VOLTAR BLOCO 38

 
   

A FANTÁSTICA FÁBRICA DE CHOCOLATES
GENE WILDER

Um menino pobre, que vive numa pequena cidade com a mãe e os avós, é sorteado para visitar uma fantástica fábrica de chocolates.

Ele e mais quatro crianças realizam uma grande aventura, cheia de surpresas e emoções.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Mel Stuart
Escritor: Roald Dahl

Baseado na obra de Roald Dahl, Charlie and the Chocolate Factory

Gênero: Familiar / Musical / Fantasia / Comédia

Warner Home Vídeo

Título Original: Willy Wonka & the Chocolate Factory
Tempo: 100 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 1971 - USA
Recomendação: Livre

ELENCO

Gene Wilder .... Willy Wonka
Jack Albertson .... Avô Joe
Peter Ostrum .... Charlie Bucket
Roy Kinnear .... Sr. Henry Salt
Julie Dawn Cole .... Veruca Salt
Leonard Stone .... Sr. Sam Beauregarde
Denise Nickerson .... Violeta Beauregarde
Nora Denney .... Srª. Teevee
Paris Themmen .... Mike Teevee
Ursula Reit .... Srª. Gloop
Michael Bollner .... Augustus Gloop
Diana Sowle .... Srª. Bucket
Aubrey Woods .... Bill
David Battley .... Sr. Turkentine
Günter Meisner .... Sr. Slugworth

FICHA TÉCNICA

Produção .... Stan Margulies
Produção .... David L. Wolper
Música .... Anthony Newley
Fotografia .... Arthur Ibbetson
Edição .... David Saxon
Direção de Arte .... Harper Goff
Figurino .... Helen Colvig
Departamento de Arte .... Hendrik Wynands
Efeitos Especiais .... Logan Frazee

PRODUTORA

David L. Wolper Productions

DISTRIBUIDORAS

Paramount Pictures
Warner Home Video

ERROS

1. No começo do filme o relógio da torre marca uma certa hora, mas a do vendedor de doces marca outra completamente diferente, quase três horas depois.

2. Charlie está na frente da loja olhando pela janela e com cara de quem quer doces. Mas porque ele não entrou e comeu um monte já que o dono da loja estava dando doces de graça para todas as crianças lá dentro?

3. Quando o professor está dando aula sobre as misturas, os vidros do lado esquerdo da mesa mudam de lugar entre as tomadas de frente da sala e do quadro negro.

4. O nó da gravata do professor está inclinada para o lado, mas quando ele abre a porta, ele já está reto.

ABSURDO: 5. 0:14:10h Quando o repórter está entrevistando o primeiro menino que encontrou o bilhete dourado, ele usa um microfone grande, quando pergunta ao pai e ele come um pedaço do microfone, o microfone já é outro menor e de ponta arredondada.

6. Novo corte, agora ele faz a pergunta para a mãe, e o microfone muda novamente para o anterior, o grande.

7. A promoção do bilhete premiado é somente para as barras de chocolates, mas o avô dá uma espécie de rosquinha para o menino, e todos ficam ansiosos que ele encontre o bilhete. Mas o bilhete não está só nas barras?

8. Charlie abre este chocolate que ainda está dentro da embalagem quando ele grita que achou o bilhete, mas quando ele se vira o chocolate em forma de rosquinha já aparece na sua mão.

9. Na versão dublada, Veruca, a menina, diz ao pai que quer ser a primeira a encontrar o bilhete premiado, mas ela seria a segunda, e não a primeira, que já foi o menino gordinho o primeiro a encontrar.

10. O rapaz fala do computador mas apertando apenas dois botões, o que seria impossível é claro. Assim como as respostas do computador.

11. O entrevistador da menina que encontra o terceiro bilhete dourado na América, usa o mesmo microfone do entrevistador do primeiro menino que estava em Dusseldorf, na Europa.

12. O molhado no ombro direito da roupa da mãe de Charlie muda quando ela começa a cantar. Quando ela está terminando de cantar o molhado muda novamente.

13. Quando o avô de Charlie pega a barra de chocolates em baixo do travesseiro, ele a segura de três formas diferentes entre os cortes.

14. Na versão dublada quando o leiloeiro bate com o martelo, não ouvimos o seu som.

15. Logo depois ele começa a falar os lances, e a posição de seus braços mudam entre os cortes. No lance de mil libras ele está com os braços cruzados, depois do corte para a tomada afastada os braços estão abertos.

16. Depois do lance de quatro mil libras os braços mudam novamente de posição.

17. Na versão dublada, o professor fala que o menino abriu 150% das barras, quando na realidade foram 150 barras e não 150%. De 1000 barras, 150 seriam 15%. Ele diz: dez mais a metade, o que seria 5, totalizando 15%.

18. Charlie encontra a moeda e compra o chocolate enchendo sua boca de doce, mas na tomada seguinte sua boca está vazia.

19. Quando o homem que está lendo o jornal diz que o paraguaio falsificou o bilhete, ele diz jogador em vez de ganhador, isto na versão dublada.

20. Charlie abre a embalagem do chocolate e encontra o bilhete. Observe que ele tira o papel alumínio duas vezes.

21. Charlie encontra o último bilhete e sai correndo para casa. No meio do caminho aparece o dono da outra fábrica de chocolates. Como ele encontrou Charlie tão rápido?

22. Quando o avô de Charlie se levanta, ele cai por cima do menino. Existe um corte para o outro avô que está deitado, e depois do novo corte o velho que está na cama aparece com a mão na boca, o que não acontecia na tomada em close.

23. O avô pede seus chinelos enquanto canta, mas a bota que existe ao lado da comadre em baixo da cama desaparece na tomada que pega a cama inteira.

24. Quando Willy Wonka faz sua aparição e cai sobre o tapete vermelho, nitidamente podemos ver que embaixo dele existe algo para amortecer sua cambalhota.

25. Ainda nesta cena sua sombra é para trás quando abre a porta, mas depois fica para o lado quando desce os degraus.

26. Wonka toca o pianinho para abrir a porta, e a mulher diz que ele está tocando Rachmaninoff, quando na realidade a música é de Mozart.

27. Quando Wonka abre a porta minúscula, ela vira uma porta gigantesca do outro lado.

28. Quando todos entram a primeira vez na fábrica do chocolates e olham o rio, a posição deles se altera em função da tomada anterior.

29. Wonka diz que quase tudo é comestível, mas quando ele entra e espeta um cogumelo com sua bengala, podemos ver que é feito de isopor.

30. Ainda nesta cena podemos ver que o cogumelo já tem furos, provavelmente feitos em tomadas anteriores.

ABSURDO: 31. 1:01:34h Quando o barco aparece no rio de chocolates, Violeta, a menina de blusa azul joga o doce amarelo que tem na mão numa tomada de cima, mas depois do corte para a tomada de baixo, o doce ainda está com ela.

32. Se Augustus não tivesse caído no rio e sua mãe fosse levada ao encontro deles, os dois não caberiam no barco, pois não havia lugar para eles. O mesmo acontece com o carro.

33. Quando o menino solta fumaça, percebemos que a fumaça vem de detrás da sua cabeça e não da sua boca.

34. Quando as crianças estão olhando a máquina de fazer doces, percebemos que desce mel da colméia de abelhas, mas na realidade aquilo não é mel, porque o mel é bem mais grosso.

35. Quando Violeta começa a inflar, é possível ver a mangueira de ar presa na sua roupa. Isto só é possível perceber em alguns tipos de formato de tela.

36. Antes de Mike ser removido os pom-pom dos sapatos dos anões são brancos, mas depois eles aparecem alaranjados.

37. Quando Charlie está voando, é possível perceber na sua cintura onde ficam presos os cabos que o seguram.

38. Na versão original não há sincronia no movimento da boca de Verucas quando ela canta.

39. Quando Mike vai se tele transportar na televisão, o operador da câmera coloca seus óculos duas vezes.

40. Depois de passearem no carro de Wonka, ele dá uniformes para vestirem, mas só entrega três para quatro pessoas.

41. Quando Wonka diz que Charlie ganhou o prêmio, ele segura o menino de várias formas diferentes entre os cortes, uma delas no rosto.

42. No escritório, depois que Wonka diz que Charlie ganhou, ele coloca seus braços no menino e ouvimos a palavra Wonka mas sua boca não se mexe, na versão original.

43. O cabelo de Wonka muda várias vezes na cena do escritório.

44. Quando Wonka aperta o botão do elevador, ele erra o dedo no botão, mas mesmo assim o elevador abre a porta.

45. Quando o Wonkador aparece a primeira vez, ele é diferente de quando atravessa o teto, sua estrutura do telhado e diferente.

46. O fio que prende o Wonkador pode ser visto quando ele voa sobre a cidade.

47. Quando aparece no jornal que um milionário falsificou um bilhete dourado, podemos ver claramente que a foto do milionário é na verdade uma foto histórica de um general nazista que fugiu no fim da guerra e se refugiou na América do Sul. (Contribuição de Daniel Berton - Paranavaí / Pr - Fã de Carteirinha) --> Gostaria de acrescentar apenas que esse general que aparece no filme é o General MARTIN BORMANN, simplesmente um dos generais que mais tiveram contato com Hitler, principalmente durante sua queda, além de ser o principal responsável pelo Holocausto depois do Führer. Na verdade os produtores iriam usar imagens do próprio Hitler, incitando que teria fugido para a América do sul, porém como muitos figurões fugiram realmente para a América do sul e os restos de Hitler foram encontrados na saída de seu Bunker (pelo menos é o que se diz até agora), decidiram por usar a imagem de BORMANN, porém ninguém o reconheceu e esse fato ficou meio que apagado no filme. (Contribuição de Giovanny R. Pappesso - Araras / SP - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES