Veja o erro absurdo que encontramos.

  • Esta cena é do filme "O TROCO" com um elenco de peso, MEL GIBSON, MARIA BELLO, GREGG HENRY, BILL DUKE, LUCY LIU, KRIS KRISTOFFERSON & JAMES COBURN, e conta a história de Porter (Mel Gibson) e Val Resnick (Gregg Henry) que assaltam uma gangue de chineses e roubam 140 mil dólares. Porter se dá por satisfeito, apesar de esperar entre 350 mil e meio milhão de dólares, mas Val não, pois precisava de 130 mil dólares para saldar suas dívidas e ser aceito na "Organização". Assim, com a ajuda de Lynn (Deborah Unger), a esposa de Porter, Val o trai, e Porter é baleado e dado como morto. Mas após algum tempo ele reaparece, decidido a receber os 70 mil dólares da sua parte, mesmo que para isto tenha de enfrentar toda a "Organização". Mas existe uma forte possibilidade que ele morra tentando, e nesta louca tentativa conta apenas com Rosie (Maria Bello), uma garota de programa bastante exclusiva com quem tinha se envolvido, quando era seu segurança e motorista. Sua vingança está apenas começando, e quem se meter em seu caminho, sofrerá as conseqüências. Quando se mata alguém, tenha certeza de ele está morto, se não...

  • O filme é repleto de erros, mas este que selecionamos para você é realmente absurdo.

  • Que absurdo...

  • ABSURDO: - ERRO 1 - O erro é o seguinte: Porter (Mel Gibson) rouba um distintivo de um policial negro. Quando ele o segura em sua mão, logo após roubá-lo, aparece o número dele, não aparece por completo, mas conseguimos ver que ele é formado por quatro dígitos, e o último é bem visível, o número 6 (??86). Quando os agentes da corregedoria vão interrogar os dois policiais corruptos, o distintivo é mostrado ao policial negro dentro de um saco plástico. O mesmo distintivo que Porter plantou na cena de um crime (O Assassinato de seu parceiro ) para tentar incriminar o policial. O detalhe é que o policial reconhece o distintivo. Só que não é o mesmo distintivo que Porter roubou dele. Houve um erro nas filmagens em usar dois distintivos diferentes para um mesmo policial. Desta vez todos os números aparecem, os quatro, e conseguimos ver que o final não é mais o 6, é o 7 (3887), ou seja, o policial negro é inocente, hehehe, mudamos a história.

 

ERRO 1

Falhinha

Cakos

Veja mais erros do filme "O TROCO"