VOLTAR BLOCO 43

 

 
 

UM GOLPE À ITALIANA
MICHAEL CAINE & NOËL COWARD

Charlie Croker saiu da cadeia e está elaborando um plano genial para o roubo do século.

Com a cumplicidade da maior inteligência criminosa, o Sr. Bridger, Charlie vai à luta com o melhor time de vilões e três minis coopers muito especiais para surrupiar quatro milhões debaixo do nariz da polícia italiana.

A questão é que, com a Máfia em seu encalço, Charlie descobre que pegar o dinheiro é moleza... o duro é fugir com ele...

Um dos maiores clássicos dos anos 60, com a mais louca perseguição de carros da história do cinema e um final incrivelmente eletrizante, este filme de ação é o melhor golpe de todos os tempos.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Peter Collinson
Escritor: Troy Kennedy-Martin

Gênero: Ação / Comédia / Crime

Paramount Pictures / CIC Video Ltd.

Título Original: The Italian Job
Tempo: 99 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 1969 / Inglaterra
Recomendação: Livre

ELENCO

Michael Caine .... Charlie Croker
Noël Coward .... Sr. Bridger
Benny Hill .... Professor Simon Peach
Raf Vallone .... Altabani
Tony Beckley .... 'Camp' Freddie
Rossano Brazzi .... Roger Beckerman
Margaret Blye .... Lorna
Irene Handl .... Srtª. Peach
John Le Mesurier .... Diretor do Presídio
Fred Emney .... Birkinshaw
John Clive .... Gerente da Garagem
Graham Payn .... Keats
Michael Standing .... Arthur
Stanley Caine .... Coco
Barry Cox .... Chris
Harry Baird .... Big William
George Innes .... Bill Bailey
John Forgeham .... Frank
Robert Powell .... Amarelo
Derek Ware .... Rozzer
Frank Jarvis .... Roger
David Salamone .... Dominic
Richard Essome .... Tony
Mario Valgoi .... Manzo

FICHA TÉCNICA

Produção .... Michael Deeley
Produção .... Stanley Baker
Música .... Quincy Jones
Fotografia .... Douglas Slocombe
Edição .... John Trumper
Elenco .... Paul Lee Lander
Desenho de Produção .... Disley Jones
Direção de Arte .... Michael Knight
Efeitos Especiais .... Pat Moore

PRODUTORA

Oakhurst Productions

DISTRIBUIDORAS

Paramount Pictures
CIC Video Ltd.
Paramount Home Entertainment
United International Pictures (UIP)

ERROS

1. Na cena de abertura, podemos ver o Lamborghini vermelho passando pelo mesmo trecho da estrada duas vezes.

2. No começo do filme quando o Lamborghini bate no trator, podemos ver que ele está no meio da pista, mas quando ele vai jogar o carro para fora da estrada, ele já está perto da ribanceira.

3. Depois que o Lamborghini é jogado, vemos os óculos e o cigarro do motorista caído no chão, o que seria impossível já que os óculos deveriam estar quebrados dentro do carro e o cigarro preso nas ferragens, e nunca juntos do jeito que aparece no filme.

4. Quando o Lamborghini é jogado no penhasco, a tampa do motor se abre e percebemos que o carro não tem motor.

5. Ainda nesta cena quando o carro cai, é possível perceber que em vez de um Lamborghini, o carro jogado é outro.

6. Quando o trator sai do túnel existe um braço na porta, mas quando jogam o carro no penhasco ele está vazio. Quando o carro está caindo vemos algo parecido com um corpo.

7. Quando Charlie Croker está saindo da prisão o assistente do Sr. Bridger comenta que Charlie vai realizar um serviço na Itália. Isto seria impossível , pois nem mesmo Charlie sabia que iria realizar algo na Itália, coisa que ele só fica sabendo muito tempo depois no hotel quando a viúva fala pra ele.

8. Quando a garota Lorna vai pegar Charlie na cadeia, é possível perceber que o cenário do lado de fora do carro enquanto ele anda, é uma montagem.

9. O carro do Embaixador do Paquistão não tem placas comuns como mostrado no filme (NAN 404D). As placas de carros do governo e autoridades são de bronze sem números, apenas com a identificação da embaixada, e não com apenas um CD do lado indicando que o carro é do corpo diplomático.

10. Quando o alfaiate de Charlie pergunta se ele esteve na prisão perpétua, existe um corte logo quando ele solta a camisa, e a posição dele muda. Observe a fita métrica pendurada no seu pescoço.

11. Quando Charlie vai pegar seu Aston Martin, ele pega uma carteira de dentro do motor com muita facilidade. Se deixaram o carro funcionando por dois anos, é de se presumir que alguém já teria encontrado a carteira dele dentro do motor.

12. Charlie sai do apartamento e em seguida aparece no meio da rua olhando o filme num caminhão de leite. Mas porque ele estaria num caminhão de leite se ele tem um Aston Martin?

12. Todas as cenas da prisão onde está o Sr. Bridger são simplesmente ridículas, inclusive a cena do banheiro.

13. Quando o Sr. Bridger entra na sala do diretor do presídio, esse coloca seus óculos em cima da mesa, sobre alguns papéis, mas depois do corte os óculos estão fora dos papéis, ao lado deles.

14. Depois de tirar o professor da cadeia, Charlie aparece na reunião explicando seu plano. Ele começa a fazer as apresentações, e a posição de Lorna sentada na cabeceira da mesa, muda da tomada aberta para a de perto, agora sentada mais na lateral da mesa. Depois da apresentação dos motoristas, a posição dela volta a ser a anterior.

15. Quando o Sr. Bridger está no cinema do presídio assistindo a demonstração do roubo, um mafioso italiano aparece no vídeo. O impressionante é que a pessoa que filmava o vídeo, acompanha com a câmera este mafioso, como se soubesse quem ele é. Fica claro no filme que este mafioso foi descoberto sem querer pelo Sr. Bridger apenas.

16. Quando o Austin Martin de Charlie é jogado no penhasco podemos perceber que o carro é outro, o teto é diferente e claramente vemos que o carro jogado é um Lancia Fulvia conversível.

17. Quando Croker e outros encontram os mafiosos na montanha, o Jaguar vermelho já está danificado antes mesmo de ser atingido pelo trator. Observe o farol esquerdo.

18. Charlie não conseguiria jogar a bicicleta tão longe como aparece no filme. Mesmo com bastante força ela não alcançaria os transformadores.

19. Logo que falta luz na casa do Sr. Altabani, as mulheres gritam histéricas como se o mundo estivesse acabando.

20. Um segundo depois, os garçons já entram na sala carregando candelabros com várias velas acesas, um segundo depois de alguém pedir por velas. Muito rápido.

21. O professor retira o rolo de fita do computador muito facilmente, só puxando, mas o rolo deveria estar passando para o outro rolo do lado direito, se não o programa não poderia funcionar.

22. A polícia passa por Charlie quando vai investigar a falta de luz, e mesmo vendo-o na estrada, sozinho e à noite, nenhum dos dois carros param para verificar quem ele é e o que estava fazendo ali.

23. Quando a energia volta, podemos ver que a fita do novo programa não passa por nenhum cabeçote de leitura, a fita está solta, tanto que a medida que roda, ela balança. A fita deveria passar por outros locais para ficar bem presa e o sistema poder funcionar. Nitidamente um equipamento colocado ali apenas para a filmagem.

24. Porque o professor está no meio da cidade andando de bonde em vez de estar junto com os outros capangas?

25. Quando o comboio com o ouro passa pelo carro do Sr. Altabani, o mafioso, podemos ver no reflexo do pára-choques, a sombra dos membros da equipe de filmagem, mas quando o carro dele sai, não existe ninguém atrás do carro.

26. na tomada do chão vemos que o carro forte já passou eplo carro do mafioso, mas na tomada lateral, o carro forte ainda está vindo para passar pelo carro do Sr. Altabani. Ele aparece no reflexo do vidro.

27. No reflexo dos óculos dele, é possível ver três luzes da equipe de filmagem refletidos.

28. Quando o velho coloca os aparelhos para desligar as câmeras de trânsito, elas fazem um barulho estranho, mas este barulho não poderia existir se não identificaria a localização deles, ou até mesmo qualquer pessoa passando poderia pegá-las.

29. Ainda com relação a estes aparatos, mesmo sendo colocado apenas um aparelho de cada vez, sempre são duas câmeras na central que desligam, como se as câmeras estivessem no mesmo poste, o que não acontece.

30. Quando o carro forte faz a curva na cidade, depois de todas as câmeras serem desligadas, vemos uma multidão observando a filmagem da cena.

31. Quando o Land Rover está prestes para entrar na avenida, vemos que na tomada do transito ele está bem lento, mas na tomada de dentro do carro o trânsito do lado de fora é bem rápido.

32. Antes do Land Hober entrar na avenida, não existe quase espaço nenhum entre um carro e outro, mas quando ele entra na tomada de cima, o espaço entre os veículos é enorme.

33. Assim que param o carro forte, alguém aparece jogando tinta azul no vidro do carro forte filmado por dentro. Observe que é muito pouca tinta que tem no vidro, mas após o corte para a tomada de fora, os dois vidros já estão cobertos de tinta.

34. Novo corte para a tomada de dentro do carro forte, e o vidro ainda não está totalmente coberto de tinta, o que já acontecia na tomada anterior.

35. Porque o policial, dentro do carro forte, coloca o braço na frente do rosto? Ele deveria saber que a tinta não o atingiria. E porque ele não continuou dirigindo seu carro, ou deu marcha-ré?

36. A tinta azul no vidro do carro forte, muda quando ele entra no edifício.

37. O caminhão bate algumas vezes na porta do prédio sem conseguir abrí-la, mas um pedaço de madeira não conseguiria segurar a porta se o caminhão realmente batesse com força.

38. Quando o carro vinho cai em cima do carro do chefe de polícia, o pára-brisas dianteiro está intacto, mas quando ele vem olhar o carro, o pára-brisas está todo arrebentado.

39. Ainda nesta cena vemos que quando o carro vinho cai em cima do carro do chefe de polícia, o plástico azul que fica na sirene no teto do carro, pula inteiro para fora, caindo no chão ao lado do carro, mas quando o chefe de polícia aparece, existe um corte e o plástico azul ainda está em cima do teto do carro de polícia, mas agora quebrado.

40. O motoqueiro da polícia cai no chão escorregadio e chuta sua moto como se ela não prestasse mais. Bastava apenas ele subir nela e continuar a perseguição. Muito dificilmente ela estaria estragada.

41. Quando os mini chegam no estacionamento e param os carros um ao lado do outro enganando o carro da polícia, podemos observar no chão marcas de freadas já feitas de tomadas anteriores.

42. Quando o carro de polícia cai no rio, o barulho da sirene vai enfraquecendo de forma estranha. Isto não acontece na realidade.

43. Dentro do túnel é possível ver que um dos carros tem quatro faróis de milha na frente em vez de apenas três. Observe que o carro da polícia tem apenas dois faróis de milha.

44. Os mini têm somente uma pessoa neles quando estão no túnel, mas em close são sempre dois.

45. na auto-estrada vemos que ela tem uma faixa branca bem no meio, mas quando a rampa é colocada, que deveria ficar bem em cima da faixa branca, esta faixa não existe.

46. Existe um corte para uma tomada de dentro do ônibus e a faixa aparece novamente, mas quando a tomada é dos carros lateralmente, a estrada é outra novamente. este erro se repete várias vezes durante toda a cena.

47. Quando o carro de Michael Caine é mostrado, ao fundo vemos uma pista completamente diferente, a gora com três pistas e com faixas não contínuas. este erro se repete depois.

48. Ainda nesta tomada os dois outros minis que deveriam estar atrás dele, não aparecem, mas na tomada seguinte eles estão lá.

49. No presídio todos estão fazendo uma festa para o Sr. Bridger e podemos ver que ele está usando um relógio, quando sabemos que é proibido usar qualquer tipo de acessório dentro do presídio. Está certo que todo o presídio é uma bagunça.

50. Quando o primeiro mini é jogado do ônibus, nós sabemos que ele é o azul, mas na câmera de dentro do carro, podemos ver seu painel vermelho.

51. Porque o mini vermelho explode assim que sai do ônibus? Não havia motivo nenhum para aquilo acontecer.

52. William é o motorista negro, que foi contratado para dirigir o ônibus apenas, e nem isso ele sabe fazer.

53. Quando o ônibus está indo embora, vemos que ele ora está numa estrada asfaltada, ora numa estrada de chão.

54. Quando o ônibus fica pendurado no penhasco, acontecem alguns erros. Porque o rapaz que estava bem junto às barras de ouro, não foi passando uma por uma até equilibrar o peso na frente do ônibus? Logo depois de todos irem para a frente do ônibus, o que deveria equilibrar um pouco, acontece exatamente o contrário, o peso atrás ainda continua grande e até pior.

55. Observe que a posição do ouro muda dependendo da tomada. Mais no meio quando é filmada da traseira, e mais para o lado quando filmado da cabine.

56. Observe que a posição de Charlie deitado no chão também muda dependendo da tomada. Observe suas pernas.

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

IMAGENS E CURIOSIDADES