original: Acquaria
Tempo: 103 min

Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 12 de dezembro de 2003 - Brasil.
Recomendação: Livre.

ELENCO

Sarah .... Sandy
Kim .... Junior
Gaspar .... Emílio Orciollo Netto
Guili .... Igor Rudolf
Závos .... Milton Gonçalves
Nara .... Júlia Lemmertz
Bártók .... Alexandre Borges
Sárkis .... Serafim Gonzalez
Ábadon .... Daniel Ribeiro
Mingus .... Wind

FICHA TÉCNICA

Produção .... Spectra Mídia Produções
Produção .... Omar Jundi
Produtor Associado .... Carlos Mamoni Jr.
Direção de Fotografia .... Lauro Escorel
Direção de Arte .... Tule Peake
Produção Executiva .... Elisa Tolomelli
Figurino .... Fábio Namatame
Coreografia .... Roseli Rodrigues
Preparador de Elenco .... Sergio Penna
Direção Musical .... Max Pierre
Música Incidental .... Victor Pozas & JP Mendonça
Som Direto .... Guilherme Ayrosa
Edição de Som .... Beto Ferraz e Luiz Adelmo
Mixagem .... Armando Torres Jr.
Montagem .... Mirella Martinelli
Produção de Finalização .... Eliane Ferreira

PRODUTORAS

Spectra Mídia Produções
Fox Film do Brasil
Globo Filmes
Universal Music
Casablanca
Quanta

DISTRIBUIDORA

Fox Film do Brasil

ERROS

1. Sarah aparece em uma cena com dois brincos na orelha, depois ela está com três. Observe que ela tem na orelha esquerda apenas 3 brincos e na direita quase sempre três. --> Quanto aos brincos de Sarah, percebe-se que a câmera muda de posição, e Sandy é filmada por outro ângulo. Em uma orelha ela tem 3 furos, e, na outra, 2 e um piercing.  (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

2. Na primeira cena do Milton Gonçalves com o Junior, há uma daquelas "calculadoras japonesas", pois bem, numa cena, há uma pecinha de um lado e o restante do outro lado. Na cena seguinte estão todas juntas. (Contribuição de Daniel P. Santos - Rio de Janeiro / RJ - Fã de Carteirinha)

3. O lagarto de duas cabeças não deixa sinais na areia quando caminha. (Contribuição de Luiz Fernando M. de Aro - Bauru / SP - Fã de Carteirinha)

4. No começo do filme Nara leva dois vidrinhos com água que seriam um para ela e outro para seu marido, mas nós o vemos bebendo duas vezes. Será que os dois copos eram só para ele? E os dois filhos? Lembre-se que ela só toma uma vez. Para um lugar onde a água é escassa, todos deveriam ter a mesma ração.Erros do FalhaNossa.com

5. Quando Kim sai com Sarah a primeira vez ele está na frente dela e tropeça no ferro que está no chão, mas no reflexo da janela onde está o menino a posição dele é atrás de Sara.Erros do FalhaNossa.com

6. Para quem nunca tocou violão e se bate com as posições das notas, Sarah aprende muito rápido.Erros do FalhaNossa.com

7. Durante o eclipse pelo menos em três vezes que a Lua aparece sendo coberta pela sombra, vemos que ela está quase cobrindo por total, mas depois que volta a aparecer a sombra anda não cobriu por completo, quando já deveria ter feito.Erros do FalhaNossa.com

8. Ainda durante o eclipse, podemos perceber que a Lua está cheia, mas quando o eclipse termina, não vemos o local onde eles estão ser clareado com sua luz. Eles ainda continua no escuro.Erros do FalhaNossa.com

9. Mesmo fazendo muito vento durante o dia, que balança até o cata vento de Kim, as pegadas permanecem sempre as mesmas na areia sem nunca serem apagadas.Erros do FalhaNossa.com

10. Quando Závos vai até a casa de Kim trocar a caixa por água, ele pega na sacola de Sarah e o menino ainda fala para ele nunca tocar naquilo. O problema é que logo depois Sarah aparece com a sua sacola quando ela está com Kim. --> Sarah tinha 2 sacolas: uma em que guardava seus pertences e outra, menor, para sair. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

11. Será que Kim afinava e limpava o piano sempre, pois depois de tanto tempo pelo menos sujo ele deveria estar.Erros do FalhaNossa.com

12. Quando Kim está tocando o piano para fazer o aparelho de água funcionar, Gaspar desce as escadas, mas parece que ele desce muito mais degraus do que realmente existem na escada.Erros do FalhaNossa.com

13. Quando Sarah começa a cantar, ela pega o livro para poder ler a letra da música, um segundo depois ela já sabe a música inteira sem precisar olhar o livro, inclusive partes que ela não havia cantado ainda.Erros do FalhaNossa.com

14. Quando eles saem da caverna, lugar escuro, eles não sentem nenhum incomodo com a luz do Sol. Sabemos que quando estamos num lugar escuro e mudamos repentinamente para um lugar com luz do Sol forte, nossos olhos doem até se acostumarem com a nova quantidade de luz que chega aos nossos olhos. Isto não acontece com eles.Erros do FalhaNossa.com

15. Constantemente eles estão tocando na areia, em contato direto com a mão, notem que as unhas da Sarah estão pintadas, e mesmo mexendo com a areia, o esmalte não descasca! (Contribuição de Daphiner Corrêa - Rio de Janeiro / RJ - Fã de Carteirinha)

16. Quando Gaspar sobe no topo de um monte, é possível ver à sua direita um lago. Isto na cena em que chora! (Contribuição de Capsdie - Fã de Carteirinha)

17. Quando acaba a cena da história de Acquaria, Gaspar aparece pensativo, perto do campo de força. A câmera é rotacionada, e a paisagem no fundo não muda. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

18. Quando Mingus corre atrás no bicho de 2 cabeças, ele ultrapassa o campo de força. Ele é um hollog, teria que se desmaterializar. E pode-se perceber que o local que ele corre é Acquaria, que só seria desenterrada no final do filme, pelo furacão Arani. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

19. Ao mostrar as partituras para Sarah, Kim diz que o papel é algo tão antigo que pode se desintegrar com o contato manual. Por isso, é envolto de vidro. Porque o caderno de Bártok continua inteiro após o contato com Gaspar? E, se fosse algo recente, porque as coisas antigas não foram passados à limpo? (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

20. Logo no início do filme, aparece uma imagem da Terra atual, e se transforma na Terra da época do filme, que é só deserto. Podemos perceber também que a atmosfera desapareceu! E não há árvore alguma! Como os personagens respiram? (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

21. Quando Kim revela ser irmão de Sarah, ele levanta a manga de sua roupa e mostra uma marca, igual a dela, e diz ser de nascença. Porém, Sarah já tinha uns 2 anos quando se queimou, e ganhou aquela cicatriz. Kim também era nascido, se não não era irmão de Sarah, já que Bártok e Nara morreram. E ainda sobre a cicatriz dele, quando ele começa a pescar, não há marca alguma em sua mão. E no banho de Sarah, ela também não tem a cicatriz. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

22. Após a pescaria, Kim, Sarah, Gaspar e Guili comem os peixes e conversam. Sarah usa um curvex para tirar a espinha do peixe. Como, após tantos anos, ele se mantém em perfeito estado? E se fosse algo recente, com certeza pelo menos Sarah saberia a utilidade. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

23. Como Sarah consegue manter sua maquiagem impecável mesmo após o banho? E como ela faz as unhas? (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha), (Contribuição de Graziela Cerentini - Fã de Carteirinha) e (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha)

24. No início do filme, Guili tira uma cueca vermelha e furada de um armário, cheio de coisas. Mas a cueca é de um tamanho que não serve nem nele, nem em Kim, nem em Gaspar. E como eles guardam entre tantas coisas? (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

25. Como uma criança como Guili consegue ler um calendário lunar e não sabe o que é um eclipse? (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

26. Para pescar, Sarah atira um bumerangue. Mas todos aqueles que sabem usar um, sabem que com a posição que ela o segurou, ele iria rodopiar e cair. E depois ela ensina Guili a usá-lo segurando corretamente. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

27. Guili foi bem rápido quando fez o chapéu para Sarah usar na Noite da Serpente. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

28. Se Sarah lembra sobre o incêndio, com certeza se lembraria de seu pai, Bártok, e saberia que não era filha de Ábbadon, e que tinha um irmão. Kim também lembraria de sua irmã. Aliás, onde ele estava durante o incêndio? (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

29. Enquanto caía, a máquina de água passava perto da escada, onde Guili gritou por Sarah. Porém, quando filmam de cima, a máquina aparece bem pequena (era quase do tamanho do farol, quando estava lá em cima) e longe da escada. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

30. Ainda sobre a máquina, ela estava flutuando no ar? Pois quando ela cai, não há vestígios de "chão" nem nada. E se era pesada suficientemente para esmagar Ábbadon, com certeza ela não estava pendurada. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

31. Após o Arani, Guili corre muito atrás da borboleta. Porém, quando grita por Kim e Sarah, eles ouvem sua voz como se estivesse bem perto, e chegam até ele rapidamente. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

32. Se a namorada de Kim vivia em Acquaria, porque ela não aparece durante a história? (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

33. Ao narrar o final, Guili diz que vários povos foram morar em Acquaria. De onde saíram esses povos? Kim diz que não há povoado algum por perto, ao conversar com Sarah antes. E se são de longe, como chegaram? Cavalos não agüentam viagens tão longas, sem água. Se ao menos tivessem camelos. (Contribuição de Paula Kotouc - Fã de Carteirinha)

34. Sarah é criada por um bando de "Montros" saqueadores de água que a tocar nas pessoas sugam a água do seu corpo, mas por que isso não acontece com a Sarah? (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha)

35. Os pais de Sarah (Sandy) e Quim (Júnior) são músicos, certo? Mas lá no meio do filme Quim mostra e toca a letra de um grupo que ele acredita se chamar BALES mas se seus pais eram músicos como eles não conheciam Os BeAtLES? (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha) --> Nessa parte do filme, as letras estão sumidas por serem antigas, ou seja, no filme está B A Les com espaços das letras faltantes. (Contribuição de André Luís de Souza Oliveira - Fã de Carteirinha)

36. Se a água era escassa como Sarah estava sempre limpa, vocês não acham que um banho de vapor faria esse milagre não é? (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha)

37. Se a água deve ser poupada ao extremo não seria melhor usar um pano úmido, ou o famoso banho "checo" e deixar a água para consumo e preparo de alimentos? (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha)

38. Gaspar salva uma criança, ela sai correndo atrás dos pais e se esconde embaixo da Harpa para não ser pega, e lá no meio do filme, quando eles relembram a cena, aparecem duas crianças (Sandy e Júnior). (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha)

39. Ainda na cena da Harpa, se Gaspar consegue salvar uma criança, e a outra assustada se encolhe embaixo da Harpa e se queima nas cordas quentes. Mas uma chama tão pequena não conseguiria fazer o estrago que fez na Sarah. (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha)

40. E a última e talvez a pior: Se apenas uma criança ficou, e essa se queimou numa corda quente de Harpa, como pode lá no final, uma cicatriz de queimadura virar marca de nascença, e os dois irmãos terem uma, mas em lugares completamente diferentes? (Contribuição de Vilma Yatsuda Ferreira - Fã de Carteirinha)

OBSERVAÇÕES

ANTIGO ERRO 4 RETIRADO. O vira-lata tem a mesma energia brincalhona mesmo depois de 15 anos? Será que era pra ele estar vivo? (Contribuição de Luiz Fernando M. de Aro - Bauru / SP - Fã de Carteirinha) --> Ele é um hollog, enquanto ele estivesse dentro do campo de força ele continua o mesmo. E ele pode ser reconstruído se tiver o cristal.

ANTIGO ERRO 5 RETIRADO. Gaspar deveria se interessar mais por Sarah, já que passou muito tempo no deserto sem ter uma companheira. (Contribuição de Luiz Fernando M. de Aro - Bauru / SP - Fã de Carteirinha)

ANTIGO ERRO 6 RETIRADO. Kim tem uma namorada, mas parece que ele não é um bom namorado porque nem visitá-la ele visita. Então ele deveria ter pelo menos "olhado" Sarah com outros olhos. (Contribuição de Luiz Fernando M. de Aro - Bauru / SP - Fã de Carteirinha) --> Essa namorada do Kim vive no mundo de AcQuaria (quando ele começa a contar a história da caixa que ele compra de Zavos), para ele ir vê-la sempre, teria que estar sempre comprando uma caixa para entrar no mundo de AcQuaria.

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A Fox Film do Brasil, e o Falha Nossa convidaram você a sobreviver neste lugar chamado Acquaria!
Eles mandaram um e-mail
respondendo: O que você acha mais importante para a sobrevivência da raça humana? E porque?
E concorreram a prêmios exclusivos do filme. Confira os prêmios e o Regulamento.

1º ao 15º lugar:
01 par de ingressos para ver o filme.

Andressa Soraia Souza - São Paulo / SP
Camila Cristina Lourenço - São Paulo / SP
Carlos Roberto Rosa - Florianópolis / SC
Carlos Simas - Cuiabá / MT
Ivã Márcio Rêgo Santos - Salvador / BA
Janete Daura do Nascimento - Sao José / SC
João Costa Ribeiro Filho - Fortaleza / CE
Marcello Soares Lopes - Rio de Janeiro / RJ
Maria Alice Villas Boas de Souza - Belo Horizonte / MG
Mariluce Rosário - Curitiba / PR
Mirella Santos Malta - Brasília / DF
Palmira Silva - Manaus / AM
Paulo Rogerio Souza Silva - São Paulo / SP
Robson de Moura - Santa Bárbara do Sul / RS
Vanessa Satie Fukuhara - São Paulo / SP

A Fox Film e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

::.. FOX ..::

IMAGENS E CURIOSIDADES

REALIZADORES

FLÁVIA MORAES
Considerada uma das grandes diretoras do país, Flavia já recebeu prêmios no Brasil (entre eles, três vezes o prêmio Caboré), na Argentina, Japão, França, Inglaterra e Estados Unidos e já fez mais de 2.000 comerciais. Fizeram parte de sua formação a Escola de Arte da UFRGS e o curso de direção cinematográfica da London Film School. Participou de workshops com Franco Zefirelli e Martin Scorsese. Estudou com Mark Travis em Los Angeles e hoje comanda o grupo de diretores da empresa Film Planet.

PRODUÇÃO
A equipe de produção de ACQUÁRIA é composta por grandes nomes do mercado cinematográfico brasileiro. A produção é da Spectra Mídia Produções, de Omar Jundi, um profissional com 25 anos de experiência na área de entretenimento.

OMAR JUNDI Foi Diretor internacional, artístico e de repertório nacional e editorial da BMG Ariola, por nove anos. Dirigiu a Discoban e Videoban da Rede Bandeirantes de Televisão, por quatro anos. Foi Diretor Geral do Grupo Alvorada de Cinemas, por três anos, quando foi convidado para assumir o cargo de Diretor Geral da Warner Bros. (South) Inc. no qual permaneceu por dez anos. Desenvolveu e produziu cerca de 80 horas de programação educativa em projeto de convergência televisão/Internet, com a Fundação Padre Anchieta – TV Cultura. É detentor de direitos de cerca de 200 filmes nacionais para exibição em banda larga pela Internet em parceria com a RioFilme. Distribui filmes de cinema, vídeo e televisão de diversas empresas independentes internacionais. É distribuidor de vídeo e TV dos filmes pertencentes à Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Foi eleito 3 vezes Presidente da Associação Brasileira de Editores de Música e 5 vezes Presidente da União Brasileira de Vídeo.

Produção Executiva - Elisa Tolomelli (Cidade de Deus, Lavoura Arcaica, Central do Brasil)
Direção de Fotografia - Lauro Escorel (O Xangô de Baker Street, Domésticas, Brincando nos Campos do Senhor)
Direção de Arte - Tulé Peake (Redentor, Cidade de Deus, Domésticas)
Técnico de Som - Guilherme Ayrosa (Cidade de Deus, Domésticas)
Direção Musical - Max Pierre (Diretor Artístico da Universal Music )
Música Original - Victor Pozas (Por Amor e Sítio do Pica-pau Amarelo. Produção de CD´s como Sandy e Junior e Milton Nascimento) e João Paulo Mendonça (Comédia da Vida Privada, A Grande Família e Armação Limitada).
Figurino - Fábio Namatame (O Guarani, Memórias Póstumas de Brás Cubas, Carmen e As Mil e Uma Noites).
Maquiagem - Henrique Mello (MTV à GO GO, Torre de Babel, O Beijo da Mulher Aranha).
Montadora - Mirella Martinelli (Contra Todos, Terra do Mar)

Fonte: Fox Film