VOLTAR BLOCO 24

 
   

DEVORADOR DE PECADOS
HEATH LEDGER

Durante séculos, uma Ordem secreta vem existindo dentro da Igreja. Após uma série de assassinatos inexplicáveis, um padre rebelde (Heath Ledger) começa uma investigação que o lança diretamente no meio de um redemoinho de assassinatos e maldades inimagináveis além do conhecimento de que existe um destino pior do que a morte.

A busca deste padre o leva até o DEVORADOR DE PECADOS – uma figura chave nesta velha e misteriosa ordem. O papel imortal de tal Devorador de Pecados é o de agir como Deus na terra, através da absolvição daqueles cujos pecados são imperdoáveis pela Igreja, permitindo assim que grandes maldades continuem sem punição.

Fatigado com o peso de centenas de anos de maldade, o DEVORADOR DE PECADOS anseia pelo prazer da morte. Mas quem irá devorar os pecados dele e garantir-lhe a paz eterna? Quem assumirá tal tradição das trevas e continuará o trabalho desta Ordem? À medida que o jovem padre descobre tais respostas e persegue tais representantes do mal, ele tem de lutar para salvar sua própria alma e a aquela da mulher a quem ama.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Brian Helgeland
Escritor: Brian Helgeland

Gênero: Mistério / Thriller / Terror

Site Oficial: http://foxfilm.terra.com.br/filme.php?id_filme=466

20th Century Fox

Título Original: The Sin Eater - The Order
Tempo: 102 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2003 - USA / Alemanha - Estréia Nacional dia 24 de outubro.
Recomendação: 14 anos

ELENCO

Heath Ledger .... Alex Bernier
Shannyn Sossamon .... Mara Sinclair
Benno Fürmann .... William Eden
Mark Addy .... Thomas Garrett
Peter Weller .... Driscoll
Francesco Carnelutti .... Dominic
Mattia Sbragia .... Apathetic Bishop
Mirko Casaburo .... Garoto
Giulia Lombardi .... Garota
Richard Bremmer .... Dono da livraria
Cristina Maccà .... Irmã Franca
Paola Emilia Villa .... Irmã Marie
Rosalinda Celentano .... Garota do olhar distante
Alessandra Costanzo .... Empregado de Eden
Paolo Lorimer .... Inglês

FICHA TÉCNICA

Produtor .... CRAIG BAUMGARTEN
Produtor Executivo .... MICHAEL KUHN
Produtor Executivo .... THOMAS M. HAMMEL
Fotografia .... NICOLA PECORINI
Desenho de Produção .... MILJEN KREKA KLJAKOVIC
Editor .... KEVIN STITT A.C.E.
Figurinista .... CAROLINE HARRIS
Música .... DAVID TORN

PRODUTORAS

20th Century Fox
Baumgarten Merims Productions
N1 European Film Produktions GmbH & Co. KG

DISTRIBUIDORAS

20th Century Fox Film Corporation
Gemini Film

ERROS

1. Podemos ver o cabo preso no homem que estava sendo seguro e pendurado.Erros do FalhaNossa.com

2. Como a mulher que tinha acabado de escapar de uma instituição mental consegue sair do país tão rápido?Erros do FalhaNossa.com

3. Não sei se em fita vai dar pra ver por causa do formato, mas no cinema, quando Alex Bernier acorda no sofá da casa de William Eden, dá pra ver o microfone acima da cabeça de Alex. (Contribuição de Gustavo Castelo - Fã de Carteirinha) e (Contribuição de Renata Soldi - Fã de Carteirinha)

4. Na cena que William Eden é atropelado por uma van, notamos que as suas pernas ficam dobradas próximas ao pára-brisa, enquanto sua cabeça fica junto à porta traseira. A questão é: Ou o personagem tem muito mais de quatro metros de altura, ou a van tem menos de um metro e meio, ou Willian está partido ao meio. (Contribuição de João Carlos Clivati - Fã de carteirinha)

5. Em uma cena, um dos padres apresenta uma adaga que está enrolada em um pano. Ele abre o pano sobre a mesa e a cada corte a lâmina está virada para um lado diferente. (Contribuição de Myrian Heringer dos Santos - Porto Alegre / RS - Fã de Carteirinha)

6. Quando Alex (Heath Ledger), Padre Thomas e Mara estão em Roma, no local onde o ex-padre Dominic fora supostamente assassinado, chega o Cardeal Driscoll mostrando uma adaga que é usada para "matar" o Devorador de Pecados (depois descobrimos que na verdade ela é usada para se tornar um novo Devorador). Driscoll desembrulha a adaga e a coloca em cima da mesa, entre Thomas e Alex. Notem que o cabo da adaga está voltado para Alex. Driscoll sai de cena, deixando a adaga com os outros. Aí está o erro: Nos cortes das cenas, a adaga muda de posição diversas vezes. Antes o cabo desta estava para o lado de Alex, depois, sem ninguém encostar na adaga, o cabo "vira-se" para o Padre Thomas, retornando depois para o lado de Alex. Será alguma maldição? Ou mais um erro grotesco? (Contribuição de Vinicius T. Matuoka Rios - São João da Boa Vista / SP - Fã de Carteirinha)

OBSERVAÇÕES

A) Para mim o pior erro de filme eu vi em "O Devorador de Pecados" foi o diretor deixar um microfone aparecer em várias cenas. É demais! (Contribuição de Mirella Santos - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A Fox Film do Brasil e o Falha Nossa convidaram você a falar a verdade!
Eles mandaram um e-mail
respondendo: Você aceitaria esta tarefa, e porque?
E concorreram a prêmios exclusivos do filme. Confira os prêmios e o Resultado.

1º ao 10º lugar:
01 par de ingressos para ver o filme e um boné exclusivo.

Alberto Soares Barboza - Goiânia / GO
Gabriel Francisco de Oliveira - Sâo Paulo / SP
Giselle Lopes Godoi - São Paulo / SP
Jaqueline Germano - Rio de Janeiro / RJ
Julia da Silva Rodrigues - Curitiba / PR
Luis Pereira Ferreira - Porto Alegre / RS
Phablo Marcelle Alves - Santa Helena de Goiás / GO
Ricardo Pimenta - São Paulo / SP
Waldemiro Fernandes Neiva Junior - Rio de Janeiro / RJ
Zaira Viana Paro - São Paulo / SP

11º ao 15º lugar:
01 par de ingressos para ver o filme.

Adriano Soares Borba - Goiânia / GO
Geiseane Lopes de Gois Santos - Salvador / BA
Graziela Oliveira - Santa Bárbara do Sul / RS
Julia Taeko Yano - Maringá / PR
Luis Fernando Pereira - Alvorada / RS

A FoxFilm e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

::.. FOX ..::

IMAGENS E CURIOSIDADES

NOTAS DA PRODUÇÃO

Há sete anos, o roteirista/diretor Brian Helgeland encontrou por acaso o termo “Devorador de Pecados” – uma pessoa que assumiria os pecados de outra pessoa morta. O ritual de devorar pecados, como Helgeland descobriu, envolvia a colocação de sal e pão no corpo do falecido, recitar um encantamento, e então ingerir o sal e o pão - e, portanto os pecados – para dentro da alma do DEVORADOR DE PECADOS.

A idéia fisgou a atenção de Helgeland, e ele ficou fascinado com as implicações e ramificações existentes no ato de devorar pecados. “DEVORADOR DE PECADOS surgiu durante a Idade Média quando a Igreja Católica era extremamente poderosa”, Helgeland explica. “Se você estivesse morrendo e tivesse sido excomungado e não pudesse receber a extrema-unção, mandariam um Devorador de Pecados, que era alguém que acreditavam ser capaz de absolver os pecados daquelas pessoas. Sua alma assumiria tais pecados diretamente”.

Helgeland viajou à Roma para pesquisar mais a fundo – o que incluiu uma reunião com o exorcista principal da cidade. Ainda que um Devorador de Pecados não seja um exorcista – e DEVORADOR DE PECADOS não é sobre exorcismo – Helgeland achou tal reunião particularmente interessante. “Descobri que existem exorcistas em Roma e New York”, diz. Outro padre ficou intrigado com a idéia do roteiro que sugere que, sem o Mal (algo que a Igreja sempre reluta em discutir) não há razão para a Igreja existir. “Todos os padres gostaram dessa parte”, Helgeland diz.

DEVORADOR DE PECADOS marca o reencontro de Helgeland e de Heath Ledger, Shannyn Sossamon e Mark Addy, que já haviam trabalhado juntos na bem-sucedida aventura medieval “Coração de Cavaleiro”.“Sempre me perguntam porque me reuni novamente com esse grupo”, Helgeland diz. “e eu sempre respondo que é pela mesma razão pela qual visito a mesma família nos feriados”.

Ledger, Sossamon e Addy re-organizaram suas agendas para poderem se juntar a Helgeland no set de filmagens. Ledger diz que, “Nos sentimos do mesmo jeito. Abraçamos qualquer oportunidade de trabalharmos com Brian, ou uns com os outros”.

Em DEVORADOR DE PECADOS, Heath Ledger é Alex, um padre em conflito que valoriza as tradições sagradas da Igreja contra os ataques da modernização. Shannyn Sossamon interpreta Mara, uma artista problemática com quem o padre divide um passado turbulento. Seu relacionamento os consume e gera uma paixão que rivaliza com o amor de Alex a Deus, ambos narrados em meio a uma atmosfera de mistérios inescrutáveis.

Mark Addy faz o papel Thomas, o melhor amigo de Alex, um colega espiritual de uma quase extinta irmandade, e parceiro nesta investigação. Benno Fürmann interpreta o papel de William Eden, o DEVORADOR DE PECADOS, enfastiado com séculos de ingestão de pecados e do conhecimento da maldade de pecadores, e agora abatido com a idéia da imortalidade. Peter Weller assume o papel do poderoso Cardeal Driscoll, em conflito com seus dogmas e assim, espelhando a dança perpetua entre o Bem e o Mal existente em nossas vidas.

Uma morte horrenda e intrigante faz com que essas diferentes personagens se encontrem em Roma, onde eles vivem em um mundo escondido em meio ao século 21. Alex, Mara e Thomas logo descobrem que este estranho fim tenha sido obra do DEVORADOR DE PECADOS. O trio de detetives amadores rapidamente se envolve no mistério tenebroso desse ser imortal, que se acreditava extinto há muito tempo. A estada deles na Cidade Eterna vai ficando cada vez mais complexa, assustadora e perigosa à medida que enfrentam dilemas morais e as aproximam da revelação de terríveis verdades que não deveriam ver a luz do dia.

Entre os horrores descobertos durante a investigação de DEVORADOR DE PECADOS, o relacionamento entre Alex e Mara se torna o centro da história de DEVORADOR DE PECADOS. Heath Ledger comenta: “Alex é dividido por dois amores infinitos e, de repente, lhe oferecem o mundo. Com tanto em suas mãos, como ele irá manter sua pureza?”.

Shannyn Sossamon nota que “Mara é desequilibrada, perturbada, e às vezes suicida. Contudo, a força maior que a move é seu amor por Alex, de forma que em última instância ele é passional, instintiva e corajosa. Acima de tudo, ela quer protegê-lo, ainda que não saiba bem do quê”.

A amizade de Alex com seu colega, o padre Thomas, também é um dos elementos principais da história. Mark Addy explica que Thomas e Alex, “são como dois padres rebeldes, que atuam de certa forma às margens da Igreja. Por causa de sua inabalável fé, ele não teme nada, nem mesmo a hierarquia da Igreja. Seu senso de humor o ajuda em varias situações, mas sua fé seu bom humor são implacavelmente testados quando ele Alex e Mara se prendem nessa teia inescrutável”.

Essa história audaciosa de Helgeland, que se move entre diferentes épocas e realidades, exigia a presença de duas personalidades cinematográficas excepcionalmente magnéticas. Uma delas para assumir o papel do DEVORADOR DE PECADOS, um belo e carismático homem de 600 anos, cujos poderes só rivalizam aqueles de um ser supremo. A outra era necessária para interpretar o papel-chave de um líder ambicioso que não deixará que nada o impeça de moldar a Igreja à sua visão e assim subir ao trono do poder religioso.

Helgeland convidou o conhecido ator alemão Benno Fürmann para o papel do DEVORADOR DE PECADOS. O diretor lembra que, “Logo que Benno apareceu na tela em ‘A Princesa e o Guerreiro,’ ao qual eu tive a sorte de assistir na hora certa, sabia que ele era nosso DEVORADOR DE PECADOS. Não havia dúvida alguma. É extremamente raro encontrar um ator que corresponda completamente à imaginação de um roteirista para um personagem. Mas estava tudo lá nos olhos incríveis de Benno”.

Fürmann diz que Eden, “Quando se tornou Devorador de Pecados séculos atrás, tinha a mais pura das intenções. Mas a alma de Eden e seu interior ficaram enfastiados pelo consumo da depravação e das riquezas daqueles que morriam, além do conhecimento carnal dos horrores do comportamento destes. Em algum momento no passar do tempo, algo ficou terrivelmente errado”.

Para o papel do Cardeal Driscoll, os produtores convidaram Peter Weller, ator americano mais conhecido por interpretar o personagem principal do famoso filme de ficção cientifica “ROBOCOP - O policial do futuro”.O ator vive no sul de Roma, tem Mestrado em História da Renascenças, e ensina na Universidade de Florença e tem aquilo que Helgeland chama de “paixão pela Igreja”, e assim era a escolha natural para o papel. Helgeland e o produtor Craig Baumgarten sabiam que Weller poderia ser tão forte e ameaçador quanto o personagem exigia. Driscoll, como os outros personagens principais, também enfrenta um dilema moral. “Eventualmente”, diz Weller, “sua nobre motivação justifica suas ações sem piedade alguma”.

Fonte: Fox Film do Brasil