Ver também Notícias Antigas 2002 | 2003

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR OUTRAS NOTÍCIAS DIRETO DOS EUA

 
   
 

Jude Law reencarna "Alfie, o Sedutor"
Jude Law estrela o remake de Alfie, o Sedutor, que projetou Michael Caine em 1966. Veja trailer. Leia sobre outras estréias

São Paulo - Jude Law está ótimo em Alfie, o Sedutor, recriando o personagem que fez a glória de Michael Caine nos anos 1960. O homem que a revista People considera o mais sexy do mundo vem provando já, há algum tempo, que, se é para representar, não há outro jovem como ele no cinema de língua inglesa.
O Alfie original, de 1966, com direção de Lewis Gilbert, marcou época por celebrar um herói sem nenhum caráter, que usa as mulheres como se fossem objetos e não consegue se decidir se (ou por que...) sua miserável vida de solteiro é tão boa.
Uma das bossas da nova versão de Alfie é que o diretor atualiza a história do conquistador compulsivo. Não apenas o figurino, mas a lambreta em que Jude Law circula por Nova York remetem aos anos 1960. E tem a trilha. O tema era cantado por Cher no original, agora Mick Jagger entra em cena.
Na entrevista que deu ao Estado em Los Angeles, há um mês, sobre Perto Demais - que estréia em janeiro no Brasil -, Jude Law fez cara de ´Lá vem você de novo´ quando o repórter iniciou sua pergunta - "Já que você carrega o título de homem mais sexy do mundo..." Não, pediu ele. Mas a pergunta continuou - "...não é irônico que seja sempre derrotado nas questões de amor?" Estamos falando de filmes, naturalmente - O Talentoso Ripley, Cold Mountain, o citado Perto Demais e Alfie, o Sedutor, que estréia hoje. A exceção talvez seja Capitão Sky e o Mundo de Amanhã e aí é curioso que Jude Law tenha virado herói de fantasia animada por computador para ganhar a mocinha Gwyneth Paltrow.
Ele acha graça dessas coisas e diz que não escolhe personagens em função de sua imagem, qualquer que seja. Adora interpretar. Mike Nichols, que o dirigiu em Perto Demais, diz que é o maior ator de sua geração porque, ao contrário dos outros, não tem ego e, por isso, pode interpretar não importa quem.
Alfie - O Sedutor (Alfie, Ing-EUA/2004, 103 min.). Comédia romântica. Dir. Charles Shyer. 16 anos. Em grande circuito. Cotação: Bom
Por: Luiz Carlos Merten
Saiba Mais em: http://www.estadao.com.br/divirtase/cinema/noticias/2004/dez/17/114.htm

 
   
 

VAIAS para Diários de Motocicleta que está fora da competição no Festival de Cuba.
O cineasta Walter Salles decidiu tirar o filme Diários de Motocicleta do concurso do 26.º Festival de Cinema de Havana.
Havana, Cuba - O longa Diários de Motocicleta, de Walter Salles, que foi indicado esta semana ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, foi retirado do concurso do 26.º Festival de Cinema de Havana, por uma decisão do próprio diretor, anunciou o organizador do evento, Iván Giroud, segundo informou a agência de notícias AFP.
Mesmo assim, o filme, que conta a viagem do jovem Ernesto Guevara pela América Latina ao lado de seu amigo Alberto Granado, será exibido no festival, mas fora de competição. Diários era um dos mais fortes candidatos a vencer o prêmio Coral do Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano.
Apesar de Salles não ter dado nenhuma explicação para retirar o filme do concurso, alguns especialistas concordaram com a decisão do cineasta, alegando que, caso o filme vencesse, os outros concorrentes poderiam dizer que o resultado era tendencioso, devido à relação de Che Guevara com Cuba. Por outro lado, não vencer o prêmio seria ruim pelo mesmo motivo.

 
   
 

VAIAS para O Destino que levou Christopher Reeve. O ator americano de 52 anos, morreu por problemas no coração, segundo informou seu assessor Wesley Combs. Ele tinha entrado em coma no sábado, após sofrer uma parada cardíaca enquanto estava em sua casa, em Nova York. Reeve tornou-se mundialmente conhecido nas décadas de 1970 e 1980, ao estrelar a série Superman para o cinema. Em maio de 1995, ele caiu de um cavalo durante uma competição, fraturou a coluna e ficou meses entre a vida e a morte. Tetraplégico, tornou-se um dos grandes ativistas mundiais na defesa do desenvolvimento de pesquisas para problemas na coluna. Em 2000, Reeve era capaz de mover o dedo indicador, e um trabalho especial tornou suas pernas e braços mais fortes... Morre também Fernando Sabino.

 
   
 

Palmas para Nicolas Cage que desbanca animações nas bilheterias .
National Treasure, filme de aventura estrelado por Cage, ficou à frente de Bob Esponja - O Filme e Os Incríveis
O novo filme estrelado pelo ator vencedor do Oscar Nicolas Cage, National Treasure (Tesouro Nacional), estreou em primeiro lugar nas bilheterias norte-americanas, com arrecadação de US$ 35,3 milhões, seguido pela versão cinematográfica do desenho Bob Esponja, que teve US$ 33,5 milhões.
Depois de duas semanas no primeiro lugar, a animação da Pixar Os Incríveis caiu para o terceiro lugar, com US$ 26,8 milhões. Ao todo, o filme já arrecadou US$ 177,8 milhões em três semanas. A aventura natalina de Tom Hanks, O Expresso Polar, ficou em quarto, com US$ 15,2 milhões em sua segunda semana. Com orçamento de US$ 170 milhões, o filme teve fraca recepção do público, tendo arrecadado US$ 51 milhões em dez dias.
National Treasure, quarto filme de Cage em colaboração com o produtor Jerry Bruckheimer (fizeram juntos A Rocha, Con Air e 60 Segundos), mostra um plano para roubar o documento histórico da Declaração da Independência dos Estados Unidos para obter pistas de uma fortuna escondida deixadas pelos Pais Fundadores do país. Também faz parte do elenco do filme a atriz Diane Kruger, de Tróia.
Bob Esponja Calças Quadradas - O Filme é a primeira aventura na telona do desenho animado, cujo personagem principal é uma alegre esponja que vive com seus amigos no fundo do mar. O filme foi bem recebido pela crítica, ao contrário de National Treasure.
Com lançamento limitado, Má Educação, de Pedro Almodóvar, teve uma ótima estréia, arrecadando US$ 147.366 em apenas três salas de cinema.
Depois de estrear com US$ 8,7 milhões em um lançamento pequeno em 530 salas de cinema, Bridget Jones: No Limite da Razão está agora em cartaz em 2.450 cinemas, o que lhe rendeu US$ 10,1 milhões. A seqüência do sucesso de 2001, estrelada por Renée Zellweger, Hugh Grant e Colin Firth, ficou em quinto lugar.
Hollywood teve uma segunda semana seguida de bilheterias crescentes após um declínio que durou quase todo o outono. Os doze filmes mais vistos no fim de semana arrecadaram US$ 144,8 milhões, quase 15% a mais que o mesmo período do ano passado.
A expectativa da indústria cinematográfica é que as boas bilheterias continuem no feriado de Ação de Graças (quinta-feira), um dos finais de semana mais agitados nos Estados Unidos. A estréia de vários filmes familiares, como Christmas With the Kranks, devem contribuir para isso, disse Paul Dergarabedian, presidente da empresa Exhibitor Relations, que monitora as bilheterias.

 
   
 
Palmas para os Super-heróis que dominam as  bilheterias nos EUA. Com o sucesso do The Incredibles, os desenhos animados da Pixar estão liderando nas bilheterias norte-americanas. A aventura de super-heróis do desenho animado The Incredibles estreou nos cinemas norte-americanos arrecadando U$ 70,7 milhões no fim de semana, fazendo com que a Pixar Animation ampliasse sua lista de sucessos. The Incredibles ficou com o segundo melhor fim de semana de estréia entre os filmes de animação, superando por pouco Procurando Nemo, da Pixar, que arrecadou US$ 70,3 milhões na estréia, em 2003. Shrek 2 entra no recorde de filmes da categoria, com US$ 108 milhões. O filme de terror The Grudge, que tinha ficado em primeiro lugar nos fins de semana anteriores, caiu para o terceiro lugar, com US$ 13,5 milhões, elevendo seu total para US$ 89,6 milhões. Veja a lista das dez maiores bilheterias: 1. The Incredibles, 70,7 milhões. 2. Ray, 13,8 milhões. 3. The Grudge, 13,5 milhões. 4. Saw, 11,4 milhões. 5. Alfie, 6,5 milhões. 6. Shall We Dance?, 5,65 milhões. 7. Shark Tale, 4,6 milhões. 8. Friday Night Lights, 3 milhões. 9. Ladder 49, 2,6 milhões. 10. Team America: World Police, 1,9 milhões.  
   
 

PALMAS PARA QUEM TEM CORAGEM DE INFORMAR

Voto Nulo!!!
Se você não sabe em quem votar nas próximas eleições, vale a pena saber sobre voto BRANCO e NULO!
O voto em BRANCO, ao contrário do que parece, não significa que o eleitor não escolheu nenhum candidato, mas sim que ele abdica de seu voto.
Não é um ato de contestação e sim um ato de CONFORMISMO!
Os votos em BRANCO significam "TANTO FAZ" e são acrescentados ao candidato de maior votação no último turno.
Ou seja, se existem dois candidatos FULANO e SICRANO, FULANO termina com 52% dos votos, SICRANO recebe 35% dos votos, 10% são votos em branco e 3% são nulos, isso significa que 3% dos eleitores não querem nem FULANO nem SICRANO no poder, mas 10% dos eleitores estão satisfeitos tanto com FULANO como com SICRANO, o que vencer está bom.
Neste exemplo, FULANO tem uma aceitação de 62% do eleitorado.
O problema é que existe muita pressão para a escolha de um candidato e pouca explicação do que escolher significa.
Já o voto NULO é um protesto válido.
Ele quer dizer que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em ou outro.
Esse tipo de voto é importante e é o que efetivamente faz a democracia, pois a existência dele permite que o eleitor manifeste a sua insatisfação.
O voto NULO, ao contrário do que parece, é um voto válido.
Ninguém fala dele, nem mesmo nas instruções para votação.
Explicam como votar em um candidato ou como votar em branco, mas ninguém explica como ANULAR UM VOTO.
Pois bem, para anular um VOTO é preciso digitar um número inexistente no número do candidato.
Se um eleitor experimenta VOTAR em BRANCO, o terminal eletrônico avisa "Você está votando em branco" e então o eleitor pode confirmar, ou corrigir.
Mas se o eleitor coloca um NÚMERO inexistente num terminal, ele acusa "Número incorreto, corrija seu voto".
Assim, os votos NULOS são desencorajados.
Por que os votos nulos são desencorajados?
Por que ninguém fala deles?
E por que eu falo deles?
Porque, se na eleição entre FULANO e SICRANO, FULANO terminasse as eleições com 42% dos votos e SICRANO com 30%, 10% de BRANCOS e 18% NULOS as eleições teriam que ser repetidas e nem FULANO e nem SICRANO poderiam participar das eleições naquele ano.
Ou seja, o VOTO NULO, do qual ninguém fala e que o terminal acusa como "incorreto", é o único VOTO que pode anular uma eleição inteira e remover do cenário todos os candidatos daquela eleição de uma só vez.
Se nenhum dos candidatos conseguir maioria (mais de 50%) no último turno, as eleições têm que ser canceladas!
Os candidatos são trocados e novas eleições têm que ocorrer.
Então, contribuindo para a campanha do voto consciente, se alguém estiver votando em FULANO ou em SICRANO, mas preferia não votar em nenhum dos dois, pode optar pelo voto INCORRETO, o VOTO NULO.
Quem sabe um dia FULANO e SICRANO saem do cenário e os eleitores podem votar em BELTRANO?
Não seja obrigado a VOTAR em quem você não quer no PODER!!!

 
   
 

Palmas para esta Diva Brasileira, a querida Wilza Carla.

Nome Completo: Wilza Carla
Natural de: Niterói, Rio de Janeiro, Brasil
Nascimento: 1935

Muito criticaram esta atriz que foi uma das maiores vedetes do Brasil, hoje quase ninguém a conhece... é tão grave que nem sabem que ela esta VIVA!!! Carlos Manga a convidou para fazer um filme sobre a vida do Chico Alves. Aceitou, mas manteve escondido o fato da família. Tinha só onze anos, e o avô era governador do Estado do Rio. Walter Avancini diretor de Saramandaia, em 1976, o primeiro momento de deslumbramento das novelas com os efeitos especiais, não teve nenhum pudor em explodir Wilza Carla, a dona Redonda, foi um momento marcante da telenovela do Brasil e ela estava lá.

Foi Rainha do Carnaval de 1950! - Foi bailarina e Rainha do Carnaval e trabalhou nas revistas de Carlos Machado. Tinha então 13 anos e 1,69m de altura. Não tinha corpo formado de mulher, e procurava parecer mais velha. Foi Jurada do Programa Silvio Santos e depois Raul Gil. Afastada da telinha desde 1990, a ex-vedete vem se recuperando de sérios problemas de saúde, sem perder o bom-humor e a esperança de voltar. Quem não se lembra da música cantada pela platéia enquanto os jurados do Show de Calouros, programa de Sílvio Santos no SBT, entravam no palco? Um dos mais aplaudidos era Wilza Carla, hoje com 68 anos. Antiga vedete do teatro de revista, uma das "certinhas do Lalau" (Stanislau Ponte Preta), ela engordou, perdeu as formas esculturais, mas manteve o belo rosto e o sorriso irradiante.

Hoje, a ex-dançarina locomove-se em uma cadeira de rodas e sonha em recuperar-se para voltar a brilhar. Após a internação em estado grave em um hospital do Rio de Janeiro, em 1994, vítima de complicações provocadas pela diabete, Wilza, que na época pesava 190 quilos, não conseguia mais andar e teve catarata nos dois olhos, o que a fez pensar que ficaria cega para sempre. O quadro reverteu-se e a atriz voltou a enxergar. Emagreceu bastante, à custa de severa dieta alimentar, mas para voltar a caminhar terá de implantar uma prótese procedimento que vem sendo adiado, pois ela ainda não se sente segura para fazer uma operação como essa.

Mas o coração, também prejudicado pela diabete, se alegra com as lembranças dos tempos em que Wilza era considerada uma das gordas mais belas do País. (Informações colhidas na internet e do site: http://wilzacarla.sites.uol.com.br onde você pode saber mais e deixar seu recado para ela.

Filmografia

   
1989 - Wiezien Rio (Mulher de Vermelho)
1984 - Padre Pedro e a Revolta das Crianças
1984 - Clube do Sexo
1984 - Bacanal na Ilha da Fantasia
1984 - Made in Brazil
1984 - Mulher de Proveta
1983 - Põe Devagar... Bem Devagarinho
1983 - Vai e Vem À Brasileira
1982 - O Rei da Boca
1982 - Sexo às Avessas
1982 - Os Campeões
1979 - O Menino Arco-Íris
1978 - Seu Florindo e Suas Duas Mulheres
1977 - Costinha e o King Mong
1977 - As Eróticas Profissionais
1977 - Será Que Ela Agüenta?
1977 - Chuva Crioula
1977 - Os Pastores da Noite
1977 - Socorro! Eu Não Quero Morrer Virgem
1976 - O Vampiro de Copacabana
1976 - A Ilha das Cangaceiras Virgens
1976 - As Massagistas Profissionais
1976 - As Loucuras de um Sedutor
1975 - Com as Calças na Mão
1975 - Guerra Conjugal (Gorda)
1975 - Um Soutien Para Papai
1974 - Ainda Agarro Esta Vizinha
1974 - Mais ou Menos Virgem
1972 - Ipanema Toda Nua
1972 - Salve-se Quem Puder
1971 - Cômicos e Mais Cômicos
1970 - Os Herdeiros
1970 - Os Monstros de Babaloo
1970 - Pra Quem Fica, Tchau
1970 - O Impossível Acontece (3º epsódio - O Reimplante)
1969 - O Rei da Pilantragem
1969 - Macunaíma
1967 - As Aventuras de Chico Valente
1967 - Palmeiras Negras (Ana Gorda)
1958 - Minha Sogra é da Policia (Neném)
1957 - Tem Boi na Linha (Lina)
1956 - Genival é De Morte
1956 - Leonora dos sete mares
1955 - Pani, Amore e Cartnavale
1955 - Trabalhou Bem, Genival
1955 - Chico Viola Não Morreu
 
   
 

Vaias para o Destino - Christopher Reeve, estrela de "Superman", morre aos 52 anos

Nova York - O ator americano Christopher Reeve, de 52 anos, morreu ontem por problemas no coração, segundo informou seu assessor Wesley Combs. Ele tinha entrado em coma no sábado, após sofrer uma parada cardíaca enquanto estava em sua casa, em Nova York. Reeve tornou-se mundialmente conhecido nas décadas de 1970 e 1980, ao estrelar a série Superman para o cinema.

Em maio de 1995, ele caiu de um cavalo durante uma competição, fraturou a coluna e ficou meses entre a vida e a morte. Tetraplégico, tornou-se um dos grandes ativistas mundiais na defesa do desenvolvimento de pesquisas para problemas na coluna. Em 2000, Reeve era capaz de mover o dedo indicador, e um trabalho especial tornou suas pernas e braços mais fortes. Ele também voltou a ter sensações em outras partes do corpo.

Reeve nasceu em 1952, em Nova York. Aos 10 anos, já fazia teatro e, na Broadway, chegou a contracenar com Katharine Hepburn. Seu primeiro trabalho no cinema foi uma ponta em SOS Submarino Nuclear, estrelado por Charlton Heston e David Carradine. No mesmo ano, fez teste para interpretar Superman/Clark Kent. O porte atlético (1,93 m de altura) e o gosto pela aventura fizeram dele uma opção natural para o papel, para o qual concorriam 200 candidatos.

Sob a direção de Richard Donner, o mesmo de A Profecia, Superman fez estrondoso sucesso e tornou Reeve um dos rostos mais conhecidos do cinema. Embora deva sua carreira a Superman, o ator tentou diversas vezes escapar do estigma do herói, do bom moço. Fez um amargo veterano do Vietnã na peça Fifth of July, um aspirante a roteirista no suspense Armadilha Mortal, entre outros papéis.

Mas nenhum papel lhe trouxe o mesmo sucesso que o Super-Homem. Foram quatro filmes, entre 1978 e 87, em que contracenou com astros já estabelecidos como Marlon Brando (Jor-El) e Gene Hackman (Lex Luthor). Finda a série, o ator migrou paulatinamente para a TV, até o acidente de cavalo, em 95.

Reeve fez então de sua tragédia pessoal uma cruzada pública em prol da pesquisa científica, tornando-se um porta-voz da defesa das pesquisas com células-tronco. "Hollywood precisa fazer mais", discursou em 1996, na entrega do Oscar. "Vamos continuar assumindo riscos. De muitas maneiras, nossa comunidade cinematográfica pode fazer melhor do que qualquer outra pessoa."

Reeve deixa três filhos, dois com Gae Exton (Matthew, 25, e Alexandra, 21) que conheceu durante as filmagens de Superman em Londres, e Will, 12, que teve com Dana Reeve. Dana, que o acompanhou em toda a batalha para recuperar alguns movimentos e sensações, agradeceu à equipe médica do ator "bem como aos milhões de fãs em todo o mundo".

Nome Completo: Christopher Reeve, Natural de: Nova York, Nova York, EUA, Nasc.: 25/09/1952, Falec.: 10/10/2004

1998 - Toughest Break: Martin's story, The (TV) (narrador)
1998 - Janela indiscreta (Rear window) (TV)
1996 - Without pity: A film about abilities (TV) (narrador)
1996 - A step toward tomorrow
1995 - Raposa Negra - Torturado pelo ódio (Black Fox: Good men and bad) (TV)
1995 - Raposa Negra 2 - O preço da paz (Black Fox: The price of peace) (TV)
1995 - Black Fox - A raposa negra (Black Fox) (TV)
1995 - Sem suspeita (Above suspicion)
1995 - A cidade dos amaldiçoados (Village of the damned)
1994 - Apenas bons amigos (Speechless)
1993 - Morning glory (TV)
1993 - Vestígios do dia (Remains of the day, The)
1993 - O lobo do mar (Sea wolf, The) (TV)
1992 - Pesadelo do passado (Nightmare in the daylight) (TV)
1992 - Seredos mortais (Mortal sins) (TV)
1992 - Impróprio para menores (Noises off...)
1991 - Death dreams (TV)
1991 - Busca desesperada (Bump in the night) (TV)
1990 - Earthday birthday
1990 - Guerra de paixões (Rose and the jackal, The) (TV)
1988 - Great Escape II: The untold story, The (TV)
1988 - Troca de maridos (Switching channels)
1987 - Superman IV - Em busca da paz (Superman IV: The quest for peace)
1987 - Armação perigosa (Street smart)
1985 - Anna Karenina (Anna Karenina) (TV)
1985 - Aviator, The
1984 - Os Bostonians (Bostonians, The)
1983 - Superman III (Superman III)
1982 - Monsenhor (Monsignor)
1982 - Armadilha mortal (Deathtrap)
1980 - Em algum lugar do passado (Somewhere in time)
1980 - Superman II - A aventura continua (Superman II)
1979 - Muppets go Hollywood, The (TV)
1978 - Superman - O filme (Superman)
1978 - Gray lady down

- Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator - Minisérie/Filme para TV, por "Janela Indiscreta" (1998). - Ganhou o BAFTA de Melhor Revelação, por "Superman - O Filme" (1978). - Recebeu uma indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante, por "Troca de Maridos" (1988). - Sofreu um acidente de cavalo em 27 de maio de 1995, que o deixou tetraplégico. - Possui uma estrela na Calçada da Fama, localizada em 7021 Hollywood Boulevard.

 
   
 
Vaias para o Destino
Brasil - Faleceu também no dia 11 de outubro de 2004 o escritor brasileiro mundialmente conhecido Fernando Sabino.
 
   
 

Vaias para o Destino - Janet Leigh, estrela de "Psicose", morre aos 77 anos

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Janet Leigh, mais conhecida por seu trabalho no clássico "Psicose", de Alfred Hitchcock, morreu aos 77 anos, anunciou na segunda-feira uma porta-voz da família.

A atriz teve dezenas de papéis no cinema, quase todos relegados à sombra por um único momento marcante do cinema -- a cena em que ela é esfaqueada no chuveiro em "Psicose".

Leigh "morreu no domingo à tarde, pacificamente" em sua residência em Beverly Hills, segundo a porta-voz, ao lado de seu marido, Robert Brandt, e de suas filhas, as atrizes Jamie Lee Curtis e Kelly Curtis.

Ela sofria havia um ano de vasculite, uma inflamação dos vasos sanguíneos.

A carreira de Janet Leigh no cinema começou em 1947, quando a atriz Norma Shearer viu sua foto na mesa de recepção de um hotel e a recomendou para um contrato com o estúdio MGM.

Ela fez par com astros como Gary Cooper, Errol Flynn, Frank Sinatra, Charlton Heston, James Stewart e seu ex-marido Tony Curtis em dezenas de filmes, incluindo pelo menos dois clássicos, "Sob o Domínio do Mal", em 1962, e "A Marca da Maldade", de Orson Welles, em 1958.

Mas a fama duradoura foi conseguida não com os papéis românticos nos quais a atriz loira se especializou em mais de 50 filmes, mas com um filme em que ela representou uma ladra em fuga.

A câmera só se ocupa de Leigh nos primeiros 45 minutos de "Psicose", de 1960, em que ela faz a golpista Marion Crane, que vai passar uma noite no motel Bates, onde, em questão de minutos, é morta a facadas no chuveiro por um homem vestido como sua mãe -- Anthony Perkins no papel de Norman Bates, o recepcionista do motel.

Janet Leigh passou uma semana filmando a cena do chuveiro, que é feita de 70 tomadas de alguns segundos cada, nas quais não se vê a faca do assassino cortando seu corpo. A cena, que dura apenas alguns minutos, foi votada a mais famosa cena de morte do cinema pelos leitores da revista britânica Total Film, superando tragédias como a morte da mãe de Bambi ou a queda de King Kong do edifício Empire State.

TRAUMA

Leigh foi indicada para o Oscar de melhor atriz coadjuvante pela cena, e, durante anos, afirmou que o trauma de assistir à cena a impediu de tomar banho de chuveiro sem ficar apavorada.

O editor da Total Film, Simon Crook, disse à BBC em entrevista que o que torna a cena do chuveiro tão angustiante "é a violência bruta da edição, e não qualquer sangue explícito."

Ele disse: "Em nenhum momento vemos a faca de Anthony Perkins atingindo o corpo de Leigh. Em lugar disso, a cena inclui 70 ângulos diferentes, mais de 90 cortes e, é claro, aqueles violinos gritantes" da música de fundo.

Em entrevista concedida em 2000 a Tim Lammers, do wnbc.com @ The Movies, Leigh disse que, depois de assistir à cena do chuveiro no cinema, ela só quis tomar banho de banheira.

"Quando vi a cena condensada e editada da maneira que apenas Hitchcock poderia ter feito, ela foi tão assustadora que percebi que ficamos numa posição extremamente vulnerável quando tomamos banho de chuveiro.

"Depois disso não consegui mais tomar banho de chuveiro. Achei que seria simples burrice me colocar em tal situação."

Em outra entrevista, a atriz comentou: "'Psicose' me deixou com a pele enrugada. Passei sete dias naquele chuveiro, em 70 encenações. Pelo menos ele (Hitchcock) garantiu que a água estivesse quente."

Nascida com o nome de Jeanette Helen Morrison, Leigh foi filha única de um casal que atravessava o país trabalhando em empregos diferentes. Ela descreveu sua infância como tendo sido solitária e fugiu dos pais aos 14 anos para casar-se com o primeiro de seus quatro maridos.

Depois de sua foto ter sido descoberta por Norma Shearer na recepção de um hotel em que seu pai trabalhava, Leigh assinou contrato com a MGM e atuou em filmes como "The Romance of Rosy Ridge" (1947), "Quatro Destinos" ("Little Women", 1949), "Os Anjos Entram em Campo" ("Angels in the Outfield", 1951), "Scaramouche" (1952) e "Houdini -- O Homem Miraculoso" (1953), também estrelado por seu terceiro marido, Tony Curtis.

Em 1962 ela se casou com o empresário Robert Brandt. (Por Arthur Spiegelman)

 
   
 

VAIAS para Leonardo DiCaprio. Parece que Leonardo dançou com a supermodelo Gisele Bündchen. A modelo ao que parece está totalmente caidinha pelo ator Josh Hartnett, que faz o papel de Matthew no filme que está sendo lançado esta semana no Brasil pela PlayArte - Paixão à Flor da Pele. A Notícia foi divulgada dia 27 de setembro pelo tablóide inglês The Sun com a seguinte notícia: GISELE BÜNDCHEN DESCARTA DICAPRIO PARA VIVER UMA “PAIXÃO À FLOR DA PELE” COM O ATOR JOSH HARTNETT. Será que isto é verdade? Será que DiCaprio perdeu o encanto para Gisele? Será que Josh é melhor? Vá ao cinema e confira a atuação de Josh Hartnett e descubra isto pessoalmente. A única coisa que temos certeza é que se DiCaprio estiver mesmo solteirinho, as fãs vão agradecer, porque a vaga vai estar liberada para quem chegar primeiro.

 
   
 

(20/08/2004) - PALMAS PARA O CINEMA BRASILEIRO

A Petrobras, Credicard, Nexus Cinema, Globo Filmes, Europa Filmes e Lumière apresentam: Olga
Um filme de Jayme Monjardim, escrito e produzido por Rita Buzzar e baseado no livro de Fernando Morais

Em 1928, a judia alemã Olga Benario fugiu de Berlim para Moscou e iniciou uma trajetória que comoveu o mundo. Olga deixou para trás uma vida confortável e se juntou ao partido comunista soviético em nome de um ideal: lutar por um mundo melhor. Seis anos depois, ela seria vítima da intolerância do governo de Getúlio Vargas e dos horrores do nazismo de Hitler: presa e separada do marido, o líder comunista Luís Carlos Prestes, ela foi deportada para a Alemanha e morreu numa câmara de gás de um campo de extermínio.
Inspirado no best-seller de Fernando Morais, o filme Olga chega aos cinemas para narrar a história dessa heroína, uma mulher independente e idealista que ousou conjugar dois sonhos: construir uma sociedade mais justa e viver um grande amor.
Dirigido por Jayme Monjardim, com produção e roteiro de Rita Buzzar, Olga teve o desafio de retratar com fidelidade lugares tão marcantes e distintos quanto a Alemanha de Hitler, a União Soviética comunista e o Brasil da década de 30. O filme traz a Europa para o Rio de Janeiro, tirando proveito da arquitetura diversificada da cidade e de sua vocação para cenário de reconstituições históricas. Um exemplo é a concepção do campo de concentração onde Olga ficou presa. As filmagens do campo foram feitas numa antiga fábrica em Bangu - o bairro mais quente do Rio de Janeiro - e o resultado é um lugar sombrio, triste e opressor, com direito a neve como em um inverno europeu.
A atriz Camila Morgado estréia no cinema como a protagonista, dona de olhos doces, porém decididos, a militante que em 1934 recebeu do partido comunista uma missão perigosa: escoltar - em sigilo e em segurança - Luís Carlos Prestes, um dos mais importantes líderes do Brasil no século xx. Ao concluir a tarefa, Olga se viu diante de um dilema: estava apaixonada por Prestes.
No Brasil, os dois viveram um romance, mas foram perseguidos, presos e separados à força. Em 1936, Olga foi deportada - grávida - para a Alemanha nazista. Na prisão nasceu Anita, mas Olga foi impedida de criá-la: mãe e filha se viram pela última vez quando o bebê completou um ano e dois meses. Olga sofreu as humilhações e torturas dos campos de concentração, mas nunca perdeu a dignidade. E até o fim cultivou a esperança de sobreviver para transformar o mundo num lugar mais justo.
As filmagens de Olga duraram dez semanas e contaram com a participação de uma equipe de 250 pessoas. O filme é o primeiro longa-metragem de profissionais de talento reconhecido: o diretor Jayme Monjardim; Rita Buzzar, que estréia como produtora; a atriz Camila Morgado; o diretor de fotografia Ricardo Della Rosa; a diretora de arte Tiza de Oliveira.
No elenco principal destacam-se também Caco Ciocler, como Luís Carlos Prestes; e Fernanda Montenegro, como Dona Leocádia, a mãe de Prestes, que na época empreendeu uma campanha internacional para livrar da prisão o filho e a nora e evitar que sua neta, Anita, fosse para um orfanato alemão. Graças a sua luta e dedicação, ela conseguiu o direito de criar a neta. Anita, a filha de Olga e Prestes, tem hoje 67 anos e vive no Rio de Janeiro.

 
   
 
(01/08/2004) - PALMAS PARA O PLANETA CELULAR

Prezados Senhores,

A Revista Clássica "Top Business", tem a honra em informar-lhes que juntamente com outras destacadas empresas. A Planeta Celular, é uma das 60 empresas selecionadas para receber a "Certificação Top Excelência e Qualidade", á realizar-se no próximo dia 06 de agosto/2004 às 20:hs, no Salão de Convenções do Copacabana Palace Hotel no Rio de Janeiro e dia 05 de agosto no Mercure Hotel em São Paulo, quando serão congratuladas empresas dos mais diversos segmentos empresariais dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo e atuantes em diversas localidades do país. Por ser um reconhecimento nacional e visando o maior conforto de todos, o mesmo será realizado nas duas capitais brasileiras, desta forma os participantes poderão optar pela localidade que melhor lhe convém.

O Prêmio propõe-se a desenvolver no meio comercial, o reconhecimento com destaque aos empresários com investimentos na área social e econômica do país, atuando com cidadania, no desenvolvimento de trabalhos de cunho social, bem como; empresa cidadã, amiga da criança contribuinte na geração de empregos, tendo como exemplo, princípios básicos dentro da própria empresa onde recursos humanos são considerados como talentos humanos, gerando assim resultados positivos nas conquistas de mercado, independente do porte da empresa, principalmente respeito ao consumidor, entre esses, a implantação do programa de qualidade, obtendo a certificação ISO 9000. Esses são os maiores fatores da consagração pública, resultando em diferenciais que fazem jus ao mérito da premiação, com a plena satisfação dos clientes, colaboradores e fornecedores, além é claro da preferência do consumidor final através de pesquisa direcionada (indicações dos deptos. de compras dos lojistas) pela maior aceitação popular no critério excelência e qualidade total. (os dados estatísticos detalhado da pesquisa, são enviados quando solicitados).

O Evento é Planejado desde o início para o sucesso absoluto. Na realização pode-se perceber o altíssimo nível de sofisticação e glamour, nos mínimos detalhes desde a decoração, recepção, manobristas, cardápio, dentre outros, a cerimônia tem como apresentador um dos mais importantes profissionais da televisão brasileira, Fernando Vannucci acompanhado da Miss Brasil Gislaine Ferreira que fará a entrega da premiação. Mais não termina por ai... após o evento, vem o retorno comercial e satisfação social dos agradáveis momentos vividos pelos convidados, que serão ainda mais destacados, perpetuando os nomes de suas empresas de forma marcante, seus exemplos de vida e de trabalho, afinal todos são empresários de sucesso. Além da divulgação individual apresentada na programação abaixo a cerimônia é prestigiada por jornalistas, colunistas, revistas e jornais, que conseqüentemente darão maior repercussão.

Divulgação do evento: nas revistas, ISTO É resenha publicitária com foto e nomes dos premiados da noite, revista " Top Business" Revista de Bordo, cada empresa homenageada terá meia página para sua divulgação individual, (saiba tudo sobre a revista no anexo e cobertura completa no site da revista on-line com publicação por um ano, totalmente na integra (foto, logo e histórico institucional da empresa).

Cordialmente,

Ana Rangel – Coordenadora de Eventos Região Sudeste /Centro Oeste.

http://www.cianacionaldeeventos.com.br/

 
   
 

PALMAS PARA PERDIDOS NO ESPAÇO

Série dos anos 60 "Perdidos no Espaço" volta em DVD - Acaba de sair uma caixa de DVDs com a primeira temporada, mantendo a dublagem brasileira da época, para alegria dos fãs saudosistas

Foto/Divulgação
Major West, Judy, Smith, o robô, Will, Penny, Maureen e John Robinson (desde o alto, à esquerda)

São Paulo - A família Robinson ainda não encontrou o caminho da Terra, mas a série Perdidos no Espaço, que conta suas aventuras em outras galáxias na espaçonave Júpiter 2, tem um destino certo: o sucesso. Ao menos foi o que constataram os executivos da Fox Home Entertainment, que lançam na quarta-feira a primeira temporada de um dos seriados mais cultuados no Brasil - a caixa com os primeiros 29 episódios em preto-e-branco, distribuídos em oito DVDs (R$ 199,90), foi tão disputada na pré-venda por internet que a empresa já antecipa para o fim do ano o lançamento da segunda temporada.

E a versão nacional de Perdidos no Espaço oferece uma verdadeira jóia: além do som digitalizado e remasterizado em inglês, foi mantida a dublagem brasileira, uma vitória dos fãs do seriado que desenvolveram toda uma estratégia de convencimento junto à Fox para que fossem preservadas as vozes de Borges de Barros (Dr. Smith) e Maria Inês (Will Robinson), entre outros. "Trata de um justo reconhecimento, pois muito do sucesso da série se deve justamente à dublagem", comenta Gilberto Baroli, responsável pela voz do Robô B-9.

Perdidos no Espaço foi criado pelo produtor Irwin Allen que, temeroso de um fracasso, inicialmente rodou os episódios em preto-e-branco. Em 1964, foi gravado um piloto do seriado, No Place to Hide (Nenhum Lugar para se Esconder), uma raridade de 60 minutos pois não foi exibido na TV mas consta no pacote lançado agora pela Fox. É curioso pois não conta com o Dr. Smith e o robô, que se tornaram depois a grande marca da série e que foram inseridos depois para dar mais intensidade à trama.

Para quem não sabe (ou não se lembra), Perdidos no Espaço começa no ´longínquo´ dia 16 de outubro de 1997 quando a família Robinson (John, o pai, professor de astrofísica; Maureen, a mãe, bioquímica; e Judy, Penny e Will, os filhos, todos com inteligência acima do normal) embarca na nave Júpiter 2, pilotada pelo major Don West, para colonizar Alpha Centaury, região no espaço que se assemelha às condições da Terra. O motivo da missão é descobrir uma alternativa de vida, uma vez que o nosso planeta já se encontra superpovoado. A viagem, porém, corre risco, pois um traidor, Zachary Smith, programa o robô que viaja à bordo para destruir a nave oito horas depois do lançamento. Atrapalhado, Smith não consegue deixar o Júpiter 2 em tempo e acaba viajando com os Robinsons. Sua presença, no entanto, descontrola o programa de viagem e o Júpiter 2 sai da rota e se perde no espaço.

A série foi ao ar pela CBS entre 1965 e 68 no horário nobre, superando o campeão de audiência Família Buscapé. Teve 83 episódios gravados em três temporadas. Se os primeiros capítulos foram em preto-e-branco, as duas temporadas finais ganharam cor, graças ao sucesso, especialmente pela mudança de rota - inicialmente dedicado à ficção científica, o seriado ganhou um reforço no humor, por conta das encrencas provocadas pelo trio Smith, Will e o robô.

Os efeitos especiais, para os padrões atuais, são pré-históricos e pouco interesse havia em um rigor científico - em todos os planetas que os Robinsons pousavam, os extraterrestres não apenas falavam inglês como, às vezes, usavam roupa de tirolês e trombetas de chifres viking. E Smith, vivido por Jonathan Harris, ganhou destaque graças à sua covardia e aos insultos destinados na maioria das vezes ao robô. Entre novembro e dezembro, a Fox deve lançar a segunda temporada com 30 episódios. E a terceira, com 24, fica para o próximo ano.

Fonte: Intenet

 
   
   
 

Vaias para Britney Spears

16/07 - 13:07 - Olha as fotos que circularam na internet nesta sexta.  Nelas, Britney Spears aparece na sacada de um hotel com seu namorado Kevin Federline numa atitude quase impublicável.

Esta é a notícia original do dia 16 JULY 2004 do Hello!

With Britney Spears' much talked-about Onyx Hotel tour now on hold thanks to a knee injury, it looks like the sexy blonde's rehabilitation requires some serious TLC.

The singer, who has become inseparable from her fiancé, backup dancer Kevin Federline, was seen relaxing with her man at the Ritz, lounging by the pool of the $1,500-a-night luxury hotel. Between dips to cool off, sexy Britney couldn’t stop showering affection on her new love, spraying him with suntan oil and sharing his lounger to offer up an embrace, while Kevin lapped it up.

The pop star bride-to-be was in fine form, perhaps because of her recent shopping spree at a Santa Monica health food mart. And it has emerged that Britney, who this week was photographed drinking from what appeared to be a miniature bottle of liquor, might have actually been enjoying a more wholesome drink.

According to a US TV programme Entertainment Tonight, the clerk at the shop where Britney picked up the mystery beverage has revealed it was actually a bottle of ginseng. He insists Britney bought no booze, only the Eastern tonic and a carton of cigarettes.

Fonte: Hello!

 
   
 
Palmas para Harry Potter. O novo título do sexto livro de Harry Potter é revelado.  “Harry Potter and the Half Blood Prince“ (Harry Potter e o Príncipe Mestiço) é o nome do novo livro que foi confirmado dia 29 por J.K. Rowling. Rowling fez o anúncio no site, JKRowling.com, embora já tivesse sido especulado por muitos dos seus fãs que queriam revelar o título. A forma para achar o título foi contado no site de um de seus fãs, WizardNews.com. Rowling ainda está no processo de escrever o livro e nenhuma data de lançamento foi anunciada, de acordo com o agente dela. Os primeiros três livros já foram transformados em filmes. O terceiro filme “Harry Potter e o Prizioneiro de Azkaban, ainda está nos cinemas. Os três primeiros filmes arrecadaram juntos US$2.4 bilhões mundialmente. O quarto filme, "Harry Potter e o Cálice de Fogo”, deve estar nos cinemas em novembro de 2005, todos da Warner. Rowling disse que tinha pensado neste título para o segundo livro, "Harry Potter e a Câmara Secreta". Outros dois títulos foram especulados para este novo livro, "Harry Potter and the Pillar of Storge" e "Harry Potter and the Toenail of Icklibogg". Bom, vamos esperar para ver o que vem por aí.  
   
 

Foto de Marlon Brando em cena de O Selvagem.

VAIAS para o Destino: Morre o ator Marlon Brando em Los Angeles - Considerado por muitos o melhor ator de todos os tempos, Marlon Brando morreu dia 30, aos 80 anos, em um hospital de Los Angeles.

Los Angeles - Considerado por muitos o melhor ator de todos os tempos, Marlon Brando, que revolucionou as artes dramáticas nos Estados Unidos com suas atuações em Uma Rua Chamada Pecado, de 1951 e Sindicato de Ladrões, de 1954 e criou a icônica representação do personagem Don Vito Corleone em O Poderoso Chefão, de 1972, morreu ontem, aos 80 anos, em um hospital de Los Angeles, disse hoje seu advogado, David J. Seeley. Acredita-se que ele tenha sido internado na quarta-feira. O nome do hospital e a causa da morte não foram revelados. "Ele era um homem muito reservado", disse Seeley. Detalhes sobre o funeral não foram decididos, mas Seeley disse que será uma cerimônia íntima.

Há muito tempo Brando deixou de ser o sedutor que arrebatava as platéias nos anos 1950. Segundo uma nova biografia, o ator tinha US$ 20 milhões em dívidas e morava num apartamento de um quarto em Los Angeles, vivendo de uma aposentadoria do Estado.

Brando tinha sofrido uma pneumonia, em 2002, doença que o deixou preso em uma cadeira de rodas e respirando com ajuda de uma máscara de oxigênio. O ator também sofria com o excesso de peso: ele recentemente foi visto em busca de potes de sorvete em um supermercado depois que sua enfermeira trancou a geladeria dele.

Uma semana antes de morrer, Marlon Brando estava alterando o roteiro de um novo filme, Brando e Brando, em que interpretaria ele mesmo e cujas filmagens começariam este mês, sob a direção do cineasta franco-tunisiano Ridha Behi, que garante, vai continuar a produção em sua homenagem.

Veja filmografia de Marlon Brando

Ator de clássicos e cults do cinema como Uma Rua Chamada Pecado, de 1951, O Poderoso Chefão, de 1972, Duelo de Gigantes, de 1975. Confira a lista dos filmes de Brando:

Espíritos Indômitos, 1950 / Uma Rua Chamada Pecado, 1951 / Viva Zapata!, 1952 / Júlio César, 1953 / O Selvagem, 1954 / Sindicato de Ladrões, 1954 / Desirée, o Amor de Napoleão, 1954 / Eles e Elas, 1955 / A Casa de Chá do Luar de Agosto, 1956 / Sayonara, 1957 / Deuses Vencidos, 1958 / Vidas em Fuga, 1960 / A Face Oculta, 1961 (também diretor) / O Grande Motim, 1962 / Quando os Irmãos se Defrontam, 1963 / Dois Farristas Irresistíveis, 1964 / Morituri, 1965 / Caçada Humana, 1966 / Sangue em Sonora, 1966 / A Condessa de Hong-Kong, 1967 / O Pecado de Todos Nós, 1967 / A Noite do Dia Seguinte, 1968 / Candy, 1968 / Queimada!, 1970 / Os que Chegam com a Noite, 1972 / O Poderoso Chefão, 1972
Último Tango em Paris, 1973 / Duelo de Gigantes, 1975 / Superman, 1977 / Raízes 2, 1979 (minissérie de TV) / Apocalipse Now, 1979 / Raoni, 1979 / A Fórmula, 1981 / A Dry White Season, 1988 / Um Novato na Máfia, 1990 / Cristóvão Colombo, a Aventura do Descobrimento, 1992 / Don Juan de Marco, 1995 / A Ilha do Dr. Moreau, 1996 / O Bravo, 1997 / Loucos por Dinheiro, 1998 / A Cartada Final, 2001 / Apocalypse Now Redux, 2001.

 
   
   
 

1/JULHO/2004 - Vaias para o ÁLCOOL + DIREÇÃO. Em Paris na França, o ator Gerard Depardieu sofreu machucados leves depois de um acidente com sua vespa. O acidente aconteceu na Paris ocidental e não foi sério, disse a Agência Artmedia relações públicas, sem dar mais detalhes, ao contrário da televisão LCI que relatou que ele foi hospitalizado por causa de uma fratura dupla na sua perna. Nada foi revelado sobre o nível de álcool no seu sangue. Em 1998, Gerard Depardieu já com 55 anos, bateu sua moto quando o limite de álcool no seu sangue era cinco vezes maior do que o permitido. E no ano passado ele teve outro acidente! Ohh Gerard, vamos diminuir um pouquinho o nível de bebida antes de dirigir, faça como os responsáveis: antes de dirigir não beba, e depois de beber, não dirija, quem sabe não saiam mais filmes!

 
   
 

Vaias para o FIM da novela Celebridade. Dia 25 foi o último capítulo, e nós revelelamos alguns segredinhos. Vladimir não perdoa Darlene, nem mesmo sabendo da sua boa ação, mas não morreu, casou com ela e foi promovido. O casal de amantes Laura e Marcos, seu comparsa, morreram juntinhos  com um tiro, quando ele tentou salvar sua amada, e foi atingido também. Depois de terminar o namoro com Darlene, Inácio ficou com sua amada Sandra. PC ficou com Tânia. Bruno com Jaqueline Joy Quem matou Lineu? Várias versões foram especuladas, inclusive a de Olga, a secretária, à pedido de Beatriz e a de Renato Mendes como mandante do crime, cometido pelo segurança de Lineu. Mas o autor preferiu que fosse Laura. É claro que não podíamos contar este segredão, pois perderia a graça, seria a mesma coisa que contar o fim do filme, e não faríamos isto com você, é claro!

 
   
 

Palmas para Muita gente. De acordo com a revista Empire, o papel principal de Jeannie é um gênio já tem dona. A publicação garante que Lindsay Lohan (a filha de Jamie Lee Curtis em Sexta-feira muito louca) já assinou contrato para a adaptação para as telas da popular telessérie dos anos 60. A DreamWorks Pictures colocou no ar um site temporário de O chamado 2. Por enquanto, só existe uma animação em flash por lá, nada de muito empolgante, mas como o filme está atualmente sendo rodado e tem previsão de estréia para 10 de novembro nos Estados Unidos, é provável que a página seja atualizada em breve com algum conteúdo mais interessante. A Warner Bros. já lançou o site do filme Exorcista: O começo na internet. Espera-se para a próxima semana o teaser trailer do filme. A Miramax lançou o trailer do filme The Aviator, dirigido por Martin Scorcese. O filme conta a história do bilionário pioneiro da aviação Howard Hughes, interpretado por Leonardo DiCaprio. Novidades para os fãs de Star Wars. George Lucas acaba de disponibilizar no site oficial da franquia Star Wars, um documentário detalhando a criação do vilão de Star Wars: Episódio III: General Grievous.

 
   
 

Vaias para o Destino que nos levou o ator americano Ronald Reagan de 93 anos. Faleceu nos Estados Unidos o ator e ex-presidente Ronald Regan que estava internado já há 12 dias. Mais conhecido como presidente do que como ator, ele nasceu em 1911 e havia feito vários filmes dentre eles: Em Cada Coração Um Pecado e A Estrada de Santa Fé. Republicano fervoroso, sua primeira pergunta aos médicos do hospital onde estava internado foi: " Por favor me digam que vocês são republicanos?" Sua esposa Nancy ainda está muito abalada com a morte do marido. Vários membros importantes dos Estados Unidos já se manifestaram a respeito da trágica perda, dentre eles Bush pai e Bill Clinton. As bandeiras americanas de Sacramento estão agora a meio pau.

 
   
 

Os principais atores da série: Rupert Grint (à esq.), Emma Watson e o astro Daniel Radcliffe. Abaixo, os fãs amontoados. Fonte: AP

 

  Pré-estréia de "Harry Potter" leva fãs ao delírio

Centenas de adolescentes apaixonadas por Daniel Radcliffe, que interpreta o bruxo Harry Potter no cinema, se amontoaram para ver o ator de perto em Nova York, na pré-estréia mundial de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban.

Nova York - O menino bruxo Harry Potter está crescendo, assim como suas fãs, muitas das quais trocaram as velhas capas e as varinhas mágicas por declarações de amor eterno. Daniel Radcliffe pareceu surpreso com a recepção entusiasmada que recebeu ontem de centenas de fãs que se amontoaram do lado de fora da pré-estréia de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, terceiro filme da série adaptada dos livros da escritora inglesa J.K. Rowling. “É realmente incrível”, disse o garoto de 14 anos, um pouco trêmulo, enquanto acenava para as adolescentes, algumas com cartazes com a frase: “Case com a gente, Dan!”. O filme vai estrear nos cinemas brasileiros em 4 de junho, mas algumas redes de cinema, como a UCI, já estão vendendo ingressos antecipados desde a semana passada. Nas bilheterias dos cinemas Severino Ribeiro e Kinoplex os fãs podem adquirir suas entradas e ainda ganhar um pôster exclusivo da produção (quando a compra for de dois bilhetes). A promoção é válida em todo o Brasil enquanto durarem os estoques.

Até o vocalista da banda Mactbox Twenty, Rob Thomas, acostumado com o assédio das fãs, foi deixado de lado. “Quando o Harry Potter saiu, eu acho que dava para ver o cabelo dele ficar de pé por causa dos gritos das fãs”, disse Thomas. “Elas estão muito animadas.” Foi um acontecimento feliz para Rupert Grint, que faz o amigo de Harry, Ron Weasley, na escola de bruxaria Hogwarts e chegou à sessão com um estilo bem adolescente, com os lisos cabelos compridos caídos na testa. “É muito legal”, disse o ator de 14 anos.

O público pode esperar um filme mais maduro desta vez. O terceiro da série Harry Potter dá uma guinada, sendo mais forte que os anteriores. No novo filme, o jovem bruxo é seguido por um mágico assassino que escapa da prisão. “É mais dark. Talvez seja melhor assistir com os pais”, disse Tom Felton, de 16 anos, que interpreta Draco Malfoy.

Muitas crianças levaram seus pais famosos para a pré-estréia em Nova York. Susan Sarandon e Tim Robbins passaram rapidamente pelos fotógrafos com seus filhos. A modelo Christie Brinkley posou para fotos com o marido, os filhos e o sobrinho no tapete vermelho. “Meu filho e eu lemos todos os livros juntos em voz alta, com todos os sotaques”, ela disse.

As fãs fizeram fila por volta das 16 horas, 12 horas antes do começo do filme, para se posicionarem para conseguir um autógrafo ou poderem olhar para seu artista preferido. “Eles são incríveis!”, disseram em coro as adolescentes Danielle Lopez e Kristin Hauser, de 14 anos, chegaram do interior do estado à 9 horas, com um pôster “Todo trouxa merece um abraço” (trouxa é a gíria da série para quem não é bruxo). Até mesmo o ator Alan Rickman, de 58 anos, que faz o mau humorado professor Severus Snape recebeu um pedido de casamento de uma fã um pouco mais velha. “Ele deve estar desesperada”, ele respondeu secamente.

Enquanto crescem no papel de conquistadores de corações, os astros adolescentes de Harry Potter também estão atuando com mais profundidade, disse Chris Columbus, que dirigiu os dois primeiros filmes e continua como produtor do terceiro. “Este é muito mais pessoal”, disse a atriz de 14 anos, Emma Watson, para quem sua personagem, Hermione, também evoluiu. “Ela ainda é aquela sabe-tudo, mas você poder ver mais profundidade e um lado diferente dela”.

Alfonso Cuaron, diretor do sucesso mexicano E sua Mãe Também, ficou com o posto de diretor de O Prisioneiro de Azkaban. Resultado, as estrelas disseram, é um filme mais denso e sofisticado que os anteriores. Cuaron garantiu aos pais que ainda é o Harry Potter que as crianças amam. “Não é violento. É assustador em alguns momentos, mas um assustador bom”, ele disse. “As crianças gostam de ser assustadas um pouco.” Complementando o que o diretor disse, Radcliffe afirmou: “Eu vi duas vezes e os únicos assustados foram os adultos.”
 
   
 

Palmas para ''O Outro Lado da Rua'' que inaugurou o 8º Festival do Recife. Um dos raros filmes a retratar a velhice nas telas, "O Outro lado da Rua'' abriu na quinta-feira, dia 29 de abril, o 8º Festival do Recife. O longa distribuído e co-produzido pela Columbia Pictures concorrerá em Pernambuco ao troféu Calunga com mais seis títulos nacionais. Protagonizado por Fernanda Montenegro, "O Outro Lado da Rua'' já recebeu o Astor de Prata de melhor filme íbero-americano no Festival de Mar del Plata, abriu o III Panorama Internacional Coisa de Cinema na Bahia, encerrou a XIX Muestra de Cine Mexicano e Iberoamericano de Guadalajara e conquistou o prêmio da C.I.C.A.E., concedido pela Confédération Internationale des Cinémas d'Art et Essai, no último Festival de Berlim. De 1º a 9 de maio, ainda será o único representante da América Latina no Festival de Tribeca, fundado por Robert De Niro. O longa dirigido por Marcos Bernstein (roteirista de "Central do Brasil'') retrata com sensibilidade o drama de aposentada que dribla a solidão bancando a detetive para a polícia carioca. Sua estréia no circuito nacional está marcada para 28 de maio.

 
   

Maio/2004 -Disney proíbe distribuição de filme de Michael Moore - Por Jim Rutenberg

WASHINGTON - A Walt Disney Company impediu que sua divisão Miramax distribua um novo documentário de Michael Moore que critica duramente o presidente Bush, disseram executivos da Disney e da Miramax na última terça-feira. O filme, "Fahrenheit 911", liga Bush a importantes sauditas - incluindo a família de Osama bin Laden - e critica as ações de Bush antes e depois do 11/09. A Disney, que comprou a Miramax há mais de uma década, tem um acordo contratual com os diretores da Miramax, Bob e Harvey Weinstein, permitindo que ela impeça a companhia de distribuir filmes sob certas circunstâncias, como no caso de um orçamento excessivo ou um filme proibido para menores de 17 anos. Os executivos da Miramax, que se tornaram os principais investidores do projeto de Moore no ano passado, não acreditam que o filme se encaixe em nenhum desses casos, disseram pessoas envolvidas na produção do filme. Se um acordo não for alcançado, afirmaram os envolvidos, a questão pode ter que ser mediada, apesar de nenhum dos lados querer isso. Em um comunicado, Matthew Hiltzik, um porta-voz da Miramax, disse: "Estamos discutindo a questão com a Disney. Estamos avaliando todas as opções e pretendemos resolver isso amigavelmente". Mas os executivos da Disney indicaram que não devem mudar de posição, proibindo a Miramax de ser a distribuidora do filme na América do Norte. Os direitos no exterior foram vendidos para várias companhias, explicaram. "Aconselhamos tanto o agente quanto a Miramax, em maio de 2003, que o filme não seria distribuído pela Miramax", disse Zenia Mucha, porta-voz da companhia, referindo-se ao agente de Moore. "Essa decisão continua". A Disney foi duramente criticada por conservadores, em maio do ano passado, depois de revelar que a Miramax havia concordado em financiar o filme quando a Icon Productions, a companhia de Mel Gibson, recuou. O agente de Moore, Ari Emanuel, disse que Michael D. Eisner, o chefe-executivo da Disney, pediu a ele no ano passado para deixar o acordo com a Miramax. Emanuel disse que Eisner expressou preocupação particular que o filme fosse prejudicar a brecha fiscal que a Disney recebe por seus parques temáticos, hotéis e outros empreendimentos na Flórida, onde o irmão de Bush, Jeb, é governador. "Michael Eisner me pediu para não vender o filme para Harvey Weinstein; isso não significa que eu acatei", afirmou. "Ele indicou que recebia incentivos para a Disney e era por isso que não queria a venda do filme para a Miramax. Ele não queria uma companhia Disney envolvida". Os executivos da Disney negam a acusação, apesar de dizerem que o desagrado pelo acordo foi expresso para a Miramax e Emanuel. Um executivo da Disney argumentou que a companhia tinha o direito de impedir a distribuição de filmes caso considerasse sua distribuição contra os interesses da companhia. O executivo disse que o filme de Moore é considerado contra os interesses da Disney não apenas devido aos acordos de negócio da companhia com o governo, mas porque a Disney lida com as famílias de todas as classes políticas e acredita que o filme de Moore, que não tem uma data de divulgação, pode alienar muitos deles. "Não é do interesse de uma grande corporação ser arrastada para o centro de uma batalha política", disse o executivo. A Miramax está livre para buscar outro distribuidor na América do Norte, mas tal acordo a forçaria a dividir os lucros e seria um golpe para Harvey Weinstein, um grande doador dos democratas. Moore, que vai apresentar o filme no Festival de Cannes este mês, criticou a decisão da Disney em uma entrevista na terça-feira, dizendo: "Em algum momento a questão tem que ser feita: 'Será que isso deve acontecer em uma sociedade livre e aberta onde os interesses cegam as informações que o público tem direito de ver?'". Os filmes de Moore, como "Roger and Me" e "Bowling for Columbine", normalmente são pára-raios políticos, com o cineasta cutucando o que diz ser as prioridades erradas dos conservadores e grandes negócios. Eles também se saem bem nas bilheterias. Seu filme mais recente, "Bowling for Columbine", faturou US$ 22 milhões na América do Norte para a United Artists. Seus livros, como "Stupid White Men", uma crítica contra o governo Bush que vendeu mais de um milhão de cópias, também são lucrativos. Moore não discorda que "Fahrenheit 911" tem uma carga altamente política, mas ele descreveu a decisão como "partidária". "Se isso é partidário de alguma forma é partidário do lado dos pobres e trabalhadores deste país que abastece essa máquina de guerra", afirmou. Ele disse que o filme descreve as ligações financeiras entre a família de Bush e seus associados e importantes famílias da Arábia Saudita, que datam de três décadas. Ele contou que ele explora o papel do governo na evacuação de parentes de Bin Laden dos EUA imediatamente após os ataques de 2001. O filme inclui comentários de soldados americanos no Iraque expressando desilusão pela guerra, afirmou. Moore já havia planejado produzir o filme com a companhia de Gibson, mas "o projeto não era certo para a Icon", disse Alan Nierob, um porta-voz da Icon, acrescentando que a decisão não tem nada a ver com política. A Miramax ocupou seu lugar imediatamente. A companhia distribuiu o filme de Moore de 1997, "The Big One". Em troca de grande parte do orçamento de US$ 6 milhões do filme, a Miramax propôs distribuí-lo. Apesar de as objeções da Disney terem sido esclarecidas logo, um executivo disse que a liderança da Miramax espera que ela prevaleça sobre a Disney, promovendo a distribuição neste verão, antes da eleição nos EUA e quando o interesse político é alto.

A Europa Filmes & M.A. Marcondes confirmam a distribuição do documentário de Michael Moore no Brasil. O filme faz parte da Seleção Oficial do Festival de Cannes deste ano que começa no dia 12 de maio.
 

 

Palmas para muita gente. Palmas para a Disney que resolveu fazer Toy Story 3, mas talvez a Pixar não participe e ainda vai demorar um pouquinho. Palmas para a adaptação cinematográfica da série de TV "A Feiticeira" que deve ter no elenco nada mais, nada menos do que Michael Caine e Shirley MacLaine, e que já conta com a presença de Nicole Kidman e Will Ferrell. Caso realmente acertem sua presença, Michael Caine e Shirley MacLaine interpretarão os pais da personagem de Nicole Kidman, a bruxa Samantha. Palmas para mais um filme brasileiro que é escolhido para festival em Nova York. Apenas um dia após ganhar o prêmio de melhor filme - público no Festival de Toulouse, "O Outro Lado da Rua" foi selecionado para mais um festival internacional. O longa-metragem estará sendo exibido no Festival de Tribeca entre os dias 1 e 9 de maio. Já no Brasil a previsão é que o filme chegue às telas em maio. Palmas para as emissoras de TV do Brasil que estão se planejando para, ainda este ano, investir no cinema nacional. O projeto mais adiantado é o da Record, que planeja para maio o início das filmagens de "Eliana em O Segredo dos Golfinhos".  A Band Filmes pretende investir no já concluído "Viva Sapato!" e "For All - O Trampolim da Vitória". A 3ª emissora com planos de investir no cinema brasileiro é a MTV, que promete um filme ainda para este ano.

 
   
Este talentoso ator já participou dos filmes: O Primeiro Dia, Central do Brasil e Cidade De Deus. Participou também das séries globais Hilda Furacão, A Muralha, Os Maias e eventualmente em alguns episódios de Brava Gente. Uma minissérie global a qual participou e que mais tarde virou filme foi O Auto da Compadecida. Nascido em São Paulo, Matheus transita na ponte aérea em função de seus compromissos de trabalho. Matheus chegou a cursar a faculdade de Belas Artes antes de subir aos palcos, como integrante da Companhia de Atores Antunes Filho. Na década de 80 morou em Paris e em Bruxelas, onde cantava músicas brasileiras.Mais tarde encontrou o grupo Teatro de Vertigem, onde encenou a peça O Livro de Jó. Já trabalhou nos seguintes filmes: Castelo Rá-Tim-Bum - O Filme, O Primeiro Dia, Kenoma, Central Do Brasil, Anahy De Las Misiones, O Que É Isso Companheiro?, O Auto da Compadecida, Bufo & Spallanzani, A Muralha, Cidade De Deus, Cidade Dos Homens e Amarelo Manga.

Vaias para o Destino que nos levou Lélia Abramo com 93 anos. Morreu aos 93 anos, a atriz e escritora Lélia Abramo, em conseqüência de uma embolia pulmonar, por volta das 20h30 desta sexta-feira. Ela estava internada havia uma semana na UTI do Hospital Modelo, no bairro da Liberdade, em São Paulo. Sua última aparição pública foi no dia 31 de março passado durante um evento internacional de educação, realizado no auditório do Anhembi, onde foi homenageada por sua luta contra a ditadura militar. Segundo o dramaturgo Arthur Di Pietro, amigo de Lélia Abramo, nesse dia ela se queixou de dor nas pernas em decorrência de uma queda sofrida em casa. Dois dias depois, sofreu a embolia e foi internada pela família. O velório da atriz foi no Teatro Municipal, centro da cidade, do sábado. O enterro aconteceu no cemitério Getsemani, bairro do Morumbi (zona oeste), às 16h. Lélia Abramo era filha de imigrantes italianos. Estreou nos palcos apenas aos 47 anos, na peça "Eles Não Usam Black-Tie" (58), a primeira montagem de Gianfrancesco Guarnieri, contracenando com os atores Milton Gonçalves e Eugenio Kusnet. Entre 1938 e 1950, morou na Itália e sofreu as agruras da época da Segunda Guerra Mundial, quando testemunhou dramas coletivos (bombardeios, comida racionada, suspensão da liberdade de ir-e-vir). Atuou em peças de cunho dramático e trágico, de Aristófanes ("Lisístrata") e Shakespeare ("Ricardo 3º") a Lorca ("Yerma") e Brecht ("Mãe Coragem"), passando por Beckett ("Esperando Godot") e Ionesco ("Os Rinocerontes"). Também participou de 27 novelas (Excelsior, Tupi, Record, Globo e Manchete) e 14 filmes. Fez mais de 40 teleteatros. Em 1978, Lélia presidiu o sindicato dos artistas em São Paulo e saiu em defesa dos direitos trabalhistas da classe, enfrentando a própria emissora na qual trabalhava, a TV Globo. Lélia foi uma das fundadoras do PT, ao assinar a ata de reunião que deu origem ao partido, em 1980, com intelectuais como Mário Pedrosa, Sérgio Buarque de Holanda, Apolônio de Carvalho, Paulo Freire e Antonio Candido. A atriz tinha seis irmãos, entre eles o jornalista Cláudio Abramo (1923-87) e o artista plástico Lívio Abramo (1903-1992). Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u43174.shtml - FOLHAONLINE ILUSTRADA

01/04/2004 - Vaias o Destino que nos levou no domingo a noite, dia 28/03/04 na Suíça, o ator Peter Ustinov de 82 anos. Ganhador de 2 Oscars, fez mais de 70 filmes durante sua carreira. Além de atuar, Ustinov trabalhou no cinema também como diretor, roteirista, fotógrafo, novelista e era um orador público notável, tendo recebido o título de Sir da Coroa britânica. Filho de pais russos, Peter era afamado como um contador de histórias e era um embaixador para caridade pela Unicef. Peter foi casado três vezes e tinha quatro filhos. Um dos seus papeis mais famosos foi sem dúvida o famoso inspetor Hercule Poirot em várias adaptações dos romances de Agatha Christie. Para o epitáfio do seu túmulo ele escolheu a seguinte frase: " Evite pisar na grama".

01/04/2004 - Palmas para muita gente. Palmas para a Disney que resolveu fazer Toy Story 3, mas talvez a Pixar não participe e ainda vai demorar um pouquinho. Palmas para a adaptação cinematográfica da série de TV "A Feiticeira" que deve ter no elenco nada mais, nada menos do que Michael Caine e Shirley MacLaine, e que já conta com a presença de Nicole Kidman e Will Ferrell. Caso realmente acertem sua presença, Michael Caine e Shirley MacLaine interpretarão os pais da personagem de Nicole Kidman, a bruxa Samantha. Palmas para mais um filme brasileiro que é escolhido para festival em Nova York. Apenas um dia após ganhar o prêmio de melhor filme - público no Festival de Toulouse, "O Outro Lado da Rua" foi selecionado para mais um festival internacional. O longa-metragem estará sendo exibido no Festival de Tribeca entre os dias 1 e 9 de maio. Já no Brasil a previsão é que o filme chegue às telas em maio. Palmas para as emissoras de TV do Brasil que estão se planejando para, ainda este ano, investir no cinema nacional. O projeto mais adiantado é o da Record, que planeja para maio o início das filmagens de "Eliana em O Segredo dos Golfinhos".  A Band Filmes pretende investir no já concluído "Viva Sapato!" e "For All - O Trampolim da Vitória". A 3ª emissora com planos de investir no cinema brasileiro é a MTV, que promete um filme ainda para este ano.

Vaias o Destino que nos levou no domingo a noite, dia 28/03/04 na Suíça, o ator Peter Ustinov de 82 anos. O ator com mais de 60 anos de palco e ganhador de 2 Oscars, por Spartacus e "Tokapi" fez mais de 70 filmes no decorrer de sua carreira, incluindo grandes sucessos como Quo Vadis e "Não Somos Anjos". Além de atuar, Ustinov trabalhou no cinema também como diretor, roteirista, fotógrafo, novelista e era um orador público notável, tendo recebido o título de Sir da Coroa britânica. Filho de pais russos, Peter era afamado como um contador de histórias e era um embaixador para caridade pela Unicef. Peter foi casado três vezes e tinha quatro filhos. Um dos seus papeis mais famosos foi sem dúvida o famoso inspetor Hercule Poirot em várias adaptações dos romances de Agatha Christie. Para o epitáfio do seu túmulo ele escolheu a seguinte frase: " Evite pisar na grama".

Palmas  para o Batmóvel que foi eleito o carro mais fantástico do cinema dos últimos tempos. Palmas também para a frase mais famosa dos desenhos animados do mundo. A frase do Pernalonga (O que que há velhinho?) ficou em primeiro lugar, seguido da frase do Piu-Piu (Eu acho que vi um gatinho!) e em terceiro ficou o Bee Bee! do Pápa-Léguas. Palmas também para o 1º Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba que já está com as inscrições abertas. Começou segunda-feira as inscrições para o PUTZ - 1º Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba, evento que reúne trabalhos de estudantes de graduação de todo o país. O festival, promovido por alunos e professores do Departamento de Comunicação Social da  UFPR pretende se consolidar como um ambiente de troca de informações, projetos e produções dos estudantes. São sete categorias (ficção, documentário, experimental /arte, trash, publicitário, institucional e reportagem especial), para trabalhos realizados a partir de janeiro de 2002 e que não tenham sido feitos por produtoras profissionais. As inscrições custam R$ 10,00 por trabalho e o material deve ser entregue pessoalmente ou enviado por correio. Só serão aceitos materiais enviados em formato VHS, S-VHS, Mini DV e em película (16mm) telessinadas ou em rolo. Saiba Mais

Vaias para a Pirataria e para o advogado paulista Jacob Pinheiro Goldberg que entrou com requerimento no Ministério da Justiça na data desta reportagem abaixo, pedindo a proibição ou a exibição apenas para maiores de 18 anos de "A Paixão de Cristo", polêmico longa de Mel Gibson, sobre as 12 últimas horas de Jesus Cristo. Desde que foi lançado, o filme vem provocando polêmica nos EUA, principalmente com grupos judaicos, que acusam a produção de anti-semitismo. O problema é que o advogado disse que assistiu ao filme numa cópia pirata em DVD, comprada, segundo ele, na rua Augusta, em São Paulo. Um advogado querendo censurar o filme, mas não censura a pirataria da qual efetuou a compra, e que incentiva e participa. A matéria foi divulgada dia 09/03/2004 - 16h50 na FolhaOnLine Ilustrada.

Vaias, para o Terrorismo que levou caos e medo ao mundo. Neste dia 11 de março, o ETA lançou um ataque devastador ao sistema ferroviário de Madrid com a explosão de várias bombas em vários trens da cidade. O ato terrorista causou a morte de mais de 190 pessoas deixando mais de 1400 feridos. O ato também atribuído a Osama Bin Laden, marca nesta triste data o maior atentado dos últimos tempos na Europa. A Turma do FalhaNossa cheia de dor no coração, deseja a todos os amigos da Espanha, nossos sinceros sentimentos de solidariedade, esperando que isto nunca mais se repita, e que os responsáveis sejam encontrados e responsabilizados. Este atentado não é só contra a Espanha, é contra todas as pessoas do mundo, é um atentado sem justificativa, de covardes que não podem nunca ser chamados de homens.

Palmas para o 1º Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba que já estão com as inscrições abertas

Começou nesta segunda-feira as inscrições para o PUTZ - 1º Festival Universitário de Cinema e Vídeo de Curitiba, evento que reúne trabalhos de estudantes de graduação de todo o país. O festival, promovido por alunos e professores do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal do Paraná (UFPR) pretende se consolidar como um ambiente de troca de informações, projetos e produções dos estudantes. São sete categorias (ficção, documentário, experimental/arte, trash, publicitário, institucional e reportagem especial), para trabalhos realizados a partir de janeiro de 2002 e que não tenham sido feitos por produtoras profissionais. As inscrições custam R$ 10,00 por trabalho e o material deve ser entregue pessoalmente ou enviado por correio para a Fábrica de Comunicação (Rua Bom Jesus, 650), até o dia 26 de março. Só serão aceitos materiais enviados em formato VHS, S-VHS, Mini DV e em película (16mm) telessinadas ou em rolo. O regulamento completo estará disponível a partir de segunda-feira no site www.ufpr.br/eventos/putz.

Fonte: Gazeta do Povo

http://tudoparana.globo.com/cultura/noticia.phtml?id=65288

Vaias, para o Destino que mais uma vez levou um dos grandes humoristas brasileiros. Faleceu com 87 anos de idade o grande comediante brasileiro Francisco Almeida, o famoso “Simplício" e seu personagem "Menino" da A Praça é Nossa. Ele faleceu de pneumonia e ficou conhecido nacionalmente pelo seu personagem que desde 1966 fazia parte da Praça. Seu personagem usava a famosa frase “Ohhh ômi” que irritava o seu parceiro do banco Carlos Nóbrega. As mentiras que ele contava eram tão convincentes que começou a levar vários turistas para visitar a cidade de Itu em São Paulo, para comprovarem o que ele falava. Isto tornou a cidade famosa em todo o país por tudo ser muito grande. O último trabalho de Simplício como ficou conhecido artisticamente, foi na A Praça é Nossa. Sentiremos sua falta.

02/2004 - Palmas para o Diretor Fernando Meirelles, indicado ao Oscar de melhor direção, disse, em Londres, que a série Cidade dos Homens, realizada por ele e exibida pela Rede Globo, terá mais três temporadas e será transformada em um longa-metragem em 2007. Mas a direção não será dele, mas sim de Paulo Morelli (do filme paranaense O Preço da Paz), que dirigiu um dos episódios do seriado.
Meirelles ainda está desenvolvendo projetos com sua produtora, a O2. Ele está produzindo dois longas metragens, Não por Acaso, de Philippe Barcinski (do premiado curta Palíndromo), que está participando do Festival de Roterdã (na Holanda), e Contra Todos, de Roberto Moreira, que será exibido dentro da Mostra Panorama, no Festival de Berlim.
"Estou aproveitando um pouco do prestígio de Cidade de Deus para ajudar a colocar esses diretores no mercado, assim como o Waltinho [Walter Salles] fez comigo. Estou vendendo esses filmes no mercado internacional, assim consigo financiar outros longas."
"Os diretores brasileiros tendem a se basear muito nas leis de incentivo. É praticamente a única maneira de financiar um filme no Brasil. Fora o Waltinho, que financia os filmes no mercado externo. Resolvi seguir a mesma trilha", conta.
Após ter dirigido um elenco formado quase que inteiramente por amadores em Cidade de Deus, a situação é radicalmente oposta no novo projeto de Fernando Meirelles.
The Constant Gardener, longa britânico cuja pré-produção o diretor de Cidade de Deus está concluindo em Londres, traz no elenco nomes como Ralph Fiennes, de O Paciente Inglês. A única coisa que ainda falta definir é a atriz que protagonizará o filme. Mas, para isso, Meirelles não deverá ter problemas.
"Já recebemos telefonemas de atrizes como Nicole Kidman e Demi Moore querendo fazer o filme", afirma o diretor.
Meirelles conta que isso não é um reflexo das quatro indicações de Cidade de Deus ao Oscar, uma vez que atores já haviam manifestado interesse pelo filme antes da lista de indicados ser divulgada. "No mercado, o filme já tem um bom prestígio. Todos as grandes estrelas com quem eu poderia contar estão querendo fazer. Infelizmente, meu cachê já está negociado. Não dá para aumentar", brinca o cineasta.
The Constant Gardener é inspirado em um livro do mestre da espionagem John Le Carré e mescla romance e intriga política. "É a história de um diplomata inglês cuja mulher é morta quando ele está numa missão no Quênia, porque ela se envolve com um relatório sobre a indústria farmacêutica", descreve o diretor.
"O filme fala um pouco sobre o 'bom negócio' da Aids e da tuberculose na África e envolve uma história de amor, também. É um filme mais de mercado e menos surpreendente que Cidade de Deus. Mas estou achando sensacional fazê-lo", conta.
Meirelles diz que o mais estimulante é poder contar com atores internacionais, como os americanos Danny Huston (filho do cineasta John Huston, irmão da atriz Angelica e protagonista do elogiado filme independente Ivans XTC) e Anthony La Paglia, protagonista de Without a Trace, uma das séries de maior sucesso atualmente nos Estados Unidos.

Fonte: Gazeta do Povo

01/2004 - Palmas  para Curitiba sobrenatural - Filme inspirado em clássicos do gênero será lançado em 2004. Rodrigo Chavez, Benedito Neto e H.C. Guimarães querem fazer cinema fantástico em Curitiba. É a proposta de um jovem grupo de realizadores da cidade, que está produzindo atualmente um vídeo digital de curta-metragem chamado Sob o Trópico de Capricórnio. É uma história de terror que acontece nos arredores da capital paranaense, tendo como personagem principal uma entidade que tanto pode agir para o bem como para o mal – a definição da figura central fica por conta dos próximos filmes da série que a equipe capitaneada por Rodrigo Rodrigues Chaves, H.C. Guimarães e Benedito Neto pretende fazer na seqüência. "Curitiba tem uma aura misteriosa, uma coisa que ainda não é tão bem aproveitada. Com esse projeto e com os próximos pretendemos, futuramente, abrir um espaço em torno dessa idéia, trazendo também outros diretores que tenham interesse em trabalhar com a gente", comenta Neto. O mistério é representando no filme pela entidade citada, que passeia pela trama – nela, há uma família tiranizada pelo pai, vivendo isolada do mundo exterior. Saiba mais

01/2004 - Vaias, para o Ator Maximiliam Schell acusado de assédio sexual. O premiado ator de 63 anos, foi acusado de assédio sexual pela produtora de filmes Diana Botsford. A produtora está movendo uma ação por danos não-específicos e alega que o ator convidou-a para tomar banho com ele e fez referências aos seus seios na frente de testemunhas. Ganhador do Oscar de melhor ator pelo filme "O Julgamento de Nuremberg", em 1962, Schell teria feito as propostas sexuais durante as edições finais de um filme de televisão em um estúdio, em agosto de 1993. Segundo Diana, 32 anos, além de convidá-la para tomar banho e fazer desenhos de seus seios na frente de um colega de trabalho, o ator também teria perguntado em voz alta, na presença de várias outras pessoas, se ela não deveria deixá-lo beijar os seus seios.
©Agência Estado.Aedata

01/2004 - Vaias, para os Piores. Conheça os piores eleito pelo público. TROFÉU QUEM IRRITA 2003 - Novela mais imbecil - Kubanacan 38%, Dramatizações da Igreja Universal - 25%, Pedro, o Escamoso - 13%, Celebridade - 6%, Agora é Que são Elas - 5%, Mulheres Apaixonadas - 4%, Carinha de Anjo - 3%, Malhação - 2%, Canavial de Paixões - 2%, Jamais Te Esquecerei - 2%. Saiba ainda quem foram os piores em: Apresentador e Apresentadora maleta, Programa mais insuportável, Atriz mais "Me Acho a Última Coca-Cola Gelada do Deserto", Troféu "Canto Mal, Mas Alguém da Família Tem Dinheiro", Programa infantil/juvenil mais bocó, Troféu "Vivo Fazendo O Mesmo Papel", "Só Sei Sofrer na Ilha de Caras", Troféu "Por que Minha Carreira não Decola", Ator "Me Acho o Último Pedaço de Toicinho da Feijoada"  Saiba mais