VOLTAR BLOCO EXCLUSIVO

 

 
 

STAR WARS II - ATAQUE DOS CLONES
EWAN McGREGOR, NATALIE PORTMAN, HAYDEN CHRISTENSEN, IAN McDIARMID, SAMUEL L. JACKSON & CHRISTOPHER LEE

Mais que um filme de ficção científica, Guerra nas Estrelas proporcionou um grande salto evolutivo para a indústria cinematográfica

Na quinta-feira, 16 de maio. Em cinemas de todos os Estados Unidos, o que se via eram filas quilométricas nas entradas. Nelas, uma legião de fãs da série mais rentável e de apelo popular da história do cinema: Guerra nas Estrelas. Muitos desses fãs, cerca de 2,6 milhões segundo a agência de empregos Gray & Christmas, se renderam ao "lado escuro da força" e deliberadamente faltaram ao seus empregos para não perder a estréia Ataque dos Clones, segundo episódio da saga. Algumas empresas mais liberais, como a Miller Systems, de Boston, preferiram não entrar em conflito com os jedis e seus sabres de luz e, pragmaticamente, dispensaram os funcionários.

A estréia do filme, claro, só podia ser um sucesso retumbante de público. As vendas de ingressos foram excepcionais. Para se ter uma idéia, a produção de George Lucas arrecadou US$ 116,3 milhões em seus quatro primeiros dias de exibição nos EUA e Canadá. Em outros 74 países, teria arrecadado US$ 66,7 milhões no mesmo período. Só o faturamento entre sexta e domingo (o filme estreou na quinta), o coloca na terceira posição entre as maiores bilheterias de estréia de todos os tempos, atrás somente do fenômeno Homem-Aranha, com US$ 114,8 milhões, e Harry Potter e A Pedra Filosofal, com US$ 90,2 milhões.

Mas como explicar esse sucesso, essa empatia do público, esse frenesi que antecede cada estréia? Como conceber que uma série lançada há 25 anos, com o filme Guerra nas Estrelas - Uma Nova Esperança (o quarto episódio da série), ainda provoque tanta excitação nas pessoas? Questão insolúvel? Talvez não. Basta analisarmos um pouco a vida do criador da saga dos cavaleiros jedis, George Lucas. O cineasta, que cresceu na liberal Califórnia dos anos 60, vem de uma escola ideológica que esperava transformar o cinema em arte. A intenção era revolucionar, criar um cinema de qualidade e audacioso. Lucas, um apaixonado por quadrinhos e filmes B de ficção científica, inspirado em seus heróis da juventude, criou o mundo de Guerra nas Estrelas, uma história suficientemente popular para agradar às massas, mas que, ao mesmo tempo, representou uma vanguarda, um divisor de águas na história do cinema. Podemos afirmar que a saga de Lucas é, à sua maneira, revolucionária. E não há nenhum exagero nisso.

É fácil notar esse salto evolutivo que Lucas e sua série impuseram ao cinema. Observe a reação de um adolescente ao assistir a um dos novos episódios de Guerra nas Estrelas. Apesar de ser incontestável que a história ainda é capaz de conquistar novos e ardorosos fãs, a reação dos jovens de hoje está longe de se aproximar do êxtase experimentado por aqueles que assistiram incrédulos ao primeiro filme da série. E por quê? Porque boa parte dos filmes do gênero desde então abarcou o estilo Lucas de fazer cinema. O cineasta transformou a ficção científica em espetáculo de apelo popular, fez com que os jovens se tornassem o principal consumidor do gênero e, também, o maior meio de propaganda desses filmes, como sua veneração quase religiosa aos seus ídolos. O alcance dessa idolatria é tão grande e forte que, mesmo quem não curte muito a fantasiosa história dos jedis, tem de saber um mínimo sobre ela. Imagine, por exemplo, uma roda de amigos conversando animadamente sobre Guerra nas Estrelas, precisamente sobre o vilão Darth Vader. Pense no que aconteceria se, de repente, um dos interlocutores, que se mantinha calado desde o início da conversa, perguntasse: "Mas quem é esse tal de Darth Vader?" Não é difícil prever que todos o olhariam como se o pobre infeliz fosse um alienígena que acabou de aterrissar na Terra, não é mesmo?

Foi depois de Guerra nas Estrelas que os efeitos especiais ganharam a condição de estrela numa produção, consumindo a maior parte dos orçamentos. Lucas convenceu até os mais incrédulos de que não havia limites, de que tudo era possível, que a técnica poderia acompanhar a abstração da imaginações mais férteis. Alguns hão de dizer que não há tanto mérito nisso, que os efeitos especiais alcançaram destaque demasiado, o que deu origem a produções em que a história, as atuações, os diálogos ficam em segundo plano. Não dá para discordar desse argumento. É fato. Mas é inegável também que o rápido avanço dos efeitos especiais aumentou infinitamente as possibilidades. O mágico, o fantasioso, o que antes ficava restrito ao mundo imaginário vira realidade diante dos olhos do espectador graças aos avanços tecnológicos na área. Imagine, por exemplo, transpor as aventuras do mago Harry Potter para as telas sem os recursos disponíveis hoje. Se o filme chegasse a ser feito, o que é pouco provável que acontecesse, ficaria muito aquém do imaginado pelos leitores e pela própria autora. E, não duvidem: não fosse o impulso dado por Lucas para o aperfeiçoamento dos efeitos digitais nas últimas décadas, é certo que nenhum de nós teria visto nas telas a empolgante partida de quadribol de Harry Potter e a Pedra Filosofal ou o realístico naufrágio de Titanic. Ou, ainda, Homem-Aranha voando baixo por entre os arranha-céus nova-iorquinos.

Foi Lucas também que incitou a indústria de brinquedos a produzir personagens e todo o tipo de bugigangas sobre filmes. Não é necessário perspicácia para notar que, os tais fãs ardorosos e de devoção religiosa que mencionei anteriormente, seriam potenciais consumidores de tudo que é tipo de tralha sobre seu filme ou ídolos favoritos. O que hoje é comum, a associação entre a indústria cinematográfica e a indústria de brinquedos, teve início com Guerra nas Estrelas. Além disso, Lucas, graças ao sucesso estrondoso de seus filmes, acabou trazendo mais dinheiro para o cinema em geral. Seu sucesso despertou o interesse dos grandes investidores de Wall Street, que antes deixavam o cinema em segundo plano em termos de investimento.

George Lucas, aos 58 anos, continua à frente de seu tempo. Apesar do inegável sucesso de Ataque dos Clones, o diretor não viu realizado seu sonho de que o público assistisse ao filme em cinemas de projeção digital. Guerra nas Estrelas - Episódio 2 foi inteiramente produzido de forma digital, desde as câmeras à pós-produção. Isso significa que o rolo de filme não existe, teve de ser criado a partir dos dados digitais, transferência que reduz a qualidade de imagem. O cineasta, sempre visionário, imaginava que em 2002 a maioria dos cinemas norte-americanos estivesse equipada com os projetores digitais. Só que apenas 70 salas no país dispunham da tecnologia no dia da estréia de Ataque dos Clones. Lucas, mais uma vez, empurra a indústria para frente.

Guerra nas Estrelas - Episódio 2 - Ataque dos Clones estréia nas salas brasileiras no dia 1º de julho. Ao contrário do criticado Ameaça Fantasma, dessa vez o público verá um filme 100% digital com mais personagens criados por computador e naves espaciais do que qualquer um dos anteriores. Ataque dos Clones acontece dez anos depois dos eventos de Ameaça Fantasma. Anakin cresceu e é treinado pelo jedi Obi Wan Kenobi (Ewan McGregor), que lhe ensina os caminhos da força. Os dois jedis são nomeados para proteger a princesa Padmé Amídala (Natalie Portman), cuja a vida é ameaçada por políticos separatistas. A novidade do elenco é a presença do ator canadense Hayden Christensen, o jovem Anakin Skywalker, que futuramente se rende ao "lado negro da força" e se transforma em um dos mais conhecidos vilões de todos os tempos: Darth Vader.

Ataque dos Clones, segundo boa parte dos críticos americanos, deu uma reenergizada na série. Alguns o classificaram até como o melhor filme entre todos. Tem até romance, protagonizado pela princesa Padmé e o jovem jedi Anakin. Uma história de amor, claro, dentro dos padrões Guerra nas Estrelas, entremeada de muitas batalhas, num clima emocionante e elétrico.

Agora, é só esperar o dia 1º de julho chegar e correr para a sala mais próxima para conferir Ataque dos Clones. Ou então, corra o risco de ser tachado de alienígena, como nosso hipotético amigo que não sabia quem era Darth Vader

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: George Lucas
Escritores: George Lucas & Jonathan Hales

Gênero: Ficção / Aventura / Ação

20th Century Fox & Lucas Films

Título Original: Star Wars Episode II Attack of the Clones
Tempo: 143 min
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2002
Recomendação: 14 anos

ELENCO

Ewan McGregor .... Obi-Wan Kenobi
Natalie Portman .... Senator Padme Amidala
Hayden Christensen .... Anakin Skywalker
Christopher Lee .... Count Dooku
Samuel L. Jackson .... Mace Windu
Frank Oz .... Master Yoda D' Kana the Whill (voz)
Ian McDiarmid .... Supreme Chancellor Palpatine
Temuera Morrison .... Jango Fett
Jack Thompson .... Cliegg Lars
Jimmy Smits .... Senator Bail Organa
Pernilla August .... Shmi Skywalker
Joel Edgerton .... Owen Lars
Leanna Walsman .... Zam Wesell
Ahmed Best .... Jar Jar Binks (voz) / Achk Med-Beq (voz)
Bonnie Piesse .... Beru Whitesun/Lars
Rose Byrne .... Dormé
Oliver Ford Davies .... Sio Bibble
Jay Laga'aia .... Captain Typho
Kenny Baker .... R2-D2
Ron Falk .... Dexter Jettster (voz)
Andrew Secombe .... Watto (voz)
Silas Carson .... Nute Gunray / Ki-Adi-Mundi
Anthony Daniels .... C-3PO
Daniel Logan .... Boba Fett
Ayesha Dharker .... Queen Jamillia
Rena Owen .... Taun We (voz)
Anthony Phelan .... Lama Su (voz)
Alethea McGrath .... Madame Jocasta Nu
Susie Porter .... Hermione Bagwa
Matt Doran .... Elan Sleazebaggano
Alan Ruscoe .... Lott Dod
Matt Sloan .... Plo Koon
Veronica Segura .... Cordé
David Bowers .... Mas Amedda
Steve John Shepherd .... Naboo Lieutenant
Bodie Taylor .... Clone Trooper
Matthew Rowan .... Senator Orn Free Taa
Stephen Boyle .... Senator Ask Aak
Zac Jensen .... Kit Fisto
Alex Knoll .... J.K. Burtola
Phoebe Yiamkiati .... Mari Amithest
Jerome Blake .... Oppo Rancisis
Hassani Shapi .... Eeth Koth
Gin Clarke .... Adi Gallia
Khan Bonfils .... Saesee Tiin
Michaela Cottrell .... Even Piell
Dipika O'Neill Joti .... Depa Billaba

FICHA TÉCNICA

Produção .... George Lucas
Produção .... Rick McCallum
Música Original .... John Williams
Cinematografia .... David Tattersall
Editor de Filme .... Ben Burtt
Editor de Filme .... George Lucas
Design de Produção .... Gavin Bocquet
Diretor de Arte .... Ian Gracie
Diretor de Arte .... Phil Harvey
Diretor de Arte .... Fred Hole
Diretor de Arte .... Jonathan Lee
Diretor de Arte .... Michelle McGahey
Direção de Set .... Peter Walpole
Design de Figurino .... Trisha Biggar
Maquilagem .... Sue Love
Maquilagem ....Lesley Vanderwalt
Gerência de Produção .... Michael Blanchard
Gerência de Produção .... Brian Donovan
Gerência de Produção .... Jamie Forester
Gerência de Produção .... Stephen Jones

PRODUTORA

Lucas Films

DISTRIBUIDORA

20th Century Fox

ERROS

1. No começo do filme quando a nave chega ao planeta, ela está acompanhada de duas naves pequenas, observe que a nave grande tem a sua sombra projetada nas nuvens, mas as pequenas não.

2. Quando Anakin está pendurado na nave para tentar prender a mulher assassina, existe uma hora que ele pula de um lado para o outro da nave, neste momento com a velocidade e o vento ele deveria ter ido um pouco para trás, mas isto não acontece, parece que ele está pulando em um lugar sem vento e também sem a velocidade da nave. Física é física.

3. Quando Anakin vai procurar sua mãe, eles chegam em um carrinho especial. Note a sombra do carro no chão em comparação com o resto, não combina, a sombra deveria estar mais inclinada.

4. Quando Anakin e Amidala estão conversando antes dele ir procurar sua mãe, note a sombra na casa, aparentemente ela está certa, mas quando a tomada muda para longe a sombra não está onde deveria.

5. Quando Obi-Wan Kenobi está lutando na chuva que sua espada cai longe dele, depois quando ele vai pegá-la ela está em outro lugar. (A espada não está em outro lugar, porém, se notarem, ele entra por um lugar diferente e a pega do mesmo canto que caiu.) (Contribuição de Carla Piccoli - Jaraguá do Sul / SC - Fã de Carteirinha).

6. Quando Anakin e Obi estão no carro que voa, note que seus cabelos estão sempre perfeitos, como se não existisse vento.

7. Quando Anakin volta com sua moto, a sombra que ela projeta não combina com as outras sombras.

8. Quando Amidala cai nas areias, ela deveria ficar toda suja, mas sua roupa sempre está impecável.

9.  No começo do filme quando o conselho está reunido, Samuel L. Jackson está sentado com suas mãos unidas na frente do corpo, numa posição de reza, então corta para o Mestre Yoda e quando aparece Samuel novamente, ele já está iunclinado para a direita e suas mãos não estão mais na posição que estavam antes. Logo que aparece o holograma.

10. Quando Amidala e Anakin estão conversando e ela está com um manto dourado, note aque a posição da cabeça dela se altera entre as tomadas de frente e de trás.

11. Quando Anakin está conversando sobre sua mãe, na varanda com seu mestre, um pouco antes do ataque à Amidala, note que sua trança está na frente do seu ombro, mas na próxima cena está atrás.

12. Na perseguição eu gostaria de saber como é que eles conseguem ficar presos no carro sem nenhum cinto de segurança ?

13. Durante a perseguição eles estão voando pertinho do nível do solo, então acontece aquela descarga elétrica e derrepente eles já estão voando bem mais alto do que estavam. O curioso é que não vemos ele subir com o carro. (Um internauta nos disse que eles não estão perto do solo, e sim, em cima de uma prédio muito largo).(Enviado por J.F.F.)

14. Quando Anakin pula da nave da assassina, ele dá apenas uma cambalhota e não se machuca nem um pouco. Ele deveria ter se machucado e ter rolado muito mais devido a velocidade da nave. (Um internauta comentou que ele tinha poderes e não se machucaria, que  poderia pular tranqüilamente daquela altura).(Enviado por J.F.F.)

15. No impacto da nave, a assassina deveria ter saido pelo pára-brisas, pois eu não a vi usando cinto de segurança ou alguma proteção também. (A nave pode ter algum sistema que anule a inércia, como as naves estelares que aceleram a velocidades superiores que a da luz em poucos segundos sem que nada ocorram com os tripulantes.- Contribuição de Ronaldo Marcio Morinaga - São Paulo / SP - Fã de Carteirinha)

16. Quando a assassina é atingida por um dardo, note que a cabeça dela cai para trás, então a imagem corta para o assassino e volta para ela, quando volta sua cabeça está levantada.

17. A posição do copo do monstro no bar muda de lugar entre uma tomada e outra.

18. Quando o menino pega a cabeça do seu pai que foi cortada, não existe sangue escorrendo dela. (Um internauta nos disse também que como a espada é de laser não poderia haver sangue, pois ela cauteriza a ferida).(Enviado por J.F.F.) A verdade é que na cena em que a cabeça é cortada, o capacete vai parar em um lugar e a cabaça em outro: repare que quando o capacete voa, existem duas sombras, uma do capacete e a outra da cabeça que se separam no ar. Acho que George Lucas não mostraria a cabaça cortada por achar muito violento. O menino, no final das contas, só pega o capacete do seu pai. (Contribuição de Jean Carlos - Brasília / DF - Fã de Carteirinha)

19. Quando o mestre está no solo do planeta dos clones e tenta fazer contato, nós podemos observar que sua nave tem furos dos tiros que ela levou, mas então porque o robô não arrumou enquanto ele estava fora ? (Um internauta comentou que o robô só faz concertos mecânicos e não de funilaria).(Enviado por J.F.F.)

20. Quando o mestre está tentando fazer contato do planeta dos clones com os outros , ele pula para dentro de sua nave e fica conversando com o robô. Note que quando ele pula, seu casaco marrom fica para fora da nave, mas na próxima tomada seu casaco já está para dentro da nave.

21. Observe na cena onde Obi-Wan luta com Jango, que as caixas que eles estavam carregando para a nave desaparecem quando a luta começa.

22. A nave que Anakin usa para procurar Zam tem quatro antenas, depois você consegue perceber que duas delas desaparecem na tomada que Anakin tenta pegar Obi-Wan que está caindo.

23. Depois de descer da nave em Naboo, Amidala e Anakin caminham, atrás dele está R2D2, só que ele tem um tipo de estrago feito na parte de cima do seu corpo. Como será que isto aconteceu ?

24. Na cena onde Amidala e Anakin descem da nave você pode observar que eles se afastam enquanto o R2D2 ainda está descendo os degraus, mas na próxima tomada o R2D2 já está bem atrás deles. (Enviado por J.F.F.)

25. Na cena onde Anakin corta a fruta, os pedaços mostrados entre as tomadas são diferentes daquele que ele corta com aquele que ele manda para Amidala.

26. Logo após a nave de Zam cair, você vê Anakin correndo, A cena que mostra ele correndo atrás dela se repete por duas vezes.

27. Na cena onde Anakin e Amidala estão falando junto depois de terem comido. A câmera mostra Anakin falando e depois corta para Amidala. Observe com atenção e você verá a boca dela se mexer mesmo sem ela estar falando nada.

28. Quando Palpatine está falando com o Jedi no começo do filme, as naves nas estradas invisíveis suspensas no fundo vão sempre no mesmo padrão. Note que há algumas naves que parecem se repetir várias vezes, como se fosse um filme sendo repetido. Assim como na Terra existem carros iguais, em Coruscant existem vários speeds do mesmo modelo. (Contribuição de Eder Campos Oliveira - Santa Branca / SP - Fã de Carteirinha).

29. Na cena que mostra Obi-Wan preso e Dooku conversa com ele, parece que ele tem suas mãos na cintura e segurando seu casaco ao mesmo tempo, algo que seria impossível. Mas se considerarmos que ele já está no lado negro, isto seria fácil para ele talvez.

30. Durante a batalha de Geonosis, Ki-Adi-Mundi tem uma espada laser azul, mas depois a espada já aparece verde quando a cena o mostra por cima do ombro de Amidala, depois volta a ser azul.

31. Quando Anakin está indo procurar sua mãe, existem umas caixas próximas. Elas desaparecem logo que ele sai com a moto. Depois elas voltam quando ele desce da moto.

32. Quando Anakin sai para procurar sua mãe, você observa a velocidade da moto. Ele sai na direção oposta a entrada da casa. Mas quando ele volta com sua mãe ele vem pelo lado esquerdo da entrada da casa. Veja que as distâncias percorridas teriam que ser gigantescas para se procurar com aquela moto, seria mais fácil uma nave. O ângulo entre a saída e a chegada é de 90 graus o que daria uma distância realmente impraticável. Mesmo com aquela tecnologia. (Ele não iria carregar a mãe toda largada com o pescoço balançando.. o mínimo de respeito (Contribuição de Carla Piccoli - Jaraguá do Sul / SC - Fã de Carteirinha).

33. A pesar dos alienígenas no planeta Geonosis terem uma expressão verbal própria, através de sons estranhos, quando eles estão na arena o som que eles emitem são na maioria humano.

34. Quando Anakin está falando com Palpatine, e nas tomadas feitas para a porta dão a impressão que elas são pintadas assim como a mobília.

35. Em Tatooine, Amidala aperta um botão para retransmitir a mensagem de Obi-Wan. Um momento depois, ela aperta o mesmo botão para mostrar um mapa com a localização de Obi-Wan e as distâncias entre Tatooine e Couruscant. Ela usa o mesmo botão para duas coisas diferentes. Além disso, como é que o sistema sabe que ela quer mostrar a o local dos três planetas apertando apenas uma vez um único botão ?

35. Quando Amidala e Anakin estão comendo e ele corta um pedaço da fruta para ela, que flutua de volta para ela. Observe que a mordida que ela dá no pedaço aparece um segundo antes dela realmente morder. Podemos ver com clareza o efeito de computação utilizado.

36. Quando Amidala fala que precisam ir até o hangar para ajudar Obi-Wan e Ani, como é que ela sabe do hangar se ela só chegou ali há poucos minutos atrás ?

37. Quando Amidala tem suas costas arranhada pelo mostro ela parece sangrar. Ela está com uma roupa branca e seus arranhões parecem ser profundos. Porém durante o resto do filme ela não aparente sentir nenhuma dor e nem tão pouco sua roupa parece estar suja ou rasgada.

38. Quando o monstro dá o golpe em Amidala, note que que ele não consegue arrancar completamente sua roupa na parte da barriga, mas quando muda a cena aquela parte da roupa desapareceu e a manga também.

39. Em uma cena logo no começo do filme, você vê Yoda falando com Macis Windu no Conselho Jedi, ele se senta e por um momento não vemos mais seu cajado, mas sua mão parece ainda estar apoiado nele.

40. Quando Obi-Wan conhece as crianças, observe uma das crianças que não é humana, uma que tem uma cara de réptil. Num momento ele está no fundo, depois na frente e depois à esquerda do grupo. No entanto não conseguimos ver ninguém se movendo durante a cena.

41. Na cena da arena, as mãos de Amidala estão esticadas para cima com a corrente, mas logo depois ela consegue trazê-las até a boca para pegar a chave e abrir as algemas.

42. No começo, na reunião Yoda levanta e caminha, mas ele parece nunca sair do lugar e nem chega a passar a cadeira, mas depois ele já aparece bem na frente dela.

43. As gotas de chuva na cena de Obi-Wan entrando no prédio e saindo mudam de direção de uma cena para a outra. Será que o vento mudou tanto assim ?

44. Quando Yoda e Macis escutam o Senado dar os poderes especiais para Palpatine, Yoda aparece em dois lugares diferentes, primeiro na ponta do patamar, depois um degrau abaixo e mais para trás. E ele não é o tipo de personagem que fica andando para lá e para cá.

45. Observe as lágrimas de Anakin quando ele está chorando. Elas desaparecem e voltam entre as cenas.

46. Algumas nuvens nas cenas finais do casamento desaparecem entre as tomadas.

47. Na cena do bar em Coruscant, a trança de Anakin muda várias vezes de posição.

48. Quando Anakin está lutando com Dooku, a sua espada laser azul está em sua mão esquerda, logo depois ela aparece na sua mão direita.

49. Quando Anakin e Amidala chegam a Naboo a nave voa por cima de um lago. As árvores são refletidas no lago mas a nave não.

50. Beru tem olhos marrons neste filme, mas no episódio 4, na cena onde ela está trabalhando com os legumes na cozinha, ela tem olhos azuis.

51. Quando Obi-Wan entra na fábrica de andróide pela primeira vez, sua espada laser está do lado direito em uma cena e do lado esquerdo na outra.

52. Na cena onde Anakin está no quarto de Padme flutuando uma bola, você consegue ver o reflexo da bola na janela mas não consegue ver o reflexo dele. (A mão de Anakin está perfeitamente visível.) (Contribuição de Carla Piccoli - Jaraguá do Sul / SC - Fã de Carteirinha).

53. Na cena onde Anakin e Amidala chegam na casa dela em uma espécie de barco, ela pisa no chão duas vezes em duas cenas diferentes.

54. Em Tatooine, depois que a mãe de Anakin morreu, eles a colocam no túmulo. Observe a sombra da lápide para um lado e a do R2D2 quando chega, para o outro lado.Isto com apenas uma fonte de luz. Duas sombras diferentes. (Não há apenas uma fonte de luz. Lembrem-se que Tatooine tem dois sóis (o que é mostrado claramente no episódio IV quando Luke e C-3PO saem à procura de R2D2) (Contribuição de Carla Piccoli - Jaraguá do Sul / SC - Fã de Carteirinha). Gostaria de ressaltar que esta justificativa não é válida e abre espaço para um erro presente em todas as cenas diurnas passadas em Tatooine: Onde existem dois sóis, deverão existir duas sombras para cada coisa, como numa sala iluminada por duas lâmpadas. Como é dificílimo colocar sombras adicionais mesmo que por computação gráfica hoje em dia (imagine na década de 70) o ideal é que George Lucas trocasse a idéia de dois sóis por um sol bem grandão! (Contribuição de  Alexandre Leitão Santos - Fã de Carteirinha)

55. Nas cenas finais de R2-D2 e C-3PO depois do casamento, o último close-up do 2 robôs aparecem em uma cena numa posição em relação às árvores, depois na próxima tomada eles estão em outra posição e aparentemente não saíram do lugar.

56. Observe a roupa de Amidala quando ela está prestes a descer da nave para salvar Obi-Wan. Sua roupa tem um pano que aparece para trás e depois para frente.

57. Quando Anakin e Amidala chegam em Naboo, há uma fila de árvores, e o reflexo não corresponde a altura e a posição delas.

58. Quando Obi-Wan está no planeta de água e conversa com o primeiro-ministro no escritório dele, você pode observar que o Alien foi gerado por computador porque os olhos de Obi nunca olham bem certo para o Alien e sim para onde ele acha que ele deveria estar.

59. A mesma cena de Obi-Wan sendo atingido por trás por uma explosão na cena de Kamino é usada duas vezes. Uma quando Jango lança um foguete nele e depois quando Boba atira.

60. Jango tem duas pistolas laser, uma Obi-Wan derruba e a outra ?

61. Quando Amidala está arrumando suas coisas para ir embora ela tem duas malas pequenas e mais duas que ela está arrumando. Quando chegam da viagem ela só tem três.

62. Se ela é a Senadora, porque ela arruma suas malas ? Ela não tem várias empregadas para fazer isto por ela ? Ela tinha muitas empregadas, quando era Rainha, agora é senadora e as roupas são comuns, então dispensa as varias empregadas, e também ela estava indo para Naboo escondida, ninguém poderia saber para sua segurança. (Contribuição de Eder Campos Oliveira - Santa Branca / SP - Fã de Carteirinha).

63. Quando Anakin e Amidala estão como refugiados, e ela está comendo, ela vai pegar um pouco de comida, quando o ângulo muda, ela está se sentando verticalmente, atrás, no assento dela contra a cadeira.

64. Como Anakin e Amidala estão pousando em Tatooine, o Sol no set e a reflexão dele fora da nave estão em direções diferentes.

65. Quando Anakin e Obi-Wan estão subindo no elevador para conhecer Amidala, o elevador está à direita da extremidade do edifício,  assim quando eles descem só podem virar para a esquerda fisicamente, porém quando isto acontece eles descem à direita. Algumas pessoas dizem que podia ter duas portas, mas está no mesmo canto do edifício, eles têm portas na frente e um espaço vazio atrás deles.

66. Amidala tem malas dos dias de hoje. Não seria mais apropriado ela ter umas super especiais malas do futuro, onde a roupa é colocada automaticamente dentro de embalagens especiais e não uma malinha tradicional ? Star Wars não se trata do futuro, e sim de muito tempo, numa galáxia muito, muito distante, ela estava fugindo, não poderia levantar suspeitas, com malas muito luxuosas. (Contribuição de Eder Campos Oliveira - Santa Branca / SP - Fã de Carteirinha).  # Então, se Amidala tem malas do dia de hoje, e ela estando no "passado muito distante", suas malas são futuristas sim, porque estamos no "futuro dela"  (Contribuição de Rivaldo Lima - Recife / PE - Fã de Carteirinha)

67. A boca de Nimoidian é diferente do Episódio 1 para este Episódio. Os Neimoidianos envelhecem também, já que passaram 10 anos desde o Episódio I. (Contribuição de Eder Campos Oliveira - Santa Branca / SP - Fã de Carteirinha).

68. Yoda derruba a bengala ou cetro dele para lutar com Dooku. Então depois, durante toda a briga você não vê mais a bengala ou cetro dele em nenhum lugar.

69. Na cena onde Obi-Wan pousou no planeta dos clones, ele sai da nave e a porta fecha automaticamente. Se você olhar de perto, a porta não fecha por completo, há uma sobra de 2 cm que fica aberta. A porta não fecha totalmente, porque não está pressurizada, e ele pode precisar abrir rápido. (Contribuição de Eder Campos Oliveira - Santa Branca / SP - Fã de Carteirinha).

70. Quando Obi-Wan pula pela janela para pegar a sonda, a posição está errada, ele está de frente para a janela e a sonda está à direita lateral, porém mesmo assim ele ainda consegue alcançá-la mesmo pulando de frente para a janela.

71. Quando Anakin pula do seu Speeder, você consegue observar uma protuberância na parte de trás dele, provavelmente onde estava preso o seu cabo de segurança.

72. Na cena onde Anakin chega com a mãe dele toda embrulhada, ele a apanha e você pode ver claramente a cabeça dela em uma posição muito confortável no ombro de Anakin, como se ela estivesse viva e se recostando.

73. Na introdução do filme existe uma parte do texto que diz Dez mil sistemas Solares. Na realidade só existe um sistema solar, o nosso, onde a estrela principal se chama Sol, daí o nome Solar. Nos outros sistemas deveriam se chamar Sistemas de Estrelas ou algo parecido. Existe muita controvérsia a este respeito. A nossa idéia é a de mostrar, os comentários ficam a critério dos internautas. Este erro é muito comum em filmes de ficção, mas a série Guerra nas Estrelas nunca cometeu este erro. Então por que George Lucas permitiu tal erro? Se usasse outro nome, o publico não identificaria como Sistemas Solares, uma vez que o público não tem muita informação sobre Astronomia. (Contribuição de Eder Campos Oliveira - Santa Branca / SP - Fã de Carteirinha).

74. Quando C-3PO está no centro de produção de andróides, a cabeça dele é presa em outro corpo, mas depois durante a batalha R2D2 a tira facilmente com um sugador pequeno. O pior é que depois na batalha tanto a cabeça quanto o corpo lutam contra os Jedi, um deles deveria ter lutado a favor.

75. Quando Anakin está em Tatooine e fala com Watto, há dois andróides de Watto visíveis no fundo entre eles, atrás de Anakin. Na frente deste andróides tem uma caixa, que desaparece quando Anakin e Watto estão indo embora. Os andróides ainda estão lá.

76. Na batalha da arena, a criatura que parece um caranguejo arrebenta as correntes de Obi-Wan. Não consegui ver a cena em que ela faz isto, uma hora ele está de correntes, na outra já está solto.  (O "caranguejo"  arrebenta a corrente de Obi-Wan com suas garras e este continua apenas com as algemas. Se livra delas quando ele e Anakin recebem os sabres de luz (um liberta o outro).(Contribuição de Carla Piccoli - Jaraguá do Sul / SC - Fã de Carteirinha).

77. Durante a briga entre Jango e Obi-Wan, a água que bate na espada laser deveria evaporar e produzir um som neste instante. Alguns dizem que não, mas no jogo Jedi Knight 2 isto acontece. Isso não poderia acontecer, pois, a água evapora antes mesmo de chegar a cair na espada laser. o calor que ela irradia evaporaria qualquer liquido a uma distancia de no mínino 10cm. Quanto ao video game, é video game!!! (Contribuição de Eder Campos Oliveira - Santa Branca / SP - Fã de Carteirinha).

78. Na batalha entre o exército de clones e os separatistas, quase no final do filme, Obi Wan fala para um dos soldados para que o mesmo "aterrise" a nave. Como pode acontecer uma aterrissagem se eles não estão na "Terra" ? A palavra aterrise é derivada da palavra Terra, portanto só pode ser usada aqui. Eles deveriam usar a palavra pouse. (Contribuição de Roney Coelho Soares - Santa Maria / RS - Fã de Carteirinha ). Aterrise deriva de terra.. mas não necessariamente do planeta Terra.. o "chão" dos planetas tb tem terra... logo, Aterrise = pouse na terra. (Contribuição de Carla Piccoli - Jaraguá do Sul / SC - Fã de Carteirinha ).
OBS. Falha Nossa:  Do dicionário: Aterrisssar v.int. Bras. Gal. Descer à terra (avião, helicóptero). § aterrissagem sf. (bras., gal.). (Dicionário Aurélio Buarque de Holanda Ferreira). - Sendo assim, vamos deixar as conclusões para vocês.

79. Quando Zam está no speeder, em uma cena que ela olha pra trás, se você pausar o filme, verá o rosto dela com a aparência de uma criatura alienígena. (Contribuição de Bruno Follmann - Fã de Carteirinha).

80. Na seqüência da arena, onde Amidala, Anakin e Obi-Wan estão prestes a serem executados, um dos monstros chicoteia as costas de Amidala com o rabo. Ela grita e há sangue nos ferimentos. Mas nas cenas seguintes, Amidala já não sente mais dor e os ferimentos quase não tem sangue. (Contribuição de Henrique Cruz de Oliveira - São Paulo / SP - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES

A) Perceba que, em todos os filmes da saga:
-Nunca apareceu um banheiro, nem uma escola.
-Em 5 filmes, só apareceu UM negro (Episódio V e VI).
-Em 5 filmes, só apareceu UM paraplégico (Episódio II).
-As naves nunca pararam em uma espécie de "posto espacial" para reabastecer, nem em um "Michelin" para trocar alguma coisa.
-Os Jedi nunca aparecem recarregando os seus sabres (sim, eles precisam recarregar).
-Nem os soldados nem os exércitos nunca dão alguma espécie de pane, assim de repente.
-Quando Kenobe e Jango estão brigando, eles nem chegaram a escorregar.
-Quando Jango está atirando contra o Jedi StarFighter de Kenobi, os tiros nem chegaram a raspar na cabine de Kenobi.
-Kenobi nunca perde o hiperpropulsor, e nenhum meteoro se choca com o hiperpropulsor.
-Nenhum dos dois se choca contra um meteoro.
-Os Jedi sempre refletem os tiros, sem chance de errarem.
-Percebam que os Jedi nunca pulam errado ou caem, e nem na luta eles erram os choques das lâminas e nem tropeçam.
-Eles nunca erram o hiperpropulsor, nem nos cálculos nem no ponto exato onde devem parar e nem em qual direção ir.
-Eles sabem quem é quem, mesmo estando longe e em uma cabine minúscula com um vidro protegido contra olhares alheios.
-O rádio nunca erra: quem quer falar com Fulano fala com Fulano sem chance de erro. (Contribuições de Eduardo Magalhães - Fã de Carteirinha)

OBSERVAÇÕES

A) O Mestre Yoda usa bengala pra que? Acho que fica meio sem sentido ele com aquela agilidade toda no duelo entre ele e Dooku, e para andar usa uma bengala. (Contribuição de Cristiano Pereira - Fã de Carteirinha)


Contribuição de Eduardo
(Prisma-online)

Clique aqui para ver cenas do filme.