VOLTAR BLOCO 10

 
   

OS DOZE CONDENADOS
LEE MARVIN, CHARLES BRONSON & ERNEST BORGNINE

Durante a 2ª Guerra Mundial Reisman (Lee Marvin), um major americano, tem a missão de treinar 12 soldados, que estão sentenciados à morte ou com sentenças de no mínimo 20 anos.

O objetivo do treinamento é uma missão quase suicida atrás das linhas inimigas, para destruir um QG nazista e provocar a maior destruição possível às vésperas do Dia D.

Os sobreviventes serão perdoados e reintegrados.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Robert Aldrich
Escritores: Nunnally Johnson & Lukas Heller

Baseado no livro de E.M. Nathanson

Gênero: Guerra / Ação

MGM

Título Original: The Dirty Dozen
Tempo: 150 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 1967 - USA
Recomendação: Livre

ELENCO

Lee Marvin .... Major John Reisman
Ernest Borgnine .... General Worden
Charles Bronson .... Joseph T. Wladislaw
Jim Brown .... Robert T. Jefferson
John Casavetes .... Victor Franco
Richard Jaeckel .... Sargento Clyde Bowren
George Kennedy .... Major Max Ambruster
Trini López .... Pedro Jiminez
Ralph Meeker .... Capitão Stuart Kinder
Robert Ryan .... Coronel Everett Dasher Breed
Telly Savalas .... Archer J. Maggott
Donald Sutherland .... Vernon L. Pinkley
Clint Walker .... Samson Posey
Robert Webber .... General Denton
Tom Busby .... Milo Vladek
Ben Carruthers .... Glenn Gilpin
Stuart Cooper .... Roscoe Lever
Robert Phillips .... Carl Morgan
Colin Maitland .... Seth K. Sawyer
Al Mancini .... Tassos R. Bravos
George Roubicek .... Arthur James Gardner
Thick Wilson .... Capitão Haskell

FICHA TÉCNICA

Produção .... Kenneth Hyman
Música .... Frank De Vol
Fotografia .... Edward Scaife
Direção de Arte .... William Hutchinson
Edição .... Michael Luciano

PRODUTORAS

Metro-Goldwyn-Mayer
Seven Arts Productions
MKH

DISTRIBUIDORA

Metro-Goldwyn-Mayer

ERROS

1. Lee Marvin leva um tiro no ombro direito enquanto está dirigindo o halftrack. Ele coloca sua mão no ferimento quase que deixando-a totalmente suja de sangue. Porém, em outra tomada do lado de fora e de trás do caminhão, mostram sua mão limpa.

2. Quando Donald Sutherland está fingindo ser um General incógnito que inspeciona as tropas, você pode ver um helicóptero um pouco longe acima das cabeças dos soldados. O problema é que na Segunda Guerra Mundial, quando os helicópteros eram testados, era muito improvável você ver um em serviço.

3. Quando Wladislaw (Charles Bronson) usa uma arma com silenciador para eliminar os alemães, a arma utilizada é uma Beretta modelo 950, lançada apenas em 1950 e produzida nos calibres 6,35mm (950-B) e .22 curto (950 propriamente dita). A mesma arma foi produzida também no Brasil pela Beretta até 1979 (ano em que a Taurus adquiriu a filial brasileira da Beretta) e depois pela Taurus, com o nome de PT-51. (Contribuição de Erick Tamberg - Fã de Carteirinha)

4. Combinando alguns diálogos de diferentes trechos do filme percebe-se um desencontro de datas. Na prisão, Lee Marvin fala a um condenado que estão no mês de março de 1944. Mais adiante, quando o comando planeja cancelar a operação, Lee Marvin reclama ter gasto seis meses treinando seus homens (estariam, portanto, em setembro de 1944). Só que, quando a operação é executada, um oficial alemão comenta após ouvir o grito da mulher rendida por Telly Savalas: "Seria tensão pré-invasão?" Como a referida Invasão (o dia D) ocorreu em 06 de junho de 1944, conclui-se que a operação retratada no filme foi levada a cabo antes desta data. (Contribuição de Erick Tamberg - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES

Ganhou o Oscar de Melhores Efeitos Sonoros, além de ter sido indicado em outras 3 categorias: Melhor Ator Coadjuvante (John Cassavetes), Melhor Edição e Melhor Som. Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro, na categoria de Melhor Ator Coadjuvante (John Cassavetes).