VOLTAR BLOCO 37

 
   

VISÕES
QI SHU & JESDAPORN PHOLDEE

Joey (QI SHU) se recupera de uma overdose de comprimidos para dormir, após ter sido submetida a uma lavagem estomacal. Essa foi por pouco... Ela teve visões de pessoas mortas que a acompanhavam durante os momentos mais críticos. Agora que foi beneficiada com uma segunda chance, ela jura nunca mais tentar se autodestruir, nem voltar para Sam (JESDAPORN PHOLDEE), o homem que ama.

Ansiando por uma nova vida, Joey descobre que está grávida. Confusa e desesperada, ela tenta entrar em contato com Sam, que apenas a magoa com uma resposta evasiva. Atormentada pela idéia de abortar, Joey dá por si tendo delírios e torna-se emocionalmente instável. Ela é freqüentemente ameaçada pela presença súbita de estranhos e também se sente perseguida por uma mulher misteriosa. Um dia, a perseguidora acaba por confrontá-la - faz contato visual com ela na plataforma de uma estação de trem e, a seguir, atira-se diante do trem em movimento! Joey fica arrasada com a visão do suicídio, porém mais tarde descobre que "nenhum suicida" foi encontrado nos trilhos.

Joey suspeita que estar sofrendo de depressão pré-parto. Ela decide ficar com o bebê, esperando que o amor pelo filho a ajude a superar as contrariedades do destino. Seus problemas, no entanto, não pararam por aí; a visão de pessoas mortas durante os minutos em que esteve perto da morte foi somente o prenúncio de uma nova capacidade que adquiriu: desde então, passou a ser capaz de ver os mortos. Tal revelação a atinge de forma impiedosa quando, numa visita ao hospital, fica presa no elevador com uma mulher que está em trabalho de parto. Joey testemunha o nascimento de um bebê morto, causado por um espírito.

Ela busca a ajuda de um monge budista (PHILIP KWOK), que revela uma verdade aterrorizante: atrás de cada mulher grávida há um espírito à espera da próxima vida. O que ela presenciou foi, na verdade, uma tentativa fracassada de reencarnação, e a morte do bebê foi apenas uma trágica coincidência. O monge explica, ainda, que ver os mortos é uma habilidade inata dos humanos que foi perdida. Esta habilidade é recuperada por vezes em casos extremos de pessoas que chegam perto da morte ou do parto, momentos em que o instinto de sobrevivência utilizaria todos os recursos disponíveis para proteger o corpo. Ele explica: "O espírito é uma energia que co-existe conosco, assim como as árvores, as moscas, como você e eu. Se há uma razão para você existir na sua forma atual, há uma razão para a existência deles também".

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretores: Oxide Pang & Danny Pang
Escritores: Lawrence Cheng & Jo Jo Yuet-chun Hui

Gênero: Drama / Terror / Fantasia

PlayArte

Título Original: The Eye 2 (Jian Gui 2)
Tempo: 90 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2004 - Hong Kong / Tailândia - Lançamento dia 13 de maio de 2005.
Recomendação: 16 anos

ELENCO

Eugenia Yuan .... Yuen Chi-Kei
Qi Shu .... Joey Cheng
Jesdaporn Pholdee .... Sam
Philip Kwok .... Monge Budista
May Phua .... Policial
Rayson Tan .... Ginecologista
Alan Tern .... Policial
San Yow .... Policial

FICHA TÉCNICA

Produção .... Lawrence Cheng
Produção .... Jo Jo Yuet-chun Hui
Produção .... Nonzee Nimibutr
Produção .... Danny Pang
Edição .... Oxide Pang Chun
Edição .... Danny Pang
Fotografia .... Decha Srimantra
Música .... Payont Term Sit
Figurinista .... Steven Tsang

PRODUTORAS

Applause Pictures
Raintree Pictures Pte. Ltd.

DISTRIBUIDORAS

A-Film Distribution
DeA Planeta S.L.
Eagle Pictures S.p.a.
Playtime S.A.
The Raintree Picture Corp.
PlayArte

ERROS

1. A personagem Joey pula do predio e quando levanta está completamente limpa, sem sangue. Já na cena seguinte está toda suja de sangue fazendo poças de sangue nos degraus enquanto sobe. (Contribuição de Luana Melo - Fã de Carteirinha)

2. No hospital, depois de ter o bebê, ela olha a foto do avô e vê a marca de nascença. Ela coloca a foto no colo para pegar o bebê, mas logo em seguida, a foto sumiu do seu colo e ela pega a sua filhinha. (Contribuição de Luana Melo - Fã de Carteirinha)

3. Aos 82 minutos (1h22min), quando Joey vai pular do edifício do hospital pela primeira vez, tentando mais um suicídio, na câmera lateral - imagem de perfil - ela está no último andar do prédio, no terraço, mas quando corta pra imagem frontal, percebe-se que ela está ao menos no meio do prédio. Não dá pra saber quantos andares há pra cima ou pra baixo. (Contribuição de Jô Costta - Guaíra / SP - Fã de Carteirinha)

4. A cena dela pulando do prédio chega a ser ridícula e cômica, o que muda até o gênero do filme de suspense para comédia. Ridículo.

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A PlayArte e o Falha Nossa convidaram você para também ter estas visões.
Eles mandaram um e-mail respondendo: Você já teve alguma visão? Qual?

E concorreram a prêmios exclusivos e inéditos do filme. Confira os prêmios e o resultado.

ao 10º  lugar
1 par de ingressos e 1 boné do filme.

Álvaro Mendes - Rio de Janeiro / RJ
André Luiz Frota - Brasília / DF
Camilla Marque Sorantes - Florianópolis / SC
Carla Maria Rosa - São Paulo / SP
Cezar Carlinhos Silva - Salvador / BA
Gonçalves Ribas Júnior - São Luis / MA
Mariano O. Mendes - Porto Alegre / RS
Olimar B.C. Santos - Recife / PE
Robério A. Cândido - Recife / PE
Zenildes Golveia Marcondes - Manaus / AM

11º ao 25º  lugar
1 par de ingressos do filme.

Angelica Ribeiro de Oliveira - Fortaleza / CE
Carlos Vinícius Ferreira Sanches - Duque de Caxias / RJ
Cecilia Alves de Oliveira - Natal / RN
Christiano Nascimento Amorim - Patos de Minas / MG
Cleimar Vedoy da Silva - Lajeado / RS
Gabriel Alves de Castro - Rio de Janieiro / RJ
João Batista Aguiar Júnior - Fortaleza / CE
Juliana Delgado de Carvalho Silva - Brasília / DF
Maristela Finger - Novo Hamburgo / RS
Melissa Pimenta Simões Ceolin - Belo Horizonte / MG
Monica Cristina Silveira da Silva - Rio de Janeiro / RJ
Roberto Machado Alves - Rio de Janeiro / RJ
Thiago Guimaraes da Silva - Rio de Janeiro / RJ
Wagner Carrascosa da Silva - São Paulo / SP
Wendell Paiva Vita - Niterói / RJ

A PlayArte e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

::.. PLAYARTE ..::

IMAGENS E CURIOSIDADES