VOLTAR BLOCO 2

VOLTAR PARA CINEMA 2004

 
   

NÁUFRAGO
TOM HANKS

O astro Tom Hanks interpreta um executivo da FedEx vítima de um acidente aéreo.

Dado como morto, o náufrago consegue sobreviver em uma ilha no Pacífico, passando quatro anos isolado.

O filme trata do limite da sobrevivência e da solidão, destacando-se a ótima performance de Hanks, que passou por transformações físicas para viver o personagem.

Chuck Noland (Tom Hanks) é um inspetor da Federal Express (FedEx), multinacional encarregada de enviar cargas e correspondências, que tem por função checar vários escritórios da empresa pelo planeta.

Porém, em uma de suas costumeiras viagens ocorre um acidente, que o deixa preso em uma ilha completamente deserta por 4 anos.

Com sua noiva (Helen Hunt) e seus amigos imaginando que ele morrera no acidente, Chuck precisa lutar para sobreviver, tanto fisicamente quanto emocionalmente, a fim de que um dia consiga retornar à civilização.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Robert Zemeckis
Escritor: William Broyles Jr.

Site Oficial: www.castawaymovie.com

Gênero: Drama

Universal Pictures

Título Original: Cast Away
Tempo: 144 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2000 - EUA
Recomendação: 14 anos

ELENCO

Tom Hanks .... Chuck Noland
Helen Hunt .... Kelly
Christopher Noth
Nick Searcy
Lauren Birkell
Viveka Davis
Valerie Widman
Ashley Edner .... voz

FICHA TÉCNICA

Produção .... Tom Hanks
Produção .... Jack Rapke
Produção .... Steve Starkey
Produção .... Robert Zemeckis
Música .... Alan Silvestri
Direção de Fotografia .... Don Burgess
Desenho de Produção .... Rick Carter
Direção de Arte .... Stefan Dechant
Direção de Arte .... Elizabeth Lapp
Direção de Arte .... Kim Sinclair
Direção de Arte .... William James Teegarden
Figurino .... Joanna Johnston
Edição .... Arthur Schmidt

PRODUTORAS

DreamWorks SKG
20th Century Fox
Image Movers
Playtone

DISTRIBUIDORAS

20th Century Fox Film Corporation
UIP


ERROS

1. Quando aparece no filme a informação de que se passaram 4 anos, mostram logo em seguida a mão dele com as unhas curtas e limpas. (Contribuição de Olavo Silveira - Fã de Carteirinha)

2. O jato que cai no mar é um Boeing, mas as cenas em seu interior são de um Airbus.

3. ABSURDO: Quando Chuck coloca o relógio que sua namorada lhe deu em cima da mesinha no avião, ele o coloca em uma posição, porém depois do corte ele está em outra exatamente ao contrário. Você pode perceber que isto acontece para que exista o close no relógio. Não houve solavancos suficientes para que ele mudasse de lugar.

4. Muitas das cenas passadas à noite no filme foram rodadas de dia e filtradas para parecerem escuras. Isso é provado quando, no trailer, vemos Chuck correndo pela praia à luz do dia e no filme a mesma seqüência é apresentada à noite.

5. O avião no qual Chuck viaja e que posteriormente cai, está voando a 35.000 pés de altitude, bem acima de onde ocorrem tempestades marítimas.

6. Quando Chuck chega na ilha e começa a explorá-la, pegadas podem ser vistas perto de madeiras que a maré trouxe, sendo que ele não tinha andado por aquela região ainda.

7. Quando Chuck está tentando abrir cocos, batendo-os em uma pedra, o som não está sincronizado.

8. Quando Chuck está desenhando a cara de Wilson, a bola de vôlei, a linha branca (que seria o seu queixo) muda diversas vezes.

9. O barco da equipe técnica é visível durante a cena do resgate de Chuck.

10. Qualquer ser humano sabe que em uma queda de avião no mar de bico ainda por cima, é como bater no chão firme. Então porque o avião de Chuck não se desmontou por inteiro? Normalmente só sobra metal rasgado em pedaços, mas numa cena podemos ver a frente do avião afundando inteira. (Contribuição de Sh. Silveira - Fã de Carteirinha)

11. No começo do filme quando a camionete da FedEx chega na fazenda, Ramon o motorista estaciona, e em questão de 3 segundos ele está abrindo a porta de trás do furgão. Isto é impossível de ser feito em 3 segundos.

12. Porque ele não saiu pela frente do veículo? Isto seria mais lógico.

13. Quando vemos a encomenda em cima da mesa, podemos perceber que ela está na horizontal em relação à mesa, mas na hora que a tomada é feita com a câmera na caixa, podemos perceber que ela está inclinada para cima filmando quase o rosto do entregador.

14. Quando a encomenda aparece na Rússia, o entregar sobe as escadas e toca a campainha chamando pelo Senhor Peterson, mas o senhor Peterson abre a porta em questão de 2 segundos o que seria impossível, a não ser que ele estivesse parado ao lado dela.

15. Como foi mencionado nos comentários do diretor, que na Rússia não existe tanto assedio do público aos atores nas filmagens, então podemos perceber que quando o entregador da FedEx pára seu caminhão na frente da loja para deixar a encomenda, o câmera atravessa a rua, e um carro que se aproxima buzina, esta buzina não deveria existir no filme, pois é para o operador da câmera.

16. Quando o entregador abre a porta do estabelecimento, podemos ver no reflexo do vidro da porta a imagem do operador da câmera.

17. Ainda nesta cena quando aparecem os dois sujeitos tirando uma placa da parede, podemos ver novamente o operador de câmera no reflexo do vidro da janela.

18. Tom está mexendo no relógio e desce a escada. Depois ele fala as horas e diz que eles tem exatamente 3 horas e 4 minutos até a entrega, porém quem está mexendo no relógio agora? E como o relógio pode ser acertado tão rapidamente com o que ele fala? Provavelmente tudo já estava acertado com a equipe de técnicos. A sincronia é muito rápida.

19. Quando faltam 15 minutos para o carregamento Tom vai andando pelo lado da esteira e tenta empurrar uma das caixas que termina caindo no chão, mas em alguns formatos do filme esta cena não é possível ser vista. Principalmente em DVD.

20. Quando o telefone toca na casa de Chuck a primeira vez, vemos a secretária eletrônica e atrás dela dois porta retratos, a foto da esquerda é dele e da sua namorada. Observe que esta foto é a mesma de mais duas que aparecem depois, apenas com o fundo trocado. Inclusive uma delas tem ao fundo um barco. Nitidamente a equipe de pré-produção copiou as fotos espalhando-as na casa e trocando os fundos. A segunda foto é uma que está na estante com o fundo sendo um barco, e a terceira está atrás da namorada dele, quando eles estão em casa no sofá.

21. Quando eles estão embarcando as encomendas na Rússia, um empregado está saindo do avião e neste momento podemos perceber que eles estão nos Estados Unidos na realidade. Se você observar depois que Chuck e o amigo estão no carrinho já nos Estados Unidos, o prédio ao lado deles é o mesmo mostrado na Rússia.

22. Quando Chuck encontra sua namorada na copiadora, podemos perceber nitidamente que ele deixa a porta aberta para o câmera poder passar, e depois que ele entra não vemos nem ouvimos a porta se fechar.

23. No jantar de final de ano, a senhora idosa se senta perguntando se o peru não está muito seco. Neste momento Chuck está passando uma tigela branca para outra pessoa, e vemos uma senhora de azul do lado esquerdo da imagem, sentada do lado de outra velhinha de cabelo branco, e ela está com o braço esticado à sua frente, mas depois do corte ela aparece com os braços abaixados já pegando a tigela para servir.

24. Quando Chuck pega a segunda tigela, ele fala algo para sua namorada. Na tomada de frente ele ainda vai pegar a colher para se servir, mas depois do corte para a tomada de costas, ele já se serviu e está colocando a colher de volta no prato.

25. Na cena que é comentado sobre os 12 mil, podemos ver Chuck numa tomada de frente, existe um corte que mostra a extremidade da mesa, onde estão os senhores conversando. Do lado direito da imagem, a segunda mulher que está do lado da senhora de cabelos brancos, aparece com a cabeça abaixada e virada para a direita, então ela levanta sua cabeça e vira, depois do corte para a outra tomada onde Chuck aparece ao fundo, ela já aparece com a cabeça virada para a direita e então a vira para a esquerda.

26. Quando Chuck fala do ex-noivo de sua namorada, ele comenta algo sobre levantar a mão direita, mas ele levanta a mão esquerda.

27. Durante o acidente no avião, podemos perceber que algumas versões do filme, como na versão exibida pela HBO, que o piloto em vez de dizer que já podem tirar as máscaras, pois já estão a 3 mil metros, ele fala para colocarem as máscaras.

28. Durante o acidente, Chuck consegue inflar seu bote salva-vidas e vemos uma tomada de dentro da água, de baixo para cima com ele subindo, nesta cena existe fogo bem perto ao seu lado direito, mas quando ele aparece do lado de fora da água, o fogo não está mais ali perto dele.

29. Na água vemos a turbina girando bem atrás dele, mas depois do corte ele está ao lado dela tentando escapar.

30. Quando Chuck vê o corpo do tripulante do avião de cima da montanha, ele desce e aparece correndo na praia e joga sua camisa vermelha que é levada pelo mar, mas depois ele aparece com a camisa novamente.

31. Ainda nesta cena podemos perceber na tomada feita de cima da montanha, que o local onde o corpo está é cheio de pedras, mas quando Chuck aparece correndo e mergulha, além do corpo estar em outro lugar, a praia não tem mais as pedras perto da areia.

32. Quando Chuck enterra o corpo do amigo Albert, ele esquece de tirar coisas que seriam importantíssimas para ajudar na sua sobrevivência, como as meias, a gravata, o cinto, a camisa, a camiseta, a calça, a carteira e até mesmo o salva-vidas.

33. Chuck faz suas necessidades atrás de uma plantas. Ele se preocupa em cobrir a sujeira feita na areia, mas não se preocupa em se limpar.

34. A noite, Chuck acorda e vai até a beira do mar para fazer xixi. Neste momento ele vê a luz que pode ser de um navio. Então ele corre para pegar a lanterna e fazer sinais. Observe que na primeira tomada dele fazendo xixi, sua sombra está para o seu lado esquerdo e um pouco para frente. Depois que ele pega a lanterna e começa a voltar para a praia, sua sombra está complemente para o outro lado e é pequena, mas depois ela aparece para o mesmo lado só que comprida, bem maior. Nitidamente as cenas foram feitas em três horários diferentes.

35. Chuck tenta fugir para encontrar o suposto navio, e é atingido por uma onda, logo depois por outra que o faz se machucar gravemente. Se você observar em câmera lenta, poderá notar que quando a cena é filmada de baixo para cima e de dentro da água, a pessoa que está na água é um dublê, bem mais magro do que o ator.

36. Ainda nesta cena vemos uma tomada da perna batendo nos recifes e sendo furada pela pedra. Observe novamente em câmera lenta e você vai conseguir perceber a passagem de imagem da perna para o rosto do ator, que apesar de bem feita, foi montada nitidamente.

37. Chuck tenta fugir da ilha para encontrar o suposto navio de manhã, pois quando ele viu a luz era noite. Ele demorou algum tempo para arrumar suas coisas e tentar partir. Porém quando ele volta para a praia machucado já está escurecendo e então ele vai para a caverna e adormece. Mesmo estando chovendo muito forte, não poderia escurecer tão rápido.

38. Observe ainda que quando ele tenta escapar da ilha, está fazendo um tempo maravilhoso, muito Sol, porém alguns minutos depois quando ele volta ferido, uma tempestade toma conta do local.

39. Chuck coloca a lanterna em cima de uma pedra para iluminar a poça d'água para poder beber dela. Porém quando se deita, ele fica exatamente entre a lanterna e poça, mas mesmo assim ainda existe uma iluminação muito grande na água, o que seria impossível devido à sua posição impedindo a luz de passar e ao temporal forte que escureceu tudo impedindo que qualquer luz entrasse na caverna.

40. Chuck volta para a praia e começa a abrir todas as caixa, e suas unhas estão imundas, pretas, porém vivendo na praia deveria ser exatamente ao contrário, suas unhas e mãos deveriam ficar limpas por causa da água salgada do mar.

41. Chuck pega um caranguejo e arranca uma das patas, mas a pata que aparece na sua mão é bem maior do que a do crustáceo.

42. Quando Chuck se machuca cortando a mão, ele fica brabo e pega a bola de vôlei jogando-a longe, porém a marca que fica na bola é diferente da marca que deveria ficar, pois sua mão estava aberta na hora que ele pegou a bola. Na marca feita na bola seus dedos estão juntos e inclusive seu polegar não aparece na bola.

43. Chuck se arrepende e pega a bola para desenhar um rosto. Observe a posição da mão esquerda de Chuck que muda de lugar entre os cortes. Na tomada de baixo sua mão está na metade da caixa da bola, porém na tomada feita por cima do seu ombro, sua mão está no final da caixa. Isto é fácil de perceber se você observar o logotipo que existe no lado da caixa. Na tomada de baixo ele aparece, e na outra tomada ele fica completamente coberto pela mão dele.

44. Chuck tenta fazer fogo. Em um certo momento ele fica feliz e grita que o ar ajudou. Ele cava um buraco na areia e coloca novamente a madeira rachada. Depois ele usa um pedacinho de madeira para abri-la um pouco mais, mas não coloca o chumaço de mato para ajudar o fogo a pegar mais facilmente. Depois do corte quando existe o close da madeira o matinho já está posicionado no vão.

45. Ainda nesta cena, entre os cortes, podemos perceber que este matinho muda de formato e tamanho. Na primeira tomada ele é compacto, depois bem mais aberto.

46. Chuck aparece na caverna colocando remédio no seu dente. Existem vários desenhos nas paredes indicando que algum tempo já se passou, porém sua barba continua do mesmo tamanho.

47. Chuck tenta arrancar o dente com os patins, porém existe um erro muito sério na cena. Se percebermos com atenção, vamos ouvir a pedra batendo no patins que está encostado no seu dente, esta batida seria suficiente para fazê-lo gritar de dor, o que não acontece.

48. Quando Chuck está fugindo na sua jangada, ele se aproxima da grande onda, o problema é que as cenas mostram esta onda chegando perto dele por várias vezes mas não o atingem até o final da cena. A onda já deveria tê-lo atingido muito antes da cena dramática dele erguendo sua vela.

49. A cena da baleia é realmente interessante. Provavelmente uma licença poética no filme, e que parece ser uma miragem do personagem. Mas a baleia acordá-lo por duas vezes jogando água no seu rosto seria mesmo muito improvável.

50. Quando Wilson, a bola de vôlei cai no mar, Chuck acorda olhando para os lados tentando encontrá-la. Neste momento podemos vê-la atrás dele, mas quando Chuck a enxerga, ele olha para o seu lado esquerdo e não para trás como deveria.

51. Chuck em vez de ficar desesperado por perder seu amigo Wilson, não conseguindo nadar até ele, poderia ter voltado até seu barco e remado até alcançar a bola de vôlei, o que seria muito mais fácil, já que ele tinha medo de se separar do seu barco.

52. Quando Kelly atende o telefone na sua casa com a notícia de que Chuck está vivo, ela o faz sem apertar o botão de liga e desliga do seu aparelho. Este é um erro comum em quase todos os filmes. Isto não quer dizer que não existam telefones que se possam atender sem apertar algum botão. Alguns modelos tem esta função.

53. Quando Chuck vai até a casa de Kelly a noite na chuva, ele estende o braço para tocar a campainha e a luz da varanda se acende. Na tomada de fora podemos ver que ela está com seu braço direito esticado e apoiado na porta, enquanto seu braço esquerdo está esticado para o lado. Depois do corte para a tomada de dentro da casa, podemos ver que seu braço esquerdo está abaixado ao lado do corpo, enquanto seu braço direito está com a mão na maçaneta.

54. Na chuva quando Chuck e Kelly se beijam, a posição do braço esquerdo dela em volta dele, muda entre a tomada de frente e a tomada de costas. Na primeira tomada seu braço está abaixo do pescoço dele, na segunda tomada sua mão está junto ao pescoço quase no cabelo dele.

55. Eles entram no carro e ele fala que ela precisa voltar para casa. Na tomada do lado direito dele, sua cabeça está abaixada, mas depois do corte para a tomada do seu lado esquerdo, sua cabeça já aparece reta olhando para a frente.

56. No final do filme quando Chuck vai na fazenda da Sra. Peterson, Podemos ver uma tomada do cruzamento e a sombra dele e das placas estão para o lado esquerdo da tela. Quando ele chega a sombra está bem grande, quando ele volta até o cruzamento a sombra está menor indicando que passou algum tempo, porém quando a Sra. Peterson desce da camionete a sombra está com outro formato indicando que é meio-dia.

57. ABSURDO: No fim do filme, Chuck vê a Sra. Peterson indo embora e vai até o centro do cruzamento. Na primeira tomada de Chuck sua sombra está para um lado, depois do corte para a outra tomada, sua sombra está exatamente para o outro lado. Depois no close do seu rosto, podemos observar que a sombra da sua cabeça na camisa está agora para o outro lado além de ser bem menor.

58. Essa eu vi no cinema: quando Chuck volta e encontra o marido de sua ex-namorada no aeroporto, dá pra ver perfeitamente o microfone no alto da tela. (no cinema)  (Contribuição de Odair J. de Oliveira – São Paulo / SP  - Fã de Carteirinha)

ERROS REMOVIDOS

ANTIGO ERRO 3. O jipe que Chuck dirige no começo do filme é um modelo que só foi lançado em 1997, sendo que o ano retratado nesta parte é o de 1995. --> (O Jeep Cherokee que o personagem de Tom Hanks dirige no filme na verdade foi lançado nos EUA em meados da década de 80, para competir com o Ford Explorer, sendo reestilizado só agora em 2002. Então está certo o personagem Chuck dirigir esse veículo. (Contribuição de André Victor - São José do Rio Preto - Fã de Carteirinha).

ANTIGO ERRO 1. Antes do acidente, Chuck reclama que seu dente está doendo, apontando para o lado direito de seu rosto. Mas depois que ele o extrai com o patim na ilha, ele aponta para o lado esquerdo. --> O que dá a impressão disso é que quando ele olha no espelho vemos ele apontar para o outro lado. (Contribuição de Heitor Júnior - Fã de Carteirinha)

O dente que Chuck sente dor no jantar é o direito, e o que ele arranca também é o direito.

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES