VOLTAR BLOCO 39

 
   

UM NATAL MUITO, MUITO LOUCO
TIM ALLEN, JAMIE LEE CURTIS & DAN AYKROYD

O Natal deles vai virar a cidade de cabeça para baixo.

Depois de haver, fiel e alegremente, comemorado o Natal durante a vida inteira, e com sua filha trabalhando como voluntária do Corpo de Paz no Peru, Luther (Tim Allen) e Nora (Jamie Lee Curtis) Krank estão tendo que encarar a probabilidade de passar um Natal muito solitário.

Numa noite tempestuosa em Chicago, Luther vê de relance um cartaz sedutor exposto na vitrine de uma agência de viagens, e imagina-se com Nora refestelando-se ao sol num cruzeiro pelo Caribe. E se no próximo Natal não houvesse árvore, lâmpadas coloridas, bolo de frutas, festas, decoração? .... e se não houvesse Natal?

Embora tenha relutado um pouco a princípio com a idéia de viajar no feriado de Natal, Nora não demorou muito a se entusiasmar. Mas quando seus vizinhos da Rua Hemlock descobrem, ficam agastados, principalmente o intrometido da vizinhança, Vic Frohmeyer (Dan Aykroyd). Entre os ofendidos incluem-se também os policiais Salino (Cheech Marin) e Treen (Jake Busey), e o vizinho parceiro de Luther em lutas de boxe, Walt Scheel (M. Emmet Walsh).

Os Kranks não vão comemorar o Natal este ano? Inimaginável. Impensável. Insuportável. Para piorar as coisas ainda mais, Luther se recusa a colocar seu Frosty, O Boneco de Neve, iluminado no telhado. Toda casa põe um Frosty no telhado no Natal. A Rua Hemlock é famosa por já ter ganho numerosos concursos patrocinados pelo jornal local por suas decorações natalinas.

A batalha de indiretas entre os Kranks e seus vizinhos rapidamente esquenta, ameaçando a harmonia da comunidade e, também, o espírito de Natal em si.

Então, sem mais nem menos, Luther e Nora recebem um telefonema de Blair. Ela afinal virá passar o Natal em casa.

Agora os Kranks têm menos de vinte e quatro horas para fazer com que eles próprios e todas as famílias da Rua Hemlock recuperem o espírito natalino como deve ser.

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Joe Roth
Escritor: Chris Columbus

Baseado na novela Skipping Christmas (Esquecer o Natal) de John Grisham

Gênero: Comédia / Drama

Site Oficial: http://www.natalmuitolouco.com.br/

Columbia Tristar Pictures

Título Original: Christmans with the Kranks
Tempo:  minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2004 - USA - Lançamento nacional Dia 03 de dezembro de 2004.
Recomendação: Livre

ELENCO

Tim Allen .... Luther Krank
Jamie Lee Curtis .... Nora Krank
Dan Aykroyd .... Vic Frohmeyer
M. Emmet Walsh .... Walt Scheel
Elizabeth Franz .... Bev Scheel
Erik Per Sullivan .... Spike Frohmeyer
Cheech Marin .... Oficial Salino
Jake Busey .... Oficial Treen
Austin Pendleton .... Umbrella Santa/Marty
Tom Poston .... Padre Zabriskie
Julie Gonzalo .... Blair Krank
René Lavan .... Enrique DeCardenal
Caroline Rhea .... Candi
Felicity Huffman .... Merry
Patrick Breen .... Aubie
John Short .... Ned Becker
Bonita Friedericy .... Jude Becker
David Hornsby .... Randy Becker
Kevin Chamberlin .... Sr. Scanlon
Lyndon Smith .... Randy Scanlon

FICHA TÉCNICA

Produção .... Michael Barnathan
Produção .... Chris Columbus
Produção .... Mark Radcliffe
Música .... John Debney
Fotografia .... Don Burgess
Edição .... Nick Moore
Desenho de Produção .... Garreth Stover
Direção de Arte .... Christopher Burian-Mohr
Figurino .... Susie DeSanto
Efeitos Especiais .... Allen Hall
Efeitos Visuais .... Sheena Duggal
Efeitos Visuais .... Bernardo Jauregui
Efeitos Visuais .... Jake Morrison

PRODUTORAS

Skipping Christmas
1492 Pictures
Revolution Studios

DISTRIBUIDORAS

Sony Pictures Entertainment
Buena Vista International
Columbia TriStar Film Distributors International
Falcon

ERROS

1. ABSURDO: 0:04:00h - Logo no começo do filme quando o Sr. Luther Krank desce do carro para fazer compras, ele segura seu casaco com a mão direita, mas depois do corte já aparece segurando o casaco com a mão esquerda.

2. Luther entra na loja e fala para o porteiro que só vai comprar chocolates e recusa o guarda-chuva, mas ele esquece de comprar justamente o chocolate.

3. ABSURDO: 0:05:42h - Quando ele entra na loja a segunda vez, uma mulher de vermelho está saindo e abrindo seu guarda-chuva, depois do corte existem pelo menos quatro pessoas na entrada da loja que nem estavam por ali antes.

4. Nora sai de casa com seu carro, e a velocidade dele quando filmado de frente é bem maior de quando filmado de dentro.

5. Observe também que um homem de blusa laranja atrás do carro avisa Nora sobre o boneco, mas quando o boneco aparece novamente este homem já está na frente do carro e do boneco.

6. O vidro do lado de Nora aparece em várias posições diferentes, mais para cima e mais para baixo quando Vic se segura nele.

7. Quando Nora está dirigindo nós vemos que a janela do seu lado ainda está um pouco aberta quando Vic prende suas mãos, mas logo depois quando ela olha e só vê as luvas, a janela está totalmente fechada.

8. ABSURDO: 0:28:03h - Os acessórios e a roupa da moça da loja de bronzeamento mudam desde quando Nora e Luther chegam até quando Nora pede um band-aid. O vestido é outro completamente diferente.

9. Quando o padre está falando com Nora, todos ficam espantados por vê-la de biquíni. Porque todos ficam assim? Será que tem algo tão errado em estar de biquíni e fazendo bronzeamento artificial?

10. Nora encontra a amiga que fala da Srª. Schill, logo depois disto aparece uma cena de Luther chegando em casa. Ele pára o carro e abre sua porta, no reflexo dela é possível ver a equipe de filmagem e o rebatedor de luz usado pela equipe.

11. Nesta cena ainda, na tomada que pega a frente do carro, não vemos nenhum gato, mas em seguida Luther pisa no rabo dele.

12. Ainda nesta cena é possível ver que a posição de Luther ao pisar no rabo do gato muda entre os cortes, na segunda mais longe do carro.

13. Quando Luther chega em casa com a árvore de Natal, ela não está presa ao teto do carro de nenhum jeito, então como ele conseguiu levá-la sem derrubar?

14. Se Luther não ia usar a árvore de Natal, porque ele a comprou e pagou setenta e cinco dólares por ela, se os meninos estavam vendendo por quinze dólares?

15. Quando Nora está correndo atrás do presunto enlatado no estacionamento no supermercado, supostamente eles estão em Chicago no inverno, no entanto podemos ver árvores ao fundo cheias de folhas, o que não poderia acontecer, já que as árvores estão sem nenhuma folha.

16. Luther está em cima do telhado puxando o boneco de neve que está com o rosto virado para baixo quando arranca algumas telas, mas depois do corte o boneco está ao contrário.

17. Quando as crianças se levantam para ver Luther colocar o boneco de neve, eles deixam os controles do videogame e saem, mas o jogo continua aparecendo no televisor como se eles ainda estivem jogando.

18. Luther está sentado na ambulância e Vic está dando as notícias de Blair. Observe os braços de Luther que mudam de posição entre as tomadas.

19. Quando o carro da polícia está descendo a rua bem devagar com Enrique e Blair, na tomada interna do veículo os limpadores estão se movendo, mas na tomada externa os limpadores não estão.

20. A posição do menino andando de bicicleta na frente do carro de polícia muda entre os cortes.

21. A neve no cabelo de Enrique muda entre as tomadas quando ele encontra com os Kranks. Ora com muita neve, ora sem nenhuma.

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A Columbia e o Falha Nossa convidaram você para um Natal muito, muito louco.
Eles mandaram um e-mail respondendo: Qual foi o Natal mais louco da sua vida?

E concorreram a prêmios exclusivos e inéditos do filme. Confira os prêmios e o resultado.

ao 10º  lugar
1 mochilinha e 1 Par de ingressos para ver o filme.

Beatriz Moreira - São Paulo / SP
Dionízio Marcus Oliveira - Rio de Janeiro / RJ
Gabriel Correa da Silva - Belo Horizonte / MG
Hercules Samuel de Faria - Vitória / ES
Iolanda Maria Salete - Recife / PE
Jacques Marirtinez - Salvador / BA
Kleverson de Oliveira - São Paulo / SP
Larissa Carolina Souza - Rio de Janeiro / RJ
Obermeval Claro Dias - Natal / RN
Paulo Ricardo Maria - São Paulo / SP

A Columbia e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

::.. COLUMBIA TRISTAR ..::

IMAGENS E CURIOSIDADES

A música que toca quando Luther chega ao trabalho no primeiro dia, é a música que Jerry Lewis usou para fazer a grande cena da máquina de escrever, sem máquina, em um dos seus filmes.

Tim Allen (Luther Krank) aguçou seu talento de comediante durante os anos 80, como o protagonista perfeito de uma série de grande sucesso no canal ABC, “Home Improvement”, que lhe rendeu um Globo de Ouro, uma indicação para o Emmy, e pela qual foi honrado por oito anos seguidos com o People´s Choice Award como “Ator Favorito em Série de Televisão”, fato este sem precedentes. Mesmo enquanto se dedicava a esta comédia de situações, Allen ainda encontrava tempo para expandir seus talentos.

Ele fez seu debut em 1994, interpretando o ícone das festas de Natal no blockbuster Meu Papai É Noel, pelo qual recebeu outro People´s Choice Award. Também emprestou sua voz ao adorado porém iludido patrulheiro do espaço, Buzz Lightyear, no desenho animado por computação, Toy Story, que foi um estrondoso sucesso, e estrelou em Meu Filho das Selvas, com Martin Short e em Na Riqueza e na Pobreza, com Kirstie Alley.

Enquanto a família Taylor continuava no topo dos programas do horário nobre de televisão, Allen revisitou suas raízes de comediante em um tour nacional que terminou com uma apresentação completamente lotada no Caesar Park, ainda encontrando tempo para escrever seu primeiro livro sobre a perspectiva masculina, Don´t Stand Too Close to a Naked Man, que encabeçou a lista dos dez mais vendidos do New York Times. Este livro foi seguido por seu segundo bestseller, I´m Not Really Here, que aborda assuntos tão diversos quanto a crise da meia-idade, a família e a física quântica. Em 1999, durante a oitava e última temporada de “Home Improvement”, Allen recebeu o TV Guide Award como Ator Favorito em uma Série de Comédia. Com uma despedida emocionada, Allen “aposentou sua caixa de ferramentas” dando por terminada sua fase de seriados para televisão, para incrementar sua carreira como ator de cinema.

Para deleite das platéias cinematográficas, Allen reprisou Buzz Lightyear em Toy Story 2, seqüência que obteve também estrondoso sucesso, faturando mais de US$ 250 milhões. A este filme se seguiu a comédia popular Heróis Fora de Órbita, na qual Allen interpretou o fracassado ator Jason Nesmith e seu alter-ego na ficção científica, Comandante Peter Quincy Taggart, contracenando com Sigourney Weaver e Alan Rickman. Tim Allen também estrelou em Super Pai, contracenando com Jim Belushi, e, em 2001, formou dupla com Rene Russo na comédia Big Trouble, de Barry Sonnelfeld. Em 2002, deu uma guinada interessante e ao invés de interpretar ícones míticos e homens comuns, pegou o papel de Critical Jim, um homem no topo do sucesso profissional, na comédia Who is Cletis Tout?. Naquele mesmo ano, deu a largada na temporada de filmes de Natal com Meu Papai É Noel 2. Em um breve retorno à televisão em abril de 2003, os companheiros de Allen dos tempos de “Home Improvement” se juntaram a ele no palco no especial ao vivo da ABC “The Users Guide to Home Improvement.”

Após a conclusão de seu trabalho nas filmagens de Um Natal Muito, Muito Louco, Allen estrelará em The Shaggy Dog, um remake do clássico familiar dos anos 50.