VOLTAR BLOCO 24

 
   

O AMOR CUSTA CARO
GEORGE CLOONEY & CATHERINE ZETA-JONES.

Miles Massey é um proeminente advogado da vara de família em Los Angeles. Ele tem tudo e, em alguns casos, dois exemplares de tudo.

Apesar de sua impressionante lista de clientes, de um currículo formidável de causas ganhas, do respeito de seus colegas e de um contrato idealizado por ele, bem conhecido e usado nos “arranjos matrimoniais”, o “pré-nupcial Massey”, o advogado está num momento de impasse em sua vida. Realizado e satisfeito com o sucesso, Miles decide combater o tédio buscando novos desafios, até conhecer a sua versão feminina na pele da devastadora Marylin Rexroth.

Marylin está para se tornar ex-mulher do cliente de Miles, o milionário do ramo imobiliário Rex Rexroth.

Com a ajuda de um investigador particular, ela consegue provas contra Rex para obter a independência financeira que um divórcio bem-sucedido pode lhe oferecer. Contudo, graças às habilidades consideráveis de Miles, Marylin fica sem nada.

Sem perder tempo, ela planeja se casar com o magnata do petróleo Howard Doyle. Miles e seu sócio, Wrigley, vão se envolvendo cada vez mais nos planos de Marylin, disputando “cabeça a cabeça” uma clássica batalha dos sexos, repleta de táticas sujas e armadilhas, e culminando numa atração inegável que se desenvolve entre eles.

Uma comédia romântica entre um bem sucedido advogado, com um novo desafio pela frente, e uma mulher maravilhosa, com um objetivo só: independência financeira através de sucessivos casamentos milionários.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Joel Coen & Ethan Coen
Escritores: Robert Ramsey, Matthew Stone
, Ethan Coen & Joel Coen

Baseado na história de Robert Hamsey, Matthew Stone & John Romano

Gênero: Comédia / Romance

Site oficial: O Amor Custa Caro

UIP - United International Pictures

Título Original: Intolerable Cruelty
Tempo: 100 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2003 - Estréia nacional dia 17 de outubro de 2003.
Recomendação: 14 anos

ELENCO

George Clooney .... Miles Massey
Catherine Zeta-Jones .... Marylin Rexroth
Geoffrey Rush .... Donovan Donaly
Cedric the Entertainer .... Gus Petch
Edward Herrmann .... Rex Rexroth
Paul Adelstein .... Wrigley
Richard Jenkins .... Freddy Bender
Billy Bob Thornton .... Howard D. Doyle
Julia Duffy .... Sarah Sorkin
Jonathan Hadary .... Heinz, O Barão Krauss von Espy
Tom Aldredge .... Herb Myerson
Stacey Travis .... Bonnie Donaly
Jack Kyle .... Ollie Olerud
Irwin Keyes .... Wheezy Joe
Judith Drake .... Sra. Gutman

FICHA TÉCNICA

Produção .... ETHAN COEN
Produção .... BRIAN GRAZER
Fotografia .... ROGER DEAKINS, A.S.C., B.S.C.
Desenho de Produção .... LESLIE MCDONALD
Figurino .... MARY ZOPHRES
Montador .... RODERICK JAYNES
Música .... CARTER BURWELL

PRODUTORAS

Alphaville Films
Imagine Entertainment
The KL Line

DISTRIBUIDORAS

Paradise
United International Pictures (UIP)
Universal Pictures

ERROS

1. Quando Miles está chorando, vemos uma lágrima no seu rosto, depois do corte já são duas.

2. Em uma das cenas podemos ver um gelo que afunda numa bebida, o que não deveria acontecer já que o gelo flutua. Será que não era gelo?

3. Miles é um dos advogados mais bem sucedidos da cidade, mas mesmo assim parece que ele não conhece bem os termos de advocacia e o casamento fraudulento de Marilyn deveria ter sido descorberto em apenas alguns dias.

4. Quando o advogado Miles está jantando com Marylin no restaurante, podemos reparar no relógio dele, as horas não "batem", o relógio marca um horário (tarde) e eles estão jantando (noite). (Contribuição de Carol Lorac - Fã de Carteirinha)

5. Quando Miles está propondo o primeiro acordo com o advogado de Marilyn, Miles está sentado, e na mesa tem três lápis amarelos que se encostam e se afastam entre as trocas de câmeras. (Contribuição de Fernando Martins Vianna - Arapongas / PR - Fã de Carteirinha)

6. Quando o advogado vai saindo, Miles está sentado e uma caneta preta está do seu lado direito, quando se levanta para chamar o advogado para voltar e o advogado não volta, Miles se senta novamente, e a caneta preta está do seu lado esquerdo na mesma posição em que estava do lado direito. (Contribuição de Fernando Martins Vianna - Arapongas / PR - Fã de Carteirinha)

7. Na cena em que Miles e Marilyn estão jantando, primeiro ela pega a taça por baixo (no talo), depois do corte ela está com a mão em cima (no copo), e depois novamente por baixo. (Contribuição de Gisele Zardo - Fã de Carteirinha)

8. Na reunião que Miles faz em seu escritório juntamente com Marilyn e seu advogado, Miles leva um susto e se engasga com a água que está tomando, jogando-a pra fora da boca, só que no decorrer da cena não vemos a mesa molhada, está sequíssima. Muito estranho não ter os pingos d'água. (Contribuição de Carla Andréia - São Caetano do Sul / SP - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A United International Pictures, e o Falha Nossa convidaram vocês a entrarem nesta batalha dos sexos.
Eles mandaram um e-mail respondendo: Qual é o objetivo de Marylin?
E concorreram a prêmios exclusivos do filme. Confira os prêmios e o Resultado.

1º ao 20º lugar:

1 camiseta exclusiva do filme.

Cris da Silva Pinto - Palmas / TO
Fabiana Bahia de Lima e Silva - Salvador / Bahia
Fernanda Assis de Oliveira - Rio de Janeiro / RJ
Francileide da Silva Til - Curitiba / PR
Gertrudes Maria Alves de Oliveira - Natal / RN
Gloria Moreira - Rio de Janeiro / RJ
Hudson Carrer Pereira - São Paulo / SP
Isabel Cristina Rodrigues Amaral - Rio de Janeiro / RJ
Jorge Burscovinski - Porto Alegre / RS
Mara Biscaputin - Curitiba / PR
Mariana Pinto Carrara - Águas Claras / DF
Patricia Akamine Nita - Cuiabá / MT
Paula Cristina Ferro - São Carlos / SP
Rachel Sérvulo - Fortaleza / CE
Renato Cançado - Divinópolis / MG
Roberval dos Santos Cardozo - Cuiabá / MT
Rodrigo Aquino - Cuiabá / MT
Sérgio Coutinho dos Santos - Maceió / AL
Silvaneide Rosário Silva - Belém / PA
Vanessa M Ragagnan - Curitiba / PR

A UIP e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

IMAGENS E CURIOSIDADES

NOTAS DA PRODUÇÃO

O AMOR CUSTA CARO é um projeto iniciado há oito anos, mas totalmente atualizado, como atestam os irmãos Joel Coen, Roteirista e Diretor, e Ethan Coen, Roteirista e Produtor (E AÍ, MEU IRMÃO, CADÊ VOCÊ?, O HOMEM QUE NÃO ESTAVA LÁ, FARGO, A RODA DA FORTUNA, BARTON FINK — DELÍRIOS DE HOLLYWOOD, GOSTO DE SANGUE, O GRANDE LEBOWSKI). “Felizmente, o tema da batalha dos sexos é um material atemporal. Esses oito anos não fizeram diferença alguma”, garantem eles. Ethan Coen explica a demora da versão das páginas do roteiro para a tela: “Originalmente, havíamos apenas escrito um roteiro para a Universal, que ficou adormecido no estúdio por um tempo. Há um ano, ele voltou para as nossas mãos e George Clooney (IRRESISTÍVEL DESEJO, O PACIFICADOR, MAR EM FÚRIA, BATMAN E ROBIN, UM DIA ESPECIAL, ONZE HOMENS E UM SEGREDO, UM DRINK NO INFERNO, TRÊS REIS) mostrou interesse em fazê-lo”. Ethan continua: “Apesar de não ter sido escrito para ele, o papel de Miles parecia totalmente natural para Clooney. Dentro do estilo da comédia romântica tradicional, ele ‘passeia’ entre o limite do protagonista romântico e do comediante. Clooney havia decidido que seu personagem seria uma espécie de descendente de Everett McGill, que interpretou em E AÍ, MEU IRMÃO, CADÊ VOCÊ?”.
George Clooney resume seu personagem: “Everett vivia preocupado com o cabelo e Miles é obcecado pelos dentes!”. Catherine Zeta-Jones (CHICAGO, TRAFFIC, A MÁSCARA DO ZORRO, ARMADILHA, OS QUERIDINHOS DA AMÉRICA, A CASA AMALDIÇOADA, O FANTASMA, NA CRISTA DA ONDA) foi escalada para fazer a atriz principal. “Catherine é exatamente isso: a atriz principal. Ela é estonteante; ilumina qualquer lugar que entra!”, elogia Clooney. Com os protagonistas escolhidos, os realizadores passaram ao quesito de escalar os papéis dos advogados, amigos e adversários dos dois. O personagem de Donovan Donaly, o produtor de TV que perde tudo para sua mulher infiel no processo de divórcio, foi trabalhado pelo australiano Geoffrey Rush (SHINE — BRILHANTE, OS MISERÁVEIS, SHAKESPEARE APAIXONADO, CONTOS PROIBIDOS DO MARQUES DE SADE, ELIZABETH, HERÓIS MUITO LOUCOS, O ALFAIATE DO PANAMÁ); Gus Petch, o detetive particular contratado por Marylin para vasculhar o passado de seu marido, é interpretado pelo ator-comediante Cedric The Entertainer (OS VERDADEIROS REIS DA COMÉDIA, UM RITUAL DO BARULHO, VOVÓ… ZONA, DR. DOLITTLE 2); Rex Rexroth, um eterno otimista rico, mas não tão brilhante, é interpretado pelo ator veterano Edward Herrmann (NIXON, A ROSA PÚRPURA DO CAIRO, O GRANDE GATSBY, REDS, CUIDADO COM AS GÊMEAS, ANNIE, O ALVO DE QUATRO ESTRELAS, O DIA DO GOLFINHO); o advogado Freddy Bender, um dos freqüentes oponentes de Miles no tribunal, que também representa Marylin no caso Rexroth, é interpretado por Richard Jenkins (O NÚCLEO, FORA DE CONTROLE, O HOMEM QUE NÃO ESTAVA LÁ, EU, EU MESMO E IRENE, NEVE SOBRE OS CEDROS, PODER ABSOLUTO, LOBO, AS BRUXAS DE EASTWICK, QUEM VAI FICAR COM MARY?); e Howard Doyle, um personagem coadjuvante, mas indelével, é interpretado por Billy Bob Thornton (O APÓSTOLO, ARMAGEDDON, NA CORDA BAMBA, ALTO CONTROLE, EM TERRENO SELVAGEM, UM PLANO SIMPLES, PROPOSTA INDECENTE, SEGREDOS DO PODER, REVIRAVOLTA); e o sócio de Miles, Wrigley, que venera o chão em que Miles anda, é interpretado pelo novato Paul Adelstein (MEDO E DELÍRIO, O CASAMENTO DO MEU MELHOR AMIGO, ENDIABRADO, OS IMORAIS).
Apesar de se tratar de uma história que pode acontecer em qualquer lugar, O AMOR CUSTA CARO se passa em Los Angeles, a meca do brilho e do glamour. Joel Coen observa: “A cultura de Los Angeles e de Beverly Hills são partes significativas da idéia geral da história. Como várias outras comédias sobre pessoas excêntricas, esta é sobre pessoas ricas, e a fotografia, as roupas, enfim, todos os aspectos que enfatizam história, têm um estilo sofisticado”. A Desenhista de Produção Leslie McDonald (QUEBRANDO O GELO, UM HERÓI DE BRINQUEDO, A CHAVE MÁGICA) explica: “O filme é trabalhado por atitudes e um estilo de vida particulares a Los Angeles. Alguns personagens têm certos fetiches peculiares que podem sair do limite da ‘normalidade’ requisitado pelo diretor, mas tudo se baseia em Beverly Hills, Los Angeles e Caesars Palace contemporâneos”. Para o Produtor vencedor do Oscar Brian Grazer (UMA MENTE BRILHANTE, 8 MILE, O GRINCH, APOLLO 13 — DO DESASTRE AO TRIUNFO, O PROFESSOR ALOPRADO, O MENTIROSO, O PREÇO DE UM RESGATE, O PROFESSOR ALOPRADO II: A FAMÍLIA KLUMP, UM TIRA NO JARDIM DE INFÂNCIA), o trabalho representava uma oportunidade irresistível de acrescentar uma certa irreverência no tipo de comédia grandiosa e guiada por astros que ele fez com sucesso no passado. Ele explica: “Joel e Ethan são cineastas descolados de filmes modernos. O AMOR CUSTA CARO é uma comédia romântica com grandes astros do cinema e a irreverência dos Coen torna essa viagem muito sensual e imprevisível”. O Diretor de Fotografia Roger Deakins (UMA MENTE BRILHANTE, E AÍ, MEU IRMÃO, CADÊ VOCÊ?, FARGO, A RODA DA FORTUNA, O GRANDE LEBOWSKI, CORAÇÃO DE TROVÃO, UM SONHO DE LIBERDADE, O JARDIM SECRETO) observa que o visual do filme está mais para o convencional por se tratar de uma história direta, que focaliza os personagens e seus rostos: “Queríamos ver os atores interpretando diálogos rápidos e afiados”. A Desenhista de Figurinos Mary Zophres (E AÍ, MEU IRMÃO, CADÊ VOCÊ?, O HOMEM QUE NÃO ESTAVA LÁ, FARGO, O GRANDE LEBOWSKI, UM DOMINGO QUALQUER, QUEM VAI FICAR COM MARY?, VOANDO ALTO, DEBI & LÓIDE) também aderiu ao estilo mais convencional construindo o visual de seus personagens diretamente do “tom” e dos cenários apresentados no roteiro. Joel Coen observa: “É interessante o que Mary fez com a personagem de Catherine. As roupas contam toda a história. Há um elemento de drama em tudo o que ela usa, mas sem ostentação. Ela manteve uma silhueta definida e sensual, com cores bem fortes”. A atriz atesta: “Espero que as pessoas se divirtam com O AMOR CUSTA CARO e voltem para casa dando uma ‘olhada’ em seus casamentos. Tenho certeza de que todo mundo encontrará semelhanças com alguém que conhecem”. O Produtor Brian Grazer observa: “É realmente uma história de amor para todos. O público está ansioso em ver George e Catherine juntos, e eles realmente se superaram! Acho que esta é uma história a favor do casamento e do divórcio”. Seja como for, como prever o final para Miles e Marylin? Ethan Coen responde: “Acho que é um final feliz”. E seu irmão Joel conclui: “Só posso afirmar que o público irá rir. Afinal, é uma comédia!”.