VOLTAR BLOCO EXCLUSIVO 3

 
   

EU, ROBÔ
WILL SMITH

Will Smith estrela este filme de ação inspirado pela clássica coleção de contos de Isaac Asimov, e é levado à tela grande pelo visionário e dinâmico diretor Alex Proyas (Cidade das Sombras, O Corvo).

No ano 2035, robôs são um eletrodoméstico presente em todas as residências, e todos confiam neles, exceto um detetive levemente paranóico (Smith) que investiga um crime que ele acredita ter sido perpetrado por um robô.

O caso o leva a descobrir uma ameaça muito mais aterrorizante à raça humana.

Eu, robô usa efeitos visuais espetaculares e de vanguarda para dar vida ao mundo dos robôs.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Alex Proyas
Escritor: Jeff Vintar & Akiva Goldsman

Baseado no livro de Isaac Asimov

Gênero: Sci-Fi / Thriller / Ação / Policial

Site Oficial: http://foxfilm.terra.com.br/filme.php?id_filme=485

Fox Films do Brasil

Título Original: I, Robot
Tempo:  min
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2004 - EUA - Lançamento Nacional dia 04 de agosto de 2004.
Recomendação:
14 anos

ELENCO

Will Smith .... Del Spooner
Bridget Moynahan .... Susan Calvin
Alan Tudyk .... Sonny
James Cromwell .... Dr. Alfred Lanning
Bruce Greenwood .... Lawrence Robertson
Adrian Ricard .... Granny
Chi McBride .... Tenente John Bergin
Jerry Wasserman .... Baldez
Fiona Hogan .... V.I.K.I.
Peter Shinkoda .... Chin
Terry Chen .... Chin
David Haysom .... NS4 Robô
Scott Heindl .... NS5 Robô
Sharon Wilkins .... Mulher
Craig March .... Detetive
Kyanna Cox .... Garota
Nicola Crosbie .... Âncora da TV
Emily Tennant .... Garorta Jovem
Angela Moore .... Esposa
Marrett Green .... Repórter

FICHA TÉCNICA

Produção .... John Davis
Produção .... Topher Dow
Produção .... Wyck Godfrey
Produção .... Laurence Mark
Música .... Marco Beltrami
Fotografia .... Simon Duggan
Edição .... Shawn Broes
Edição .... William Hoy
Edição .... Richard Learoyd
Edição .... Armen Minasian
Desenho de Produção .... Patrick Tatopoulos
Direção de Arte .... Chris August
Direção de Arte .... Helen Jarvis
Figurino .... Liz Keogh
Figurino .... Elizabeth Palmer
Figurino .... Lizzie Palmer
Efeitos Especiais .... Digital Domain
Efeitos Especiais .... Patrick Tatopoulos Design Inc.
Efeitos Especiais .... Weta Digital Ltd.

PRODUTORAS

20th Century Fox
Davis Entertainment
Laurence Mark Productions
Canlaws Productions
Overbrook Entertainment

DISTRIBUIDORAS

Twentieth Century Fox Film Corporation
20th Century Fox
Fox Filmes do Brasil
Fox-Warner
Gemini Film
Hispano Foxfilms S.A.E.
UGC-Fox Distribution (UFD)

ERROS

1. Quando Spooner escapa com o gato, ele se molha quando cai na fonte, mas logo depois, suas roupas aparecem secas na próxima cena, quando ele chega na casa de Calvin.

2. As marcas feitas por Sonny na mesa durante o interrogatório, desaparecem depois nas outras cenas.

NOVO ERRO 3. Quando o personagem do Will Smith está conversando com o tenente, eles estão em um bar conversando e a câmera alterna do Spooner para o delegado enquanto eles conversam, uma hora em que a câmera focaliza o Spooner, aparece ao fundo, e bem ao fundo mesmo, uma mulher vindo em direção a eles e que irá passar por trás deles, mas ela ainda esta longe, e quando a câmera volta para o tenente, a mulher já passa por ele e segue adiante. Mas seria impossível ela ser tão rápida em pouco tempo. (Contribuição de Cristiano Monteiro de Almeida - Fã de Carteirinha)

4. No começo do filme vemos o amigo de Spooner caído no chão e morto. Observe que da altura de onde ele caiu, seu corpo deveria estar muito mais mutilado e quebrado.

5. O robô Sony não é tão pesado para fazer o estrago que fez quando caiu no chão. Ele não poderia provocar aquela rachadura mostrada no filme.

6. Na sala de interrogatório, podemos perceber que a cadeira desaparece entre os cortes, voltando a aparecer depois.

7. Sponner vai com seu carro até a casa do amigo que vai ser demolida. Observe que a porta do carro está aberta quando ele desce e logo depois começa a se fechar, mas depois do corte a porta já está completamente fechada.

8. O robô de demolição faz um barulho enorme quando é ativado, e mesmo com o total silêncio dentro da casa, Spooner não escuta nada.

9. Depois da demolição da casa, o carro de Spooner mesmo parado na frente, não sofre nenhum arranhão.

10. Eles sobem 2880 degraus, mas não demonstram estar nem um pouco cansados.

11. No final do filme, o robô V.I.K.I. é desligado por causa dos nano-robôs, mas os outros robôs que estavam programados com aquela luz vermelha de destruição, não são desligados ao mesmo tempo, e sim um depois do outro, o que não deveria acontecer já que todos usavam o a mesma conexão com V.I.K.I. (Virtual Interactive Kinetic Intelligence)

12. Na mesma cena onde Will Smith conversa com o tenente, um pouco mais para frente uma pessoa passa por trás do delegado, e quando a câmera volta para o Spooner, a pessoa deveria passar por ele, mas não acontece, e a câmera volta para o delegado, volta para o Spooner, e só então a pessoa passa, ou seja, demorou absurdamente para o pessoa dar 2 ou 3 passos. (Contribuição de Cristiano Monteiro de Almeida - Fã de Carteirinha)

13. Se a V.I.K.I. foi tomada por aquele vírus e parou de funcionar, como é que "ela" fez upload para todos os SD5 voltarem à "personalidade normal"? (Contribuição de Fábio Henrique - Fã de Carteirinha)

14. O filme se passa no ano de 2035, em Chicago, onde a população hoje é de 2,8 milhões de pessoas e tende a subir mais de 3% ao ano, e que provavelmente daqui a 30 anos tenha o dobro da população, então como Spooner (Will Smith) consegue andar num túnel sem pegar um engarrafamento, ou pelo menos um trânsito básico! Se o futuro for assim eu vou adorar! (Contribuição de Yesus Silva - Fã de Carteirinha)

15. Observe o sapato esquerdo do Dr. Alfred Lanning quando o corpo dele está no saguão do prédio, ele aparece primeiro perpendicular ao pé direito e próximo ao corpo, depois distante do corpo na mesma posição e depois próximo ao corpo em posição paralela. (Contribuição de Antonia Cléia de Mesquita Carvalho - Fã de Carteirinha)

16. Na sala de interrogatório, Spooner deixa a pasta que ele trazia as fotos em cima da mesa, e numa das vezes que ela aparece está com uma espécie de abotoadura levantada. (Contribuição de Antonia Cléia de Mesquita Carvalho - Fã de Carteirinha)

17. Quando Spooner está bebendo com o delegado, resolve ir embora e paga a conta passando o cartão numa máquina, pagando inclusive a bebida do delegado, sem que ele ou o garçom robô tenham computado o valor, e a máquina cobra a conta. (Contribuição de Antonia Cléia de Mesquita Carvalho - Fã de Carteirinha)

18. Na cena em que vão colocar os nano robôs em Vicky, Spooner demonstra medo de altura dizendo para si mesmo para não olhar para baixo. Logo depois chegam os robôs e ele pula, atira e luta sem se importar com a altura. Como pôde ter criado coragem tão rápido? (Contribuição de Alan Rodrigo - Fã de Carteirinha)

19. Na perseguição a Sonny ele se esconde entre os robôs e ficam 1001 robôs no deposito. Como as fileiras estão iguais sendo que 1001 é um numero ímpar e seria facilmente perceptível um robô fora do alinhamento. (Contribuição de Xorão - Fã de Carteirinha)

20. Na cena em que Will Smith vai até a casa do doutor e lá encontra um Robô programado para iniciar a demolição as 8:00 AM, cujo horário é mudado depois para as 8:00 PM, fica a seguinte dúvida: Se todos os robôs respeitavam as tais leis, porquê ele continuou a destruir a casa mesmo depois de perceber que tinha um humano dentro dela? (Contribuição de Alexandre Chinarelli - Fã de Carteirinha)

21. A mulher fala que o combustível usado nos carros do futuro não explode, mas logo depois no túnel, os caminhões explodem na colisão. (Contribuição de Stephani Brunetti - Fã de Carteirinha)

22. Quando Spooner está na casa da doutora, ele aparece segurando o copo com a mão direita, depois do corte, ele já aparece segurando o copo com a mão esquerda. (Contribuição de Davi Santos - Fã de Carteirinha)

23. Na Cena em que Will Smith, Bridget Moynahan e Bruce Greenwood atuam em conjunto, em um clímax de decisão da morte do robô Sonny, podemos ver uma bela paisagem atrás do presidente da empresa, durante a conversa. Bem, esta paisagem aparece e desaparece (dando lugar a um céu azul limpo) mesmo sem mudar a posição da tomada, acontecendo isso várias vezes. (Contribuição de Rodrigo Deren Destefani - Curitiba / PR - Fã de Carteirinha)

24. Na metade do filme, na cena em que Sponner volta para a USR e vai para a sala onde está a Doutora e o robô, em que logo em seguida entra dois guardas e o levam para a sala do Presidente da USR para ali conversarem e no momento que Sponner se exalta batendo na mesa, os um dos guardas o pegam pelo braço e Sponner aperta com força a mão do guarda que está a sua direita quase quebrando e em seguida diz a ele para por gelo no pulso. No momento que ele está saindo do elevador logo após sair da sala, os dois guardas estão acompanhando Sponner, e ao chegar no térreo Sponner diz ao guarda, que quer saber em qual hospital que ele vai para poder assinar o gesso, só que o guarda com o qual ele fala não é o mesmo da primeira cena, somente o que está a sua esquerda fez a primeira cena, só que não foi o que teve a mão apertada. (Contribuição de Edimilson - Fã de Carteirinha)

25. Na cena em que Spooner está no escritório procurando o assassino, o robô sai de uma caixa, dá um pulo, chuta a arma, dá um mortal e só depois disso tudo é que a arma cai no chão perto do robô. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

26. Na mesma cena a arma que deveria simplesmente cair no chão aparece deslizando no chão. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

27. Quando Spooner está no bar bebendo cerveja, o robô garçom trás duas cervejas, mas como ele sabia que o Tenente estava chegando e ia tomar cerveja? (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

28. Na mesma cena Spooner abre a cerveja e coloca a tampa ao lado da outra em cima do balcão, mas quando sai as tampas estão em lugares diferentes. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

29. Spooner está na casa da avó e ela o leva até a porta quando ele vê o robô lá. Observe os óculos dela que mudam de posição sem que ela os arrume. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

30. Não vemos nenhum outo carro no túnel na cena de perseguição dos dois caminhões, o que seria praticamente impossível. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

31. Na mesma cena o vidro do carro de Spooner é quebrado do lado do motorista e depois do lado do passageiro, mas em seguida é quebrado novamente do lado do passageiro. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

32. Após a perseguição Spooner está sangrando na boca, mas quando o robô o ataca, o sangue sumiu. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

33. No final do filme Sponner pula de uma passarela para a outra, só que ele deveria cair de lado, mas ele cai numa posição que seria impossível. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

34. Na destruição de V.I.K.I. Susan deveria ter se machucado, mas isto não acontece. (Contribuição de Roberto Junior - Fã de Carteirinha)

35. Quando Spooner está sentado no bar tomando cerveja com o tenente, o garçom trás uma garrafa de cerveja cheia, mais quando ele dá um golinho apenas, vemos que na outra cena a garrafa está quase que vazia. (Contribuição de Marcio J.Con1 - Açailândia / MA - Fã de Carteirinha)

36. Na sala da empresa NS5, quando o robô Sony aponta a arma para Spooner, e depois de todo aquele acontecimento, ele atira para matar em um robô NS5 com o braço "DIREITO", mais depois quando ele entrega a "ARMA" para a Doutora, ele o faz com a mão esquerda. (Contribuição de Marcio J.Con1 - Açailândia / MA - Fã de Carteirinha)

37. Perto do final do filme, Will Smith dá a arma para a doutora e sai de moto. Ele solta a moto e cai em cima de um carro, depois, tenta salvar o rapaz, e então a mulher pega a arma e atira em um robô. Os erros são os seguintes: Quando ele deixa a mulher com a arma e vai de moto, ele anda um certo pedaço e depois larga a moto, enquanto isto a mulher aparece e atira no robô. Como a mulher conseguiu chegar tão rápido, fazendo a pé, o caminho que ele fez de moto? (Contribuição de Diego Domingues - Fã de Carteirinha)

38. Quando ele larga a moto no ar, e cai em cima de um carro, os vidros do carro caem, mas se percebe claramente que o impacto que ele fez ao cair no carro, foi leve, parece que os vidros já estavam meio soltos, só esperando o pulo de Spooner. (Contribuição de Diego Domingues - Fã de Carteirinha)

39. No momento em que o Detetive Spooner descreve o acidente na estrada para a psicóloga da USR, ele diz que a garota Sarah estava no banco traseiro do carro, mas observa-se na cena que a garota estava sim, ao lado do motorista. (Contribuição de Walber Vaz Soares - Fã de Carteirinha)

ERROS REMOVIDOS

ANTIGO ERRO 7. Quando o sargento está conversando com Spooner no bar, podemos ouvi-lo chamar Sponner pelo nome do ator, Will. --> Ele não chama o detetive Spooner pelo nome do ator (Will), e sim usa o auxiliar de futuro do inglês (will / going to). ele diz "...I will..." em português: "Eu vou", nesse caso. (Contribuição de Carlos Alberto Kochhann dos Santos e Eduardo Luiz Da-Ré - Fãs de Carteirinha)

ANTIGO ERRO 10. No túnel, os robôs quebram todos os vidros do carro de Spooner, mas quando o carro capota ainda percebermos que os vidros ainda se quebram com o acidente. --> Ainda existiam vidros no carro. (Contribuição de Rafael Macal - Fã de Carteirinha)

OBSERVAÇÕES

A) ANTIGO ERRO 3. É sabido que o Sonny foi feito de uma liga densa por um propósito. E na cena correta esclareceu-se o propósito. Com um material mais forte, Sonny, aquele certo robozinho foi capaz de desviar das vontades de V.I.K.I.. Tudo perfeito se não fosse por um detalhe: O Sonny da cena dos nano-robos, não é o mesmo Sonny da liga mais densa. Caso não lembrem, ele foi trocado. A Dra. Calvin, depois de sacrificá-lo mesmo admite “eu o descarreguei num robô inacabado do estoque. Na verdade, eu matei uma carcaça”. Portanto, a cena dos nano-robos não faz sentido. Muito absurdo. (Contribuição de Felipe Eduardo - Brasília / DF - Fã de Carteirinha) --> Ao contrário do que está acima, os robôs NÃO FORAM trocados pela Dra. Calvin. e ela NUNCA disse “eu o descarreguei num robô inacabado do estoque. Na verdade, eu matei uma carcaça” e sim, "TROQUEI por um NS-5 não terminado. Matei uma carcaça". O que pode ser comprovado inclusive no momento da morte do robô substituto que tinha olhos castanhos e não azuis como o de Sonny. A troca não implicava em transferência do "cérebro" de Sonny para a carcaça a ser destruída. A Dra. Calvin apenas escondeu Sonny fora do alcance do monitor do dono da USR para simular a execução. Portanto, o Sonny não trocou de corpo. A cena é, ao contrário do que ele afirma, totalmente necessária pois apresenta os nanorobôs e sua função bem como guarda o elemento surpresa que é o reaparecimento de Sonny mais a frente. Por isso a cena não tem nada de absurdo. (Contribuição de Kátia Damasceno de Souza - Fã de Carteirinha), (Andrea G. dos Santos - São Paulo / SP - Fã de Carteirinha), (Paulo Sato - Fã de Carteirinha)

B)  O nome USR (US Robotics) foi criado no início da década de 50 por Isaac Asimov no seu livro "Eu, Robô", e depois foi utilizado por uma empresa americana fundada na década de 70, que produz placas para comunicação entre microcomputadores em rede. Portanto, o filme acaba se tornando uma super-propaganda para essa empresa. (Contrbuiçaõ de Gabriel, Mariana e Renato Lazzari - Fãs de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A Fox Films e o Falha Nossa convidaram você a não virar uma máquina!
Eles mandaram um e-mail respondendo: Você acha que um Robô seria capaz de cometer um assassinato?
E concorreram a prêmios exclusivos do filme. Confira os prêmios e o Resultado.

1º ao 15º lugar
1 par de ingressos e 1
porta-retrato magnético exclusivo do filme.

Amarilton Gonçalves - Belém / PA
Ana Silvia Torrreiro - Belo Horizonte / MG
Casemiro Kossovski - Curitiba / PR
Felipe Gravena Dias - Campinas / SP
Fernanda Priscila Roldão da Silva - Andirá PR
Fernando Stefan Fajngold - Rio de Janeiro / RJ
Geovani Schneider - Nova Petrópolis / RS
Jana Peters Garcia Buriche Coutinho - Rio de Janeiro / RJ
Julio Cesar Florencio dos Reis - Curitiba / PR
Maria José Ribas da Silva - Campo Grande / MS
Marjorie Viana Ribeiro - São Paulo / SP
Regina Vares - São Paulo / SP
Silvio Epaminondas Rodrigues - Brasília / DF
Tacito Rodrigues Meiro - Porto Alegre / RS
Tatiana Haas - Curitiba / PR

Os ganhadores de Curitiba deverão retirar seus brindes.

A Fox Films e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

::.. FOX ..::

IMAGENS E CURIOSIDADES

 
Clique nas imagens para ampliar.