VOLTAR BLOCO EXCLUSIVO 5

 
   

O ALBERGUE
JAY HERNANDEZ

O ALBERGUE (HOSTEL) conta uma história de dois mochileiros universitários americanos, Paxton e Josh, que viajam pela Europa à procura de experiências que entorpeçam os sentidos e a memória, acompanhados por seu mais novo amigo Oli, um islandês que conheceram na viagem.

Seduzidos pelos relatos de um outro viajante, Paxton e Josh acabam atraídos a um local descrito como um nirvana para mochileiros americanos, um albergue particular numa cidade desconhecida da Eslováquia cheia de belas garotas do leste europeu, loucas por estrangeiros.

Assim que desembarcam, é realmente com facilidade que fazem amizade com as belezas exóticas Natalya e Svetlana. Na realidade, é um pouco fácil demais…

Inicialmente distraídos pela experiência nova e excitante, os dois americanos logo se vêem envolvidos numa situação cada vez mais sinistra que, como eles irão descobrir, tem raízes nos recessos mais mórbidos e macabros na natureza humana. Isto é, se sobreviverem...

Ir para ALBERGUE, O - PARTE II

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Eli Roth
Escritor: Eli Roth

Gênero: Terror (Este filme contém cenas fortes)

Site Oficial e trailer: http://www.oalbergue.com.br/

Sony Pictures

Título Original: Hostel
Tempo: 95 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2005 - USA - Estréia Nacional dia 14 de abril de 2006
Recomendação: 18 anos

ELENCO

Jay Hernandez .... Paxton
Derek Richardson .... Josh
Eythor Gudjonsson .... Oli
Barbara Nedeljakova .... Natalya
Jan Vlasák .... Homem de Negócios Alemão
Jana Kaderabkova .... Svetlana
Jennifer Lim .... Kana
Lubomir Bukovy .... Alex
Jana Havlickova .... Vala
Rick Hoffman .... Cliente Americano
Petr Janis .... Cirurgião Alemão
Takashi Miike .... Miike Takashi
Patrik Zigo .... Líder do Grupo Bubble Gum
Milda Jedi Havlas .... Caixeiro
Martin Kubacák .... O sujeito do táxi
Miroslav Táborský .... Policial amigo
Paula Wild .... Monique
Vladimir Silhavecky .... Yuri

FICHA TÉCNICA

Produção .... Chris Briggs
Produção .... Mike Fleiss
Produção .... Eli Roth
Produtor Executivo .... Quentin Tarantino
Música .... Nathan Barr
Fotografia .... Milan Chadima
Edição .... George Folsey Jr.
Elenco .... Ivan Vorlícek
Elenco .... Kelly Wagner
Desenho de Produção .... Franco-Giacomo Carbone
Direção de Arte .... David Baxa
Figurino .... Franco-Giacomo Carbone
Efeitos Especiais .... K.N.B. EFX Group Inc.
Efeitos Especiais .... Precinct 13 Entertainment

PRODUTORAS

Hostel LLC
International Production Company
Raw Nerve

DISTRIBUIDORAS

Columbia TriStar Films
Lions Gate Films Inc.
Screen Gems Inc.
Sony Pictures Releasing

ERROS

1. No começo do filme vemos os três rapazes andando pela cidade de Amsterdã, mas Josh não leva nada consigo. Ao chegar no Hostel, ele aparece de casaco que não estava antes com ele.

2. Quando eles chegam na nova pensão, as duas garotas mestiças que passam por eles mudam de posição depois do corte, agora uma está puxando a outra.

3. Quando Paxton entra na fábrica e vê o falso médico operando a garota, o médico olha para ele, e mesmo sem haver nenhum luz atrás de Paxton, é possível ver no reflexo dos óculos do médico uma luz forte.

4. Depois de Paxton dar o tiro com a pistola, o barulho da moto serra pára. Alguns segundos depois ele retorna.

5. Quando Paxton coloca a roupa e o outro sujeito entra sala, os dois começam a conversar, quando o sujeito mostra sua pistola, a posição que ele a segura muda entre a tomada de costas e a de frente.

6. Quando o sujeito pergunta como Paxton fez, ele está sorrindo na tomada de frente, mas na tomada de costas não está.

7. Na segunda vez que o sujeito mostra a pistola, ele a segura de maneiras diferentes entre as tomadas.

8. O e-mail que aparece no cartão e o site não existem na realidade.

9. Quando o trio é induzido a ir para a Eslováquia, há um diálogo a respeito de que lá quase não haveriam homens, pois eles teriam morrido na guerra. Obviamente não é a 2ª Guerra Mundial, que acabou há quase três gerações. E muito menos se refere à separação da Eslováquia da República Tcheca, realizada pacificamente a ponto de ser chamada de "Revolução de Veludo". (Isso está mais para erro de roteiro do que erro de filmagem). (Contribuição de Egon L. Breyer - Fã de Carteirinha) --> Não considero que seja um erro de roteiro. Quem fez a afirmação citada, foi o rapaz em Amsterdam que era parte do esquema. Ele mentiu a respeito de uma guerra para convencer os americanos. É talvez uma crítica do Eli Roth a ignorância dos americanos em relação ao resto do mundo. (Contribuição de Rodrigo Weber - Fã de Carteirinha)

10. No final do filme, quando Paxton, para se vingar do homem que mutilou seu amigo, enfia a cara dele no vaso sanitário, o vaso está transbordando, o que não é normal, a menos que estivesse entupido. (Contribuição de Wisley - Araxá / MG - Fã de Carteirinha)

11. Na cena em que Josh fica passando mal "deve ser por causa de alguma coisa que as meninas colocara na bebida", e ele entra no deposito e dorme encostado na porta, mas quando o rapaz o encontra ele já não está encostado na porta. Nada dá motivo para ele ter mudado de posição, pois ele deve ter dormido profundamente, e se ninguém entrou lá, ele não poderia ter se movido. Observe que ele não estava apenas dormindo, e sim desmaiado. (Contribuição de Eliezes Messias da Silva - Itapeva / MG - Fã de Carteirinha)

12. Como Paxton poderia querer se vingar do homem que enganou o seu amigo, o empresário alemão, sendo que ele em nenhum momento presenciou qualquer ato dele? (Contribuição de Monaco Serviços, Marcelo Arnas Assunção e Mario Armesto - Fã de Carteirinha)

13. Quando a menina que está literalmente com seu olho pendurado, se joga na frente do trem, podemos observar (rapidamente) dois policiais correndo em direção ao acidente. O problema é que os policiais estão rindo! Como a polícia também está envolvida no crime isso até seria aceitável, mas como eles não sabiam quem havia morrido, não haveria até então motivo para rirem. (Contribuição de André Luis Pinho de Oliveira - Belém / PA - Fã de Carteirinha)

14. Na cena do banheiro, quando Paxton corta os dedos do homem, primeiro ele corta antes da aliança, próximo à mão, depois aparece ele cortando depois da aliança. (Contribuição de Sidney Eng - Fã de Carteirinha)

15. Na cena em que Paxton está para ser torturado, após ele vomitar, o torturador nitidamente arranca três dedos da mão esquerda de Paxton com uma serra elétrica, mas, apesar disso, ele passa todo o restante do filme com três dedos bem inteiros na mesma mão. Estranho, a não ser que um dedo tenha se regenerado. (Contribuição de William Ilton de Souza - Porto Alegre / RS - Fã de Carteirinha)

16. Logo no início do filme, quando Paxton e Josh arrumam briga e são expulsos da danceteria, primeiramente na cena aparece somente os dois amigos do lado de fora (logo após serem expulsos), então aparece o segurança que os expulsou (na porta) e logo em seguida, questão de segundos, aparece Oli junto deles. Como poderia Oli ter chegado tão rápido e, também, não ter passado por trás do segurança que estava na porta? (Contribuição de William Ilton de Souza - Porto Alegre / RS - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A Sony Pictures e o Falha Nossa convidaram você para se hospedar neste Albergue.
Eles mandaram um e-mail
respondendo.
Se você fosse dono de um Albergue, qual o estilo de decoração que você usaria para atrair seus clientes?
E concorreram a prêmios inéditos do filme. Confira os prêmios e o resultado.

1º ao 20º lugar
1 par de ingressos e 1 boné do filme.

Aldenir Mateus Alencar - Palmas / TO
Carolina Cristina Mattos - Recife / PE
Cecília H. Justo - Curitiba / PR
Cezar Augusto Cardozo - Recife / PE
Dorotéia Ecenar Bragança - Foz do Iguaçu / PR
Eliane Renata Franco - Manaus / AM
Gumerindo G. Gouveia - Natal / RN
Luiz Antonio Carlitos - Recife / PE
Marcelo Matia Neto - Belo Horizonte / MG
Marco Tadeu Filho - Florianópolis / SC
Mariana Maria Feitosa - Goiânia / GO
Nair C. Santos - Vitória / ES
Olinda Maria Rosa - São Paulo / SP
Patrícia Ribeiro de Souza - São Paulo / SP
Renato Velima Filho - Porto Alegre / RS
Sabrina A. Sales - Brasília / DF
Sandra Silava Sousa - Salvador / BA
Ulimar Franco Nosta - Belo Horizonte / MG
Viviane B. Vitória - Ponta Grossa / PR
Wellington Rocha - Rio de Janeiro / RJ

A Sony Pictures e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

IMAGENS E CURIOSIDADES

Se você não tem sangue frio, não abra estas imagens.

Cineasta consagrado internacionalmente, Quentin Tarantino apresenta O ALBERGUE (HOSTEL) de Eli Roth, o segundo longa-metragem do diretor e roteirista aclamado com o grande sucesso de seu filme de estréia, em 2002, CABANA DO INFERNO (CABIN FEVER). Bem mais grotesco que o longa que marcou a estréia diretorial de Roth, O ALBERGUE (HOSTEL) é uma mistura de alguns dos aspectos mais hediondos da natureza humana e do mundo, em geral, extraídos de histórias inacreditáveis, porém verdadeiras, sobre tráfico humano, crime organizado internacional e turismo sexual. Extremamente explícito e profundamente perturbador, o filme chocará até mesmo os maiores fãs do cinema de horror.