VOLTAR BLOCO 18

 

 
 

FOMOS HERÓIS 
MEL GIBSON, MADELEINE STOWE, GREG KINNEAR & SAM ELLIOTT

Pais, irmãos, maridos e filhos.

O filme é sobre a visão de 2 soldados que estiveram na 1ª batalha entre os EUA e as tropas do Vietnã do Norte. Harold Moore, um comandante dos EUA, e Joseph Galloway, um repórter, descrevem os eventos que mataram 400 soldados americanos.

A história da primeira principal batalha da fase americana da Guerra do Vietnã e os soldados em ambos os lados que lutaram nela.

Poderoso e comovente, mas não é um filme para todo mundo porém.

Em plena Guerra do Vietnã, o tenente-coronel Hal Moore (Mel Gibson) e mais 400 integrantes do exército norte-americano, todos da elite de combate, são cercados por 2000 soldados vietnamitas. A batalha que se segue a partir de então se torna uma das mais sangrentas da história militar norte-americana, fazendo com que posteriormente o lugar onde ela ocorreu seja conhecido como o Vale da Morte.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Randall Wallace
Escritor: Randall Wallace

Baseado no livro de Harold G. Moore & Joseph L. Galloway

Gênero: Ação / Drama / Guerra

Site Oficial: www.weweresoldiers.com

Europa Filmes

Título Original: We Were Soldiers
Tempo: 138 min
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2002 - USA
Recomendação: 14 anos

ELENCO

Mel Gibson .... Tenete Coronel Hal Moore
Madeleine Stowe .... Julie Moore
Greg Kinnear .... Maj. Bruce Crandall
Sam Elliott .... Sgt. Maj. Basil Plumley
Chris Klein .... 2nd Tenente Jack Geoghegan
Keri Russell .... Barbara Geoghegan
Barry Pepper .... Joe Galloway
Don Duong .... Tenente Coronel Nguyen Huu An
Ryan Hurst .... Sgt. Ernie Savage
Robert Bagnell .... 1st Ten. Charlie Hastings
Marc Blucas .... 2nd Ten. Henry Herrick
Josh Daugherty .... Spec. 4 Bob Ouellette
Jsu Garcia .... Capt. Tony Nadal
Jon Hamm .... Capt. Matt Dillon
Clark Gregg .... Capt. Tom Metsker
Desmond Harrington .... Spec. 4 Bill Beck

FICHA TÉCNICA

Produção .... Bruce Davey
Produção .... Stephen McEveety
Produção .... Randall Wallace
Música .... Nick Glennie-Smith
Fotografia .... Dean Semler
Desenho de Produção .... Thomas E. Sandler
Direção de Arte .... Daniel T. Dorrance
Direção de Arte .... Kevin Kavanaugh
Direção de Arte .... James F. Truesdale
Figurino .... Michael T. Boyd
Edição .... William Hoy
Efeitos Especiais .... Digital Domain

PRODUTORAS

Icon Entertainment International
The Wheelhouse

DISTRIBUIDORAS

Paramount Pictures

Europa Filmes

ERROS

1. No fim do filme, na última cena de briga, você vê alguém carregando o NVA. Logo depois o helicóptero atira para baixo e mata todos os inimigos. A arma que eles usam, atiram 6.000 balas por minuto que não era usado no Vietnã em 1965, só em 1967.Erros do site www.falhanossa.com

2. Quando o soldado vietnamita tenta atingir Mel Gibson, ele se move conseguindo tempo para atirar na cabeça do inimigo. O soldado estava correndo e cai morto na frente de Mel Gibson de cara no chão. No fim, outro soldado que confere os corpos, acha o soldado vietnamita, só que agora ele está com a cabeça virada para cima, sem o capacete e sem a marca da ferida de bala na cabeça.

3. O helicóptero não tem nenhum buraco de bala no seu pára-brisa. Contudo, os outros lugares do helicóptero estão cheios de marcas de balas. Este vidro deve ser bom mesmo.

4. No campo de batalha quando Mel Gibson conversa pela primeira vez com o repórter, há corpos de homens mortos alinhados no chão. Você pode ver um desses corpos mortos respirando claramente.

5. Na cena logo depois da Sra. Moore entregar os primeiros telegramas, o Tenente Coronel Moore se ajoelha ao lado de vários soldados mortos. Pelo menos um deles aparece respirando.

6. Na cena onde Mel Gibson está de pé e só, esperando pelo ônibus no aeródromo no meio da noite, as câmeras fazem um  close-up da face dele, e por cima do ombro você pode ver uma luz estroboscópica azul da polícia. Estas luzes não existiam em 1965, elas só foram inventadas em 1990. Erros do site www.falhanossa.com

7. Durante a cena onde o operador cinematográfico está ajudando a levar o soldado queimado, ele agarra as pernas do homem ferido. A pele da perna e o músculo deslizam até os tornozelos dele, expondo o osso devido à severidade da queimadura. Logo depois, o operador cinematográfico aparece levando o homem ferido e as pernas dele estão pretas, mas não há nenhum osso aparecendo.

8. Quando o repórter acha Jimmy meio queimado do napalm, Jimmy está se contorcendo no chão. O problema é que as roupas dele não estão queimando, o chão ao redor dele não está chamuscado, e Jimmy não pode obviamente se mover de qualquer forma.

9. Em uma das cenas finais, o sargento da NVA tem a bandeira americana na sua mão e ela está parada. Mas quando ele repõe isto no poste, ela está ondulando de um modo violento.

10. Vários soldados são mortos na batalha, e Mel Gibson está rezando em cima deles, você pode ver que os soldados caídos estão respirando. (Contribuição também de Claudio I. Rodrigues Junior - Fã de Carteirinha)

11. Durante a luta mais intensa, Mel Gibson pede ajuda. São mostrados vários soldados da NVA correndo e com proteções nos rostos. Esta é a única vez que você vê isto, e a única razão para eles estarem usando aquilo, é para proteger os atores de queimaduras. 

12. Ao longo deste filme, o diretor mostra os soldados inimigos que voam longe quando são atingidos por uma bala M-16. A bala M-16 é basicamente uma bala de calibre .223, só que mais rápida, e ela não tem força para jogar o inimigo como mostrado no filme. Elas são projetadas para penetrar e não para jogar o inimigo longe. Sou fuzileiro naval, e o calibre que eu conheço para este tipo de armamento é o 5.56mm. (Contribuição de Charles P. Piñon - Fã de Carteirinha) --> Bem, ambos estão certos. Também sou fuzileiro, enquanto o site dá medidas em polegadas, o Pinõn dá medidas em mm, que é o padrão das tropas da ONU. (Contribuição de Glaucio Rodrigues - Fã de Carteirinha)

Gostaríamos de agradecer a participação do Piñon e do Glaucio, pelas informações prestadas aqui. Este tipo de atitude só provê o site de dados mais precisos, alimentando todos nós de maior conhecimento.

13. Parece-me que alguns helicópteros usados no filme, não eram da época da Guerra do Vietnã em 1965. Aqueles modelos têm 2 janelas na porta do compartimento de tropa que parecem maiores do que as usadas na época. --> Os Helicópteros UH-1 “ HUEY” com as portas maiores, com duas janelas, são os modelos 205 que entraram em serviço em 1963 e foram usados em durante toda a Guerra do Vietnam para “MEDVAC” (Retirada dos feridos) e”Slick”transporte de tropas (12 homens mais 2 tripulantes) os modelos menores são os 204 com portas menores usados como “GUNSHIP”, Helicóptero com armamento mais pesado para apoio, cobertura e ataque. (Contribuição de Nilton Ueda - Fã de Carteirinha)

14. No filme eles usaram um tipo de truque para dar um ar árido, um jeito estranho para a guerra. Mas na hora que Mel Gibson se abaixa, dá para ver que a imagem volta do jeito normal, sem truque. Depois que sobe, eles colocam o truque de novo. (Contribuição de Antonio Carlos Sandoval Pedro - Jataí / Go - Fã de Carteirinha)

15. De fato, como o Sgt Plumley comenta com o Ten.-Cel Moore, o M-16 é, em 1965, uma arma ainda nova no Exército norte-americano. Ocorre que a arma que é utilizada por todos os soldados norte-americanos no filme é o fuzil M-16 A1, o qual é uma versão aperfeiçoada dos primeiros exemplares, facilmente identificável pelo botão auxiliar de fechamento do ferrolho (uma tecla grande, acionável pelo polegar direito do usuário), o qual foi acrescido nos exemplares posteriores com a finalidade de forçar o fechamento do ferrolho caso isto não ocorresse devido a excesso de sujeira na arma, falha esta comum de acontecer nos primeiros exemplares utilizados no Vietnam. Conseqüentemente, era comum que os soldados norte-americanos preferissem utilizar os fuzis AK-47 capturados do inimigo, coisa que não se vê neste filme. (Contribuição de Erick Tamberg e Elisário Júnior - Fãs de Carteirinha) --> O modelo AR15 foi adotado pelas forças armadas americanas como M16 em 1963. o M16A1 foi adotado em 1967. (Contribuição de Md alexandre - Fã de Carteirinha)

16. Numa das últimas cenas do filme, quando o Coronel Moore manda os soldados colocarem a baioneta, depois sai atirando em dois soldados vietnamitas que estavam escondidos numa moita. Podemos ver que quando a bala entra num deles, sai um plástico vermelho como se fosse sangue do furo da bala, e esse plástico ainda cai no corpo do soldado. (Contribuição de Valério)

17. Na cena em que Mel Gibson se encontra com o jovem tenente na capela, quando eles começam a conversar percebe-se que quando a câmera mostra a pulseira do soldado, que seu relógio está com os ponteiros parados, isso é mostrado mais que uma vez. (Contribuição de Everton - Guaxupé / MG - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES