VOLTAR BLOCO 44

 

 
 

ZUZU ANGEL
PATRÍCIA PILLAR & DANIEL DE OLIVEIRA

Brasil, anos 60. A ditadura militar faz o país mergulhar em um dos momentos mais negros de sua história.

Alheia a tudo isto, Zuzu Angel (Patrícia Pillar), uma estilista de modas, fica cada vez mais famosa no Brasil e no exterior.

O desfile da sua coleção em Nova York consolidou sua carreira, que estava em ascensão. Paralelamente seu filho, Stuart (Daniel de Oliveira), ingressa na luta armada, que combatia as arbitrariedades dos militares.

Resumindo: as diferenças ideológicas entre mãe e filho eram profundas. Ela uma empresária, ele lutando pela revolução socialista e Sônia (Leandra Leal), sua mulher, partilha das mesmas idéias.

Numa noite Zuzu recebe uma ligação, dizendo que "Paulo caiu", ou seja, Stuart tinha sido preso pelos militares.

As forças armadas negam e Zuzu visita uma prisão militar e nada acha, mas viu que as celas estavam tão bem arrumadas que aquilo só podia ser um teatro de mau gosto, orquestrado pela ditadura. Pouco tempo depois ela recebe uma carta dizendo que Stuart foi torturado até a morte na aeronáutica.

Então ela inicia uma batalha aparentemente simples: localizar o corpo do filho e enterrá-lo, mas os militares continuam fazendo seu patético teatro e até "inocentam" Stuart por falta de provas, apesar de já o terem executado.

Zuzu vai se tornando uma figura cada vez mais incômoda para a ditadura e ela escreve que não descarta de forma nenhuma a chance de ser morta em um "acidente" ou "assalto".

Mas não deixe de ver os erros também.

Diretor: Peyton Reed
Escritores: Marcos Bernstein & Sérgio Rezende

Gênero: Drama

Site Oficial: www.zuzuangelofilme.com.br

Warner Bros.

Título Original: Zuzu Angel
Tempo: 110 minutos
Cor: Colorido
Ano de Lançamento: 2006 - Brasil - Estréia dia 4 de agosto de 2006
Recomendação: 14 anos

ELENCO

Patrícia Pillar .... Zuzu Angel
Daniel de Oliveira .... Stuart Angel
Luana Piovani .... Elke Maravilha
Leandra Leal .... Sônia
Alexandre Borges .... Fraga
Ângela Vieira .... Lúcia
Ângela Leal .... Elaine
Flávio Bauraqui .... Mota
Paulo Betti .... Lamarca
Nélson Dantas .... Sapateiro
Regiane Alves .... Hildegard Angel
Fernanda de Freitas .... Ana Angel
Caio Junqueira .... Alberto
Aramis Trindade .... Tenente
Antônio Pitanga .... Policial
Elke Maravilha .... Cantora do cabaré
Ivan Cândido .... Capelão
Othon Bastos .... Brigadeiro

FICHA TÉCNICA

Produção .... Joaquim Vaz de Carvalho
Produção Executiva .... Heloísa Rezende
Música .... Cristóvão Bastos
Fotografia .... Pedro Farkas
Direção de Produção .... Laís Chamma
Direção de Produção .... Mílton Pimenta
Direção de Arte .... Marcos Flaksman
Figurino .... Kika Lopes
Edição .... Marcelo Moraes

PRODUTORA

Warner Bros.

DISTRIBUIDORA

Warner Bros.

ERROS

1. No bar onde prepararam a cilada para prender o Stuart, havia na prateleira, meio camufladas, embalagens de uma pipoca doce da marca Krokero, muito comum em Juiz de Fora. Se o fato ocorreu em 1971, como poderia existir essa pipoca no bar, sendo que a fábrica da mesma foi criada em 1980. Isso pode ser verificado no site http://www.krokero.com.br, onde também podemos ver a imagem da embalagem facilmente reconhecida por qualquer consumidor. (Contribuição de Tereza Castro - Fã de Carteirinha)

2.  Na cena final do filme quando a Zuzu Angel está com medo de ser morta, ela dorme com uma roupa preta, e ao acordar ela já está de pijama. (Contribuição de Diego Seixas - Fã de Carteirinha)

3. Na cena em que Stuart Angel é capturado, um agente aparece empunhando uma espingarda de repetição CBC modelo 586-P calibre 12, de fabricação nacional. Essa arma (inspirada na Remington 870 norte-americana) foi lançada apenas no final da década de 80. Na época retratada pelo filme, as espingardas de repetição por bomba disponíveis no Brasil eram apenas importadas, sendo mais habitual, mesmo pelas forças de segurança, a utilização de espingardas de 2 canos.  (Contribuição de Erick Tamberg - Fã de Carteirinha)

4. Carlos Lamarca matou o guarda civil Orlando Pinto Saraiva durante um roubo a banco na Rua Piratininga, em São Paulo, em 9 de maio de 1969, mas não há registros históricos sobre Lamarca ter baleado um vigilante de banco em suas ações, como mostrado no filme. (Contribuição de Erick Tamberg - Fã de Carteirinha)

5. Já existiam fechaduras "tetra" nos anos 70, como aparece em uma cena na porta da casa de Zuzu Angel? (Contribuição de Erick Tamberg - Fã de Carteirinha)

6. Em que ano se deu a transição das placas de veículos de 6 números para as placas amarelas, com 2 letras e 4 números? Até que ano foi permitido o trânsito de veículos com as placas "antigas"? Pergunto isso pois, durante todo o filme, o Karmann-Ghia de Zuzu Angel tem a placa amarela, com 2 letras e 4 números. Porém, na cena final do acidente, a viatura policial que atende a ocorrência do acidente tem a placa antiga de 6 números. (Contribuição de Erick Tamberg - Fã de Carteirinha)

7. Na cena em que Zuzu Angel conversa com o general no quartel da PE sobre o sumiço de seu filho, ocorre um close nas medalhas do general, e podemos observar a medalha de Corpo de Tropa (medalha nas cores vermelha, azul e verde com um capacete no meio). Ora se o filme passa nos anos sessenta como pode o general ser condecorado com uma medalha criada pelo Exército em 2004? (Contribuição de Cesar Leonardo - Salvador / BA - Fã de Carteirinha)

8. Quando Zuzu recebe a correspondência e entre elas está uma carta de um amigo de seu filho (também torturado), é dado um close no envelope onde podemos ver um espaço pontilhado para se colocar os selos. Naquela época ainda não tinha um espaço como esse. (Contribuição de [email protected]²ºº7® - Fã de Carteirinha)

::Enviar informações deste filme::
Clique aqui para enviar erros e comentários apenas deste filme.

PROMOÇÃO ENCERRADA

A Warner Bros. e o Falha Nossa convidaram você para conhecer este amor.
Eles mandaram um e-mail respondendo: O que é mais importante do que o amor de mãe?
E concorreram a prêmios inéditos do filme. Confira os prêmios e o resultado.

1º ao 5º lugar
1 boné do filme.

Ana Maria Batista - Manaus / AM
Carmem Maria Souza - Santos / SP
Mário B. Cardoso - Rio de Janeiro / RJ
Pedro Alcântara Sobrinho - Porto Alegre / RS
Tadeu Onofre Ribas - Curitiba / PR

A Warner Bros. e o Falha Nossa agradecem a participação de todos.

::.. WARNER ..::

IMAGENS E CURIOSIDADES