VOLTAR FILMES 3

 
   

STIGMATA
JONATHAN PRYCE, PATRICIA ARQUETTE & GABRIEL BYRNE

Belo Quinto, uma fictícia cidade no sudeste do Brasil, recebe a visita do padre Andrew Kiernan (Gabriel Byrne), que foi mandado pelo Vaticano para investigar um fato ocorrido no Brasil, e por conta própria termina indo visitar uma igreja que tem a estátua de uma santa que verte lágrimas de sangue. Lágrimas estas que começaram no dia em que o padre Paulo Almeida, o responsável pela igreja, morreu.

Enquanto Kiernan fotografava a estátua, que sangrava, um garoto furta um rosário que estava junto do corpo do falecido e vende o terço para uma turista, que por sua vez manda de presente para Frankie Paige (Patricia Arquette), sua filha, que é cabeleireira em Nova York.

Em pouco tempo, ela passa a ser vítima de "estigmas", chagas idênticas às de Cristo, e é Andrew Kiernan o encarregado de investigar o fenômeno.

Inicialmente Kiernan descarta a possibilidade dos "estigmas", pois todos os "estigmatas" são pessoas bastante religiosas e Paige não acredita em Deus. Mas Kiernan vê o suficiente para quebrar os padrões estabelecidos pelo Vaticano, e acredita que se ele não fizer nada, Frankie pode morrer.

Gradativamente, ele passa suspeitar que seu superior, o cardeal Daniel Houseman (Jonathan Pryce), não quer que toda a verdade venha à tona.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Rupert Wainwright
Escritores: Tom Lazarus & Rick Ramage

Baseado na história de Tom Lazarus

Gênero: Ficção / Suspense

Site Oficial: www.mgm.com/stigmata

MGM / UIP

Título Original: Stigmata
Tempo: 102 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 1999 - USA
Recomendação: 12 anos

ELENCO

Patricia Arquette .... Frankie Paige
Gabriel Byrne .... Padre Andrew Kiernan
Jonathan Pryce .... Cardeal Daniel Houseman
Nia Long .... Donna Chadway
Thomas Kopache .... Padre Durning
Rade Serbedzija .... Marion Petrocelli
Enrico Colantoni .... Padre Dario
Dick Latessa .... Padre Gianni Delmonico
Portia de Rossi .... Jennifer Kelliho
Patrick Muldoon .... Steven
Ann Cusack .... Dra. Reston

EQUIPE TÉCNICA

Produção .... Frank Mancuso Jr.
Música .... Elia Cmiral
Música .... Billy Corgan
Música .... Mike Garson
Fotografia .... Jeffrey L. Kimball
Desenho de Produção .... Waldemar Kalinowski
Direção de Arte .... Anthony R. Stabley
Figurino .... Louise Frogley
Edição .... Michael J. Duthie
Edição .... Michael R. Miller
Efeitos Especiais .... Dream Quest Images

PRODUTORAS

MGM
FGM Entertainment

DISTRIBUIDORAS

MGM
UIP

ERROS

1. No começo do filme vemos os fiéis colocando moedas, mas nenhuma delas é do Brasil.

2. Os supostos brasileiros de Belo Quinto falam espanhol, e não português.

3. Na versão dublada ficou pior ainda, pois o padre fala português fluentemente, e os brasileiros que deveriam falar português, falam com sotaque americano.

4. A primeira foto que o padre Andrew tira na igreja não tem flash, mesmo quando ouvimos o barulho dele.

5. Na cena que mostra o embrulho em cima da mesa, podemos perceber que o carimbo do correio brasileiro está escrito com Z. Típico erro de americano. (Contribuição de André Ferraro - Porto Alegre / RS - Fã de Carteirinha)

6. Frank chega em casa e percebe que a banheira está com água vazando, água com sangue, mas depois quando aparece novamente, a água não tem sangue.

7. Na cena em que Frankie vê a mulher com a criança do outro lado da rua, em algumas tomadas esta mulher aparece com os braços esticados e em outras não.

8. Na cena onde Frankie vai para a janela para olhar uma mulher misteriosa, em um certo ponto um grupo de pombas voam perto do chão à direita da mulher (na visão de Frankie). Se você olhar atentamente poderá ver a pessoa sacudido a gaiola para que as pombas voem.

9. Quando Frankie vê a mulher misteriosa (aquela que parecia ser ela mesma com o bebê) ela corre para a rua, pára em frente a mulher e pega o pano vermelho. Depois quando a amiga a alcança, ela não está com o pano. Depois olha lá o pano na mão dela de novo. E por fim a amiga a tira de lá sem ela estar com nada nas mãos. (Contribuição de Mary Lima - Fã de Carteirinha)

10. As estigmas mostradas nas fotos, são estigmas feitas nas palmas das mãos, mas em Frankie as estigmas são nos punhos. Se as de Frankie estão corretas, então todas as outras deveriam ser consideradas falsas. Mas não são.

11. Na cena onde ela recebe as feridas na cabeça e corre para seu apartamento, onde o padre a está esperando, ela corre por uma ruela e ele a procura. Veja se você descobre algo de errado nesta cena. Observe os pombos que voam duas vezes.

12. Ainda no beco, percebemos que os vapores que saem dos canos são sempre os mesmos quando mostrados em close, mas nas tomadas de longe eles são diferentes, as posições são diferentes.

13. Na cena do café, olhe a garrafa de cerveja na mão de Byrne. Quando ele diz que o álcool foi inventado pelos monges, ele ergue a garrafa para tomar um gole. Perceba o barulho que a garrafa faz ao ser colocada na mesa, e um pouquinho depois também.

14. Mais uma cena e a cerveja aparece me cima da mesa na tomada de costas dele, e na tomada de frente ele está com ela na mão e bebendo.

15. Nesta cena ainda podemos perceber que as estigmas na cabeça desaparecem. Mesmo com o lenço na cabeça, os cortes deveriam aparecer.

16. Depois que ela é infligida com as feridas de espinho, as cicatrizes na cabeça dela mudam várias vezes durante as mudanças de tomada de cena. E quando ela sai e usa o lenço na cabeça, ela já não tem nenhuma marca.

17. Quando Frankie está a ponto de receber os primeiros estigmas, uma pomba voa de repente. Quando ela pega uma pena que caiu na água, você já pode ver marcas de estigmas nos pulsos da mão direita dela. Isto dentro da banheira.

18. Frankie empurra o padre no vidro, mas quando ela faz isto ele está numa posição, e ao bater ele está ao contrário. Observe que a distância era muito pequena para que ele se virasse.

19. Depois que Frankie tem outro ataque em uma boate, ela corre. Preste atenção e você verá um microfone.

20. Na cena do apartamento com Frankie e Gabriel muitas coisas são quebradas, mas nenhum corte aparece. Legal, vidro que não corta.

21. Na cena do apartamento quando Frankie ataca o padre, logo após eles se beijarem, uma hora eles estão juntos, na outra eles estão separados.

22. Ainda na cena do apartamento com Frankie e Gabriel, existe a levitação e a cama quase quebra. Observe as as velas também. Mas depois ele cuida dela, como estão a cama e as velas?

23. Logo depois ainda possuída, ela se dirige até a gaveta e pega um monte de faca. Observe que todas são facas sem ponta, do tipo de passar manteiga, mas ao se cortar ela está com uma de ponta.

24. Ao enfiar a faca vemos que seu braço não está sujo de sangue, mas em seguida, depois do corte, seu braço aparece ensangüentado.

25. Frankie levita fazendo o sinal da cruz. Observe que na tomada de costas os pés estão lado a lado, mas na tomada de frentes um pé está sobre o outro.

26. Na cena em que a cama é jogada para longe, aparece nitidamente um cabo ou corda puxando a cama. (Contribuição de Ricardo Ernani Capriolli - Fã de Carteirinha)

27. Quando ela ergue as bandagens para mostrar para o padre suas feridas, você vê que não há nenhuma ferida, só sangue.

28. Na cena no café quando Franjie dá para Gabriel um pedaço de pano com algo escrito nele, ele traduz a escritura sem hesitação. Depois é descoberto que o idioma é aramaico. A mesma língua que está escrita na parede, e Gabriel não pode traduzir. Como ele pode traduzir as palavras no pano e não na parede?

29. Parece que o padre Gabriel Byrne não saiba muito sobre a bíblia.

30. No final do filme quando Gabriel retira a moça enrolada num lençol, e senta-se no banco, a posição da mão dele muda entre os cortes, Ora perto do rosto, ora mais para baixo.

31. Frankie se levanta e pousa na mão de Frankie e começa a comer, mas como ele está comendo se ela não tem nenhuma comida na sua mão?

ERROS REMOVIDOS

O que aconteceu ao namorado de Frankie? Você o vê no começo e na manhã quando ele telefona. Ela diz que o verá mais tarde, e então ele desaparece do filme.--> Se prestarmos atenção na cena da boate, quando ela recebe os estigmas na cabeça e ela sai correndo tem um cara que diz: "Credo". Esse tal não era o tal namorado? E Frankie não estava reclamando que ela era insignificante no relacionamento? (Contribuição de Maria Helena - Fã de Carteirinha)

OBSERVAÇÕES

O filme apresenta uma visão completamente distorcida sobre o Brasil ao meu ver. Se você notar bem, os brasileiros da cidade de "Belo Quinto" (que cidade é essa?) falam espanhol, algumas mulheres estão tipicamente vestidas de baiana numa igreja católica e em que estado o padre realmente estava? Rio, São Paulo...Nordeste (aquele terço viaja hein?). Vocês não acham que está tudo muito estranho? Eu gostaria que vocês analisassem o filme novamente e me informem se estou certo ou estou equivocado! (Contribuição de André Luiz Sens - Fã de Carteirinha) --> Realmente André, algumas coisas parecem não combinar muito bem, mas isto deve-se ao fato de ser um filme sobre o Brasil, feito por uma produção estrangeira. Devemos perdoar o sotaque e aparência latina da cidadezinha brasileira do começo, porque depois o filme pega pique com uma trama intrigante e surpreendente. A capa do filme informa erroneamente, dando idioma como espanhol e legenda também em inglês, ambas inexistentes. E sobre a cidade de Belo Quinto, que fica localizada na Bolívia, mostra que eles não pesquisam muito quando querem fazer um filme, poderiam, mas não quiseram. O mesmo tipo de erro acontece no filme Sinais, onde numa cidade do Rio Grande do Sul em vez de um menino falar em português, ele fala em inglês. Isto é típico das produções americanas que acham que ninguém vai notar. Obrigado pela contribuição de Alexandre Martins e Reni Ramos - Fãs de Carteirinha. Outro tipo de erro parecido com este é o do filme Bem-Vindo à Selva, onde as placas dos carros no Brasil estão ao contrário.

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES