VOLTAR BLOCO 36

 
   

DIÁRIOS DE MOTOCICLETA
GAEL GARCIA BERNAL & RODRIGO DE LA SERNA

Che Guevara (Gael García Bernal) era um jovem estudante de Medicana que, em 1952, decide viajar pela América do Sul com seu amigo Alberto Granado (Rodrigo de la Serna).

A viagem é realizada em uma moto chamada de Poderosa, que acaba quebrando após 8 meses. Eles então passam a seguir viagem através de caronas e caminhadas, sempre conhecendo novos lugares.

Porém, quando chegam a Machu Pichu, a dupla conhece uma colônia de leprosos e passam a questionar a validade do progresso econômico da região, que privilegia apenas uma pequena parte da população.

Vencedor do Oscar de Melhor Canção Original.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Walter Salles
Escritor: Jose Rivera

Baseado nos livros de Che Guevara e Alberto Granado

Gênero: Drama / História

Site Oficial: www.motorcyclediaries.net

Buena Vista Internacional

Título Original: The Motorcycle Diaries
Tempo: 128 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2004 - EUA
Recomendação: 14 anos

ELENCO

Gael García Bernal .... Che Guevara
Susana Lanteri .... Tia Rosana
Mía Maestro .... Chichina Ferreyra
Mercedes Morán .... Celia de la Serna
Jean Pierre Nohen .... Ernesto Guevara Lynch
Rodrigo de la Serna .... Alberto Granado
Gustavo Pastorini .... Passageiro
Jaime Azócar
Ulises Dumont
Facundo Espinosa

FICHA TÉCNICA

Produção .... Michael Nozik
Produção .... Edgard Tenenbaum
Produção .... Karen Tenkhoff
Fotografia .... Eric Gautier
Desenho de Produção .... Carlos Conti
Direção de Arte .... Laurent Ott
Figurino .... Beatriz de Benedetto
Figurino .... Marisa Urruti
Edição .... Daniel Rezende

PRODUTORAS

Southfork Pictures
FilmFour
Tu Vais Voir Productions
Senator Film Produktion GmbH

DISTRIBUIDORA

Buena Vista International

ERROS

1. No começo do filme vemos Alberto colocando o mapa em cima da mesa na tomada de longe, e vemos o garçom ao lado direito da tela passando por trás dele, depois do corte para a tomada em close, o garçom ainda está atrás de Alberto, mas do lado esquerdo da tela.

2. Logo depois Alberto faz o traçado no mapa indicando o percurso da viagem. Observe que a linha que ele faz no final do trajeto é quase reta, mas quando o mapa aparece novamente, esta linha é cheia de curvas.

3. Observe que o mapa que estava virado de frente para Guevara, aparece depois do corte virado ao contrário, de frente para Alberto.

4. Guevara e Alberto estão se despedindo de todos e um menino dá a bolsa para o irmão mais velho que a coloca no ombro e arruma, depois do corte quando a família é enquadrada e a mãe do rapaz está falando com Alberto, Guevarra está arrumando a bolsa novamente.

5. Ao ligar a moto, Guevara na tomada que mostra a família está se arrumando na moto e mexendo novamente na sua bolsa, mas em seguida ao corte na cena que focaliza a rua, ele aparece em outra posição, sorrindo e com o braço esticado se despedindo de todos.

6. Já com a namorada dentro do carro após o beijo, a moça se encosta no banco e começa a conversar com Guevara, Ernesto se aproxima colocando a mão no rosto dela, depois do corte a posição da mão está diferente e o cabelo dela que antes estava coberto pela mão, está para trás.

7. Eles estão indo embora da casa da namorada e se despedindo dela. Observe que a garota se afasta na tomada de perto, mas na tomada afastada ela ainda está com o braço no namorado.

ABSURDO:  8. Aos 0:18:00 aproximadamente quando os dois estão com a moto parada tentando consertá-la, vemos Alberto numa tomada bem de perto falando sobre o dinheiro que a namorada deu para comprar o maiô, e no reflexo do farol da moto podemos ver um membro da equipe de filmagem andando de um lado para o outro.

9. Na estação de trem depois de pegarem o pato, Alberto está tentando dar um pouco de água para o amigo, mas depois do corte ele já o está agasalhando com um casaco, e o cantil de água desapareceu.

10. A primeira vez que eles aparecem andando na neve, podemos perceber que a lente da câmera que os filma logo atrás deles, está molhada.

11. No mercado quando Guevara conversa com uma senhora sobre as ostras, podemos perceber que atrás deles existem pessoas observando a gravação da cena.

12. Ernesto recebe a carta provavelmente de despedida de sua namora e senta-se observando o mar. Logo a sua frente existe um barco vermelho que está de lado, mas ao chamar o amigo um segundo depois para irem embora, o barco é visto novamente só que agora em outra posição.

13. Alberto está conversando com a prostituta no barco e diz estar sem dinheiro. Ela está apoiada no corrimão com seu cotovelo esquerdo e bem curvada, mas em seguida ao corte ela já aparece ereta e sem o braço apoiado.

14. Ao chegar  em San Pablo no Peru, dia 8 de junho de 1952, na versão original e na dublagem para o português, podemos ver e ouvir a mesma marca de quilometragem, 10223km. Mas no texto traduzido para o português que aparece na tela, a indicação da quilometragem é de 10225km.

15. Logo depois de apagar a vela no aniversário de Guevara, o médico faz o agradecimento aos dois e está com um copo de bebida na mão direita. Na tomada de frente o copo está bem alto, com a boca na linha do nariz, mas na tomada de lado o copo está bem mais baixo com sua boca na altura do queixo.

16. Na despedida e no brinde de Ernesto, podemos perceber que a freira e a outra moça com quem Ernesto dançou, mostram-se exageradamente sorridentes com o ator Gael Garcia Bernal, como se o fato de estarem com o ator fosse a coisa mais importante na vida delas. Elas não estão representando sua felicidade no momento do filme, e sim sua felicidade pessoal.

17. Ernesto se despede das pessoas, vai até o barco, pega um pedaço de pau, pára e olha para todos. O cabelo dele neste momento está repartido e arrumado, mas depois do corte seu cabelo ainda repartido aparece todo desarrumado.

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES

Ganhou o Oscar de Melhor Canção Original ("Al Otro Lado del Rio"), além de ter sido indicado na categoria de Melhor Roteiro Adaptado. Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. Ganhou 2 prêmios no BAFTA, nas categorias de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Trilha Sonora. Recebeu ainda outras 5 indicações, nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Ator (Gael García Bernal), Melhor Ator Coadjuvante (Rodrigo de la Serna), Melhor Fotografia e Melhor Roteiro Adaptado. Recebeu uma indicação ao Cesar de Melhor Filme Estrangeiro. Ganhou 2 prêmios no Independent Spirit Awards, nas categorias de Melhor Revelação (Rodrigo de la Serna) e Melhor Fotografia. Foi ainda indicado na categoria de Melhor Diretor. Recebeu uma indicação ao European Film Awards de Melhor Filme Não-Europeu. Ganhou o Goya de Melhor Roteiro Adaptado. Ganhou o Prêmio Ecumênico do Júri, no Festival de Cannes. Ganhou o Prêmio do Público, no Festival de San Sebástian. Este é o primeiro filme dirigido por Walter Salles cuja língua predominante não é a portuguesa. O filme teve locações na Argentina, no Chile e no Peru. A canção "Al Otro Lado del Rio" foi a primeira cantada em espanhol a ser indicada ao Oscar.