VOLTAR BLOCO 9

VOLTAR PARA CINEMA 2004

 
   

HANNIBAL
ANTHONY HOPKINS, JULIANNE MOORE & RAY LIOTTA

Hannibal Lecter (Anthony Hopkins) está de volta nesta seqüência do premiado "O Silêncio dos Inocentes".

Sete anos se passaram desde que o Dr. Hannibal Lecter (Anthony Hopkins) escapou da prisão. O múltiplo homicida agora trabalha na biblioteca de uma família nobre de Florença e transita livremente pela Europa.

A agente do FBI Clarice Sterling (Julianne Moore), que entrevistou o Dr. Lecter antes que ele fugisse do hospital de segurança máxima para criminosos insanos, nunca esqueceu o assassino, cuja voz ainda atormenta seus sonhos.

Mas também Mason Verger (Gary Oldman) não se esqueceu de Hannibal. Vítima que conseguiu sobreviver ao ataque do psicopata e ficou terrivelmente desfigurado, Verger se torna um obcecado pela vingança e percebe que, para fazer com que o Dr. Lecter seja descoberto, terá que usar como isca a própria Clarice Sterling.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Ridley Scott
Escritores: David Mamet & Steven Zaillian

Baseado no livro de Thomas Harris.

Gênero: Suspense

Site Oficial: www.mgm.com/hannibal

Universal

Título Original: Hannibal
Tempo: 131 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2001 - EUA
Recomendação: 16 anos

ELENCO

Anthony Hopkins .... Hannibal Lecter
Julianne Moore .... Clarice Sterling
Gary Oldman .... Mason Verger
Ray Liotta .... Thomas Krendler
Giancarlo Giannini .... Rinaldo Pazzi
Francesca Neri .... Allegra Pazzi
Diane Baker .... Senadora Ruth Martin
Boyd Kestner
Ivano Marescotti

FICHA TÉCNICA

Produção .... Dino de Laurentiis
Produção .... Martha Schumacher
Música .... Hans Zimmer
Fotografia .... John Mathieson
Direção de Produção .... Norris Spencer
Direção de Arte .... David Crank
Figurino .... Janty Yates
Edição .... Pietro Scalia
Efeitos Especiais .... Mill Film
Efeitos Especiais .... Keith Vanderlaan's Captive Audience Productions

PRODUTORAS

Universal Pictures
MGM
Dino de Laurentiis Productions

DISTRIBUIDORAS

MGM
Universal Pictures

ERROS

1. Quando Clarice está escutando as fitas da conversa dela com Lecter do primeiro filme, Lecter diz algo sobre a Ilha de Antraz. Só que no primeiro filme ele nunca fala isso.

2. Porque o helicóptero não vai direto para a casa para tentar prender Lecter ? Não seria mais prático do que ficar junto com os carros de polícia?

3. O cabelo de Clarice na cena do refrigerador muda.

4. As dobras da carta de Lecter parece que não combinam antes dele mandar a carta e depois que ela é aberta pelo policial. Antes tinha só uma dobra, depois já parece ter duas.

5. Quando Clarice está abrindo a carta escrita para ela por Hannibal, a carta está lacrada com cera, e não tem nenhuma cola no resto. Mas quando ela está lendo, eles mostram Hannibal lambendo o envelope e selando-o.

6. Na carta Lecter faz um risco no nome quando escreve, mas quando a carta está sendo lida, o risco no nome muda.

7. Na carta há um hífen entre Hannibal Lecter e M.D. na carta recebida, mas não existia na carta enviada.

8. No começo do filme enquanto Clarice está sendo entrevistada, nós podemos ver uma Forma em T preta durante uma tomada do chão. Parece ser uma marca no chão para posicionamento do ator. Não deveria aparecer.

9. Quando Pazzi está visitando Hannibal, você pode ver um grupo de monges ao topo que parecem estar esperando o comando de AÇÃO do diretor. Quando a câmera os focaliza de perto eles começam a andar.

10. Na cena onde Rinaldo Pazzi, o investigador italiano está procurando na internet, ele digita uma busca: (" Hannibal Lecter recompensa"), que retorna um encontrado. Na página encontrada existe um texto que diz que Hannibal fugiu em 1992, porém a frase correta deveria dizer que ele fugiu em 1990,e que aparece depois quando ele acessa o site.

11. Quando a página da internet é aberta e aparece o rosto de Hannibal, observe a data que surge. A data pouco visível ao direito do topo é 1992, então muda para uma tomada mais aberta, da página intera e nós conseguimos ver a outra data, 1990.

12. Durante a cena na qual Krendler mostra o falso cartão postal de Lecter, olhe de perto e você pode ler a linha (Sounds like him to me), que é o mesmo texto da fala de Liotta. Ele está lendo o que tem que falar.

13. Dr. Lecter assina M.D. com letras minúsculas, mas quando Clarice está lendo, as letras são muito maiores.

14. Quando o inspetor de polícia italiano está no telefone no meio da rua com a secretária eletrônica de Vergers, você pode ver em três cenas sucessivas uma morena jovem cruzando a praça.

15. Quando o Inspetor Pazzi está na cabine telefônica e chama o FBI no número 1-212-555-0118, ele não disca o número correto. Ele liga para o Falhinha.

16. Quando Clarice obtém as fitas de Barney, ele lhe fala que o doutor tinha começado a gravar depois da primeira sessão dela com Hannibal. Algumas das conversações não foram gravadas, mas ela ouve assim mesmo.

17. Se eles já tinham 3 páginas de cartas escritas por Lecter, por já não compararam a caligrafia?

18. Existe um erro nas gravações das fitas. O diálogo de duas cenas em Silêncio dos Inocentes é diferentes entre os dois filmes. Observe as duas: "you have not more vacations to bargain"  e  "what it will be? quid pro quo, poor Catherine is waiting".

19. Quando Evelda Drumgo descobre a presença da polícia, há uma xícara de café e uma bolsa azul no carro. Quando o carro anda, a xícara cai, mas a bolsa não. Depois quando aparece o furgão a bolsa desaparece e aparecem depois.

20. Na cena onde Clarice tem que dar a arma dela e o distintivo, e vai para casa, os brincos dela mudam.

21. No fim do filme, Ray Liotta não poderia levantar suas sobrancelhas, já que o músculo tinha sido mexido, ou retirado.

22. Em Hannibal, Clarice diz que em Memphis, Lecter matou 3 oficiais de polícia durante a fuga dele. Porém, em O Silêncio dos Inocentes, Lecter matou 2 policiais e mais 2 paramédicos e um turista.

23. Quando Francesco está no telefone público, uma mesma mulher de suéter verde caminha duas vezes por ali. Deve ser uma das namoradas do Falhinha que conseguiu uma pontinha no filme.

24. O sangue existente no local, é muito maior do que aparece no rosto de Hannibal quando os guardas o puxam para longe da enfermeira.

25. O tempo que que Hannibal usa com a enfermeira, não e grande suficiente para fazer o estrago que o Dr. Chilton descreveu.

26. Na primeira vez que nós vemos o Dr. Chilton escutar a fita de Hannibal conversando com Starling, ele diz uma frase e no fim fala o nome de Barney. Depois, Clarice ouve a mesma fita e Hannibal não fala o nome de Barney.

27. Na cena de Pazzi, a câmera mostra Lector usando um tipo de roupa, mas depois ele aparece com outra, um pijama se não me engano.

28. No telefone público, Pazzi escreve um número de telefone na parte de trás da mão. Mas quando ele está andando, você pode ver que não existe nada escrito em sua mão.

29. Um pouco antes de Paul dizer graça, Dr. Lecter olha um relógio que marca horas diferentes durante a cena.

30. Clarice se oferece para contar para Lecter os 5 critérios que os postos de fiscalização dos aeroportos usariam para o pegar, mas ele passa. No fim, nós o vemos voando e ele nem disfarce está usando. Assim é que acontece as desgraças. Ninguém fiscaliza direito.

31. Clarice tem um comportamento estranho durante a operação inicial do FBI. Seu cabelo e seu telefone.

32. Quando o inspetor de polícia italiano está no telefone público há uma mensagem no término que diz para apertar 1 para instruções em francês, 2 para alemão, 3 para italiano, etc... Porém estas instruções estão em inglês! E nós que falamos Português, como ficamos? Desligamos e perdemos a recompensa? O Falhina não gostou disso.

33. Quando Clarice está olhando as fitas das conversas dela com Dr. Lector, a data marcada é de 1980, não deveria ser 1990?

34. Na cena que mostra Clarice entrando na casa dela com uma caixa, há um chapéu pendurado, mas depois ele desaparece quando Clarice coloca a caixa embaixo do banco.

35. A posição de Clarice dormindo no furgão muda de uma tomada para outra.

36. No fim quando Lecter está no avião, nós vemos que está claro do lado de fora, mas depois tudo está escuro, noite.

37. Uma das fotos de Lecter nos arquivos do FBI parece que foi tirada de uma das visitas de Clarice quando interrogava Lecter na prisão no primeiro filme. Só que não havia máquinas fotográficas.

38. No filme, Verger não consegue pronunciar direito a letra P por um problema na voz. Mas depois durante o filme parece que ele fica curado e consegue dizer algumas vezes a letra P com bastante clareza.

39. As roupas de Clarice mudam de cor quando ela sai do Furgão e quando ela anda no mercado.

40. No fim dos créditos de abertura do filme, logo após o enredo de David Mamet e antes de dirigido por Ridley Scott, observe com atenção no lado direito e você vai conseguir ver o rosto de Hannibal.

41. Quando Hannibal ataca Francesco depois da conferência, eles mostram as sombras deles na tela ao mesmo tempo do quadro do enforcamento de homem. Isto não é possível já que o quadro era projetado por um projetor atrás deles. Em outras tomadas antes daquela cena, você pode ver as sombras deles bloqueando o quadro.

42. Durante reunião, Starling menciona que Lecter matou Benjamim Raspail porque ele era um péssimo flautista, porém, em Silêncio dos Inocentes, Lecter disse que não matou.

43. Quando Clarice está lendo a carta de Hannibal, ele faz uma voz de fundo, porém o que ele diz não combina com o que está escrito. Principalmente no fim.Erros do site www.falhanossa.com

44. Por que que Lecter, na hora de se livrar da algema não corta a corrente ao invés da mão? (Contribuição de Fernando Forell - Fã de Carteirinha) --> Acho que o mesmo não conseguiria cortar a algema com aquele instrumento de culinária. (Contribuição de Fabiano Krul - Fã de Carteirinha)

NOVO ERRO 45. A cena em que Hannibal serra a cabeça para comer o cérebro é simplesmente impossível de acontecer. Na verdade o cérebro humano vivo não tem consistência, ou seja, ao abrir a cabeça da pessoa ele se derramaria no chão, como uma gelatina, e não ficaria ali durinho da silva. Isto só aconteceria algumas horas depois da morte. (Contribuição de Juliano da Rosa Bueno - Seberi / RS - Fã de Carteirinha)

46. Numa cena que o sujeito foi esfaqueado por Hannibal perto da barriga, um homem aparece para ajudá-lo e suja sua mão de sangue, depois ele lava em uma fonte, a mão dele estava muito suja numa cena e na seguinte está limpinha, e tudo isso sem esfregar a mão. (Contribuição de Rafael Ferreira Franco - Fã de Carteirinha)

47. Quando Clarice liga para o celular do inspetor de polícia na cena em que ele foi amarrado por Lecter, e esse atende o telefone, conversa com Clarice e coloca o telefone de novo no bolso do inspetor, ele faz tudo isso com o celular desligado. (Contribuição de Marcio e Junior - Aracajú / SE - Fã de Carteirinha)

48. Já no final, na hora em que Clarice aparece, mas como ela poderia estar ali se antes aparece Hannibal prendendo os cabelos dela com a porta da geladeira. Se ela tivesse mesmo ficado presa como ela se soltou, nesse caso porque não apareceria essa cena? (Contribuição de Graziela Berger - Fã de Carteirinha)

EROS REMOVIDOS

ANTIGO ERRO 45. Na cena em que Hannibal corta um pedaço do cérebro de Ray e coloca na frigideira, ele deixa o pedaço muito pouco tempo, e mesmo assim o pedaço está douradinho e pronto para comer. (Contribuição de Rafael Ferreira Franco - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES

Os direitos de filmagem de "Hannibal", livro lançado em 1999 pelo escritor Thomas Harris, foram vendidos a Dino de Laurentiis por US$ 10 milhões, o mais alto valor já pago até então por um produtor para adaptar um livro para o cinema. O filme teve um orçamento de US$ 80 milhões e só nas duas primeiras semanas nos cinemas obteve mais de US$ 100 milhões, apenas nos Estados Unidos. Este é o 3º filme em que aparece o personagem Hannibal Lecter. Os demais foram Dragão Vermelho (1986) e O Silêncio dos Inocentes (1991) e Jodie Foster, que interpretou Clarice Sterling no primeiro filme, decidiu não participar desta seqüência por não concordar com os rumos tomados por sua personagem.