VOLTAR FILMES 26

 
   

AS INVASÕES BÁRBARAS
Rémy Girard & MARIE-JOSEE CROZE.

Passando por dificuldades em aceitar a realidade da morte, um homem lastima o seu passado. Enquanto está morrendo de câncer, tenta encontrar paz nos seus últimos momentos.

Rémy, divorciado e doente, é hospitalizado. Sua ex-esposa, Louise, pede para o filho Sébastien que venha de sua casa em Londres onde vive agora. Sébastien hesita; ele e o pai não tiveram muito para dizer um ao outro durante anos.

Porém, ele cede e voa para Montreal para ajudar a mãe e apoiar seu pai. Assim que chega, Sébastien move céu e terra, para tentar aliviar a provação que espera por Rémy.

Ele também reúne em volta da cama de Rémy uma turma do seu passado: os parentes, amigos e antigas amantes.

O que eles se tornaram nesta idade de “invasões de bárbaros?” A velha irreverência, amizade e truculências ainda estão lá? Humor, hedonismo e desejo ainda habitam os sonhos deles? Na idade das invasões bárbaras, continua o declínio do império americano…

Dorothee Berryman vai conseguir tocar seu coração e Marie-Josee Croze vai lhe mostrar porque mereceu ganhar o prêmio de melhor atriz em Cannes.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Denys Arcand
Escritor: Denys Arcand

Gênero: Drama / Comédia

Site oficial: França
Site oficial: Brasil

Art Films

Título Original: Les Invasions barbares - le déclin continue
Tempo: 99 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2003 - França / Canadá - Estréia nacional em outubro.
Recomendação: 14 anos

ELENCO

Rémy Girard .... Rémy
Stéphane Rousseau .... Sébastien
Dorothée Berryman .... Louise
Louise Portal .... Diane
Dominique Michel .... Dominique
Yves Jacques .... Claude
Pierre Curzi .... Pierre
Marie-Josée Croze .... Nathalie
Marina Hands .... Gaëlle
Toni Cecchinato .... Alessandro
Mitsou Gélinas .... Ghislaine
Sophie Lorain .... Première amoureuse
Johanne-Marie Tremblay .... Soeur Constance Lazure
Denis Bouchard .... Duhamel
Micheline Lanctôt .... Carole l'infimière
Markita Boies .... Suzanne l'infirmière
Isabelle Blais .... Sylvaine
Sylvie Drapeau .... Deuxième amoureuse
Yves Desgagnés .... Oleg
Denys Arcand .... Unionist

FICHA TÉCNICA

Produção .... Daniel Louis
Produção .... Denise Robert
Produção .... Fabienne Vonier
Música .... Pierre Aviat
Fotografia .... Guy Dufaux
Edição .... Isabelle Dedieu
Elenco .... Lucie Robitaille
Desenho de Produção .... François Séguin
Direção de Arte .... Caroline Alder
Cenário .... Patrice Bengle
Cenário .... Annika Krausz
Figurino .... Denis Sperdouklis

PRODUTORAS

Astral Films
Centre National de la Cinématographie (CNC)
Cinémaginaire Inc.
Harold Greenburg Fund
Le Studio Canal+
Production Barbares Inc.
Pyramide Productions
Société Radio-Canada
Société de Développement des Entreprises Culturelles (SODEC)
The Harold Greenberg Fund
Téléfilm Canada

DISTRIBUIDORAS

BIM Distribuzione
Miramax Films
Pyramide Distribution
Vivafilm
Art Films

ERROS

1. Quando a loira está deitada em cima de Rémy na cama do hospital no começo do filme, acontece um corte para o filho entrando, neste momento a posição dela é diferente.Erros do FalhaNossa.com

2. A posição da cabeça do filho de Rémy dentro da van na primeira vez que estão indo até a tomografia, muda entre a tomada da esquerda e da de frente.Erros do FalhaNossa.com

3. O filho de Rémy pára o carro ao lado do policial que está em pé, depois do corte o policial já está abaixado e com a mão apoiada em cima do teto do veículo.Erros do FalhaNossa.com

4. Quando eles estão comendo macarrão, vemos Rémy e um homem atrás dele, observe que a posição, dele com o prato na mão, muda entre a tomada de longe e o close.Erros do FalhaNossa.com

5. Na terceira vez que Rémy aparece cheirando a heroína, podemos perceber que a cena é a mesma da primeira, pois ambos estão com a mesma roupa, ele e a moça.Erros do FalhaNossa.com

6. Quando a mãe encontra a filha que é drogada no corredor do hospital, ele a segura para conversar. Observe que existem dois tipos de tomadas. Numa, elas estão de costas para as paredes, na outra, elas estão de costas para o corredor.Erros do FalhaNossa.com

7. Mais para a frente, Rémy aparece conversando novamente com a garota que leva a heroína para ele, e a posição dos dois se alterna entre os cortes.Erros do FalhaNossa.com

8. Quando todos estão junto da fogueira, podemos ver no reflexo dos óculos de um deles a iluminação do set de filmagem. Não é a iluminação da fogueira.Erros do FalhaNossa.com

9. Na casa do lago, eles estão assistindo a gravação da filha que está em um barco. Existe uma mulher atrás de Rémy que coloca sua mão no ombro dele. Depois do corte para a tomada de longe a mão não está mais no ombro, e depois que volta para a tomada de perto, a mão volta a ficar na posição que estava antes do primeiro corte.Erros do FalhaNossa.com

10. ABSURDO: Vejam na cena em que todos estão na casa do lago, assistindo ao vídeo da filha de Remy, quando acaba a transmissão, o filho dele tira o Lap-Top das pernas dele e dá para ver nitidamente uma mão retirando um cabo do Lap-Top, que em momento algum havia sido colocado lá. (Contribuição de Helena Pasqualin Morales - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

::..Promoção Art Films - Invasões Bárbaras..::

A Art Films e o Falha Nossa convidaram você a se redimir dos seus pecados.
Eles mandaram um e-mail
respondendo: Qual seria seu último desejo antes de morrer?
E concorreram a prêmios exclusivos do filme. Confira os prêmios e o Resultado.

1º ao 10º lugar:
01 par de ingressos para ver o filme.

Angela Regina de Freitas - Jacaré / RJ
Carlos Eduardo Simas - Cuiabá / MT
Cibele Galio Borges - Canoas / RS
Cristina Navarro Neiva - Rio de Janeiro / RJ
Glaucio Pinto Moraes - Brasília / DF
Ivã Márcio Rêgo Santos - Salvador / BA
Jorge Borcoski - Curitiba / PR
Maria Alice Villas Boas de Souza - Belo Horizonte / MG
Maria Antonia - Curitiba / PR
Paulo Braga Prado - Rio de Janeiro / RJ

A Art Films e o FalhaNossa agradecem a participação de todos.

::.. ART FILMS ..::

IMAGENS E CURIOSIDADES

A versão mostrada em Cannes teve 12 minutos cortados, mas deixou todos os críticos com os olhos cheios de lágrimas.

Melhor Atriz - Marie-Josée Croze e Melhor Roteiro - Denys Arcand no Festival de Cannes de 2003.

O filme abriu, de forma inédita na história do Festival de são Paulo, em nove salas ao mesmo tempo.

Festival de filmes de Moscou de 2003, Festival de filmes de Munich de 2003, Festival de filmes de Copenhagen de 2003, Festival de filmes de Toronto de 2003, Festival de filmes de Pusan de 2003, Festival de filmes de Jakarta de 2003, Festival de filmes de Warsaw de 2003.

Filme de abertura do City Award for Best Canadian Film.
Filme de abertura do Festival de filme de São Paulo de 2003.