VOLTAR FILMES 1

 
   

AMADEUS
TOM HULCE, F. MURRAY ABRAHAM & PETER SHAFFER'S

O ano é 1781, e Antonio Salieri é o competente compositor a serviço do Imperador.

Mas quando Mozart é apresentado à corte, Salieri se surpreende ao descobrir que todos os talentos musicais que sempre desejou foram dados a um moleque brincalhão.

Enlouquecido pela inveja, Salieri não medirá esforços para destruir Mozart, nem que para isso seja preciso matá-lo.

Amadeus é uma suntuosa reprodução de uma época em que brilhou toda a maestria da divina música de Wolfgan Amadeus Mozart.

Amadeus é a empolgante história de um gênio da música.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Milos Forman
Escritor: Peter Shaffer

Baseado na peça de Peter Shaffer

Gênero: Musical / Comédia / Drama

Warner Bros

Título Original: Amadeus
Tempo: 160  minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento:
1984 - USA
Recomendação: 14 anos

ELENCO

F. Murray Abraham .... Antonio Salieri
Tom Hulce .... Wolfgang Amadeus Mozart
Elizabeth Berridge .... Constanze Mozart
Simon Callow .... Emanuel Schikaneder
Roy Dotrice .... Leopold Mozart
Christine Ebersole .... Katerina Cavalieri
Jeffrey Jones .... Imperador Joseph II
Charles Kay .... Conde de Orsini-Rosenberg
Kenny Baker .... Comendador
Lisabeth Bartlett .... Papagena
Barbara Bryne .... Frau Weber
Martin Cavina .... Jovem Salieri
Roderick Cook .... Conde Von Struck
Milan Demjanenko .... Karl Mozart

Peter DiGesu .... Francesco Salieri

FICHA TÉCNICA

Produção .... Saul Zaentz
Música .... John Strauss
Direção de Fotografia .... Miroslav Ondrícek
Desenho de Produção .... Patrizia von Brandenstein
Direção de Arte .... Karel Cerny
Figurino .... Theodor Pistek
Edição .... Michael Chandler
Edição .... Nena Danevic

PRODUTORA

Orion Pictures Corporation

DISTRIBUIDORAS

Orion Pictures Corporation
Warner Bros.

ERROS

1. Quando Mozart e sua família visitam um teatro público, pequenas pessoas aparecem de todos os lados em uma peça. Quando uma das últimas das pequenas pessoas (montada num cavalo) atravessa a parede de papel do lado direito, você pode ver um homem de calça jeans que caminha atrás do palco.

2. Durante uma cena, Mozart é forçado a tocar uma pequena melodia ao estilo de Johann Sebastian Bach. Este é um erro, porque ninguém podia se lembrar de Bach no ano de 1780. Bach era completamente esquecido, desde sua morte em 1750. Ele permaneceu esquecido até Felix Mendelssohn - Bartholdy descobrir alguns de seus trabalhos por volta de 1800. É possível que Mozart tenha conhecido Bach, mas é muito improvável que aquelas outras pessoas sem nenhuma qualificação, soubessem dele. --> Bach não foi esquecido, apenas não foi tocado publicamente mas suas obras para teclado como o caso do filme, eram encaradas como estudos. Eram satirizados por serem um modo de composição ultrapassada. (Contribuição de Cesar Anjo - Portugal - Fã de Carteirinha)

3. A cena em que Mozart está experimentando uma peruca onde os cabeleireiros estão passando talco, o rosto dele aparece sujo pelo pó branco, em um close, o rosto de Mozart já está limpo, embora continuem espalhando o pó pela peruca. (Contribuição de Rita Lima - Fã de Carteirinha)

4. Na cena em que Mozart vai tocar numa praça pública, quando ele sai do seu apartamento aparece seus criados carregando o piano que ele irá tocar no concerto. Depois disso aparece o Mozart tocando. Logo depois, Salieri vai até a casa do Mozart, o piano que está no concerto pode ser visto também na cena em que Salieri avança para entrar em um dos cômodos. (Contribuição de Gabriel Moura - Fortaleza / CE - Fã de Carteirinha)

5. Ao final do filme, quando o corpo de Mozart é jogado na sepultura coletiva, o coveiro manuseia e joga uma pá de cal nos corpos. Observe que o movimento da pá no barril de cal e a cal caindo por sobre os corpos faz levantar pó de cal. Ocorre que a cena se dá sob uma chuva torrencial o que tornaria impossível a existência de tanto deslocamento de pó da cal. Ademais, na mesma cena, os personagens se apresentam muito menos molhados do que seria crível ante a tanta chuva. (Contribuição de Fernando Borges de Moraes - Manaus / AM - Fã de Carteirinha)

6. Em 19 de maio 1764 o Rei George III (Londres) deu a Mozart peças de Johann Christian Bach, Handel, Wagenseil e Carl Friedrich Abel para que ele as tocasse de primeira vista, tocou órgão, e acompanhou ao cravo a Rainha em uma ária, também tocada a primeira vista. Johann Christian Bach era filho de Johann Sebastian BACH, assim é certo que ele conheceu a obra de Bach e foi influenciado por ela. Antonio Salieri foi professor de composição de Beethoven, Schubert e Liszt, entre outros. Foi um homem respeitado a apreciado pelos que o conheceram, inclusive foi ele "quem aproximou Mozart do libretista Lorenzo da Ponte, daí resultando a parceria na composição das Bodas de Fígaro, Don Giovanni e Cosi fan Tutte. Durante as exéquias de Mozart, na Catedral de Santo Estevão, os serviços musicais foram dirigidos por Salieri."´A versão de que este matou Mozart foi o engodo do século, embora o filme AMADEUS seja maravilhoso, é uma "estória", ou seja, é um relato totalmente fictício, infundado e contestado por todos os historiadores; assim, este é a maior falha do filme. (Contribuição de Sérgio Azzarini - Fã de Carteirinha)

7. Logo no início do filme, Mozart aparece correndo atrás de sua empregada, todo tarado. Eles se escondem embaixo da mesa de comidas e uma hora aparece o sapato dele. O salto do sapato é da cor púrpura (ou vermelho) que era usado apenas pela realeza no século XVIII. Acontece que Mozart não fazia parte desta, apesar de ser muito rico. Apenas quem era da realeza podia usar sapatos com salto cor púrpura. (Contribuição de Camila Junqueira - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES

Grande vencedor do Oscar de 1984 com 8 Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Adaptado.